3Mai/13

Viajando sem filhos!

POR: MirelaCATEGORIA: Vida de Casal(6) COMENTÁRIOS

Como sabem, na semana passada tive que viajar a trabalho, e foi a primeira vez que fiquei sem o Matheus.

Estava super entusiasmada com a viagem, mas a medida que o dia ia se aproximando, eu ia ficando cada vez mais ansiosa e com medo. É, medo! Tava com medo de não aguentar, dele sentir minha falta, de acontecer alguma coisa… xiiii, eram medos demais! Até que o dia chegou! Acordei com o coração na boca. O misto de sentimentos era imenso e eu nao sabia se ria ou chorava! Olhava para o Matheus e ele ali, sem entender nada do que eu estava sentindo, se limitava a retribuir o montão de beijos e abraços que eu dava a cada vez que passava por ele.

Chegou a tão temida hora da despedida. Sentia que o coração ia pular pela boca. Peguei a mala de viagem e sai puxando ela até a sala, e não é que o rapaz viu e decidiu se agarrar a ela chorando? Quase que eu desisto de viajar, juro! kkkkkk Ele começou a querer vir pro meu colo, chorava e fazia que não com o dedo. Uma cena pior do que eu havia imaginado. Ai a secretária aqui de casa pegou ele no colo e eu pedi que ele desse um beijo e me dissesse tchau, e ele deu!!! A lagrima quis descer mas eu a proibi! Sai sem olhar para trás, fechei a porta e pedi a Deus para o proteger, pois estava viajando por bons motivos, e queria que tudo desse muito certo. Precisava me focar!

E foi ai que começou o aprendizado.

Viajar sem filho só custa a despedida, depois você entra no clima da viagem e o coração acalma. Não que você esqueça, de jeito nenhum você esquece  mas a partir do momento que você sabe que ele está bem, que você pode curtir tudo como merece, a coisa parece que já não custa tanto.

Dicas:

Se o seu filhote for mais velho, vá preparando a cabeça dele para essa viagem. Diga pra ele com quem ele vai ficar, conte várias vantagens que ele pode tirar disso, enfim, prepare-o para a sua ausencia, não deixe para contar na hora, isso vai deixa-lo desprevenido e pode fazer com que ele tenha uma reação á qual você nao vai conseguir lidar.

Deixe seu filho com alguém que você sabe que o vai tratar tao bem quanto você, mas deixe ele com alguém que ele goste muitoooo! Se puder deixar com uma avó e com a babá, perfeito.

Na hora da despedida, deixe que ele a veja indo embora! Diga tchau, explique (mesmo que ele nao entenda, explique) que voce vai viajar mas logo logo está de volta. Ele precisa ver você ir embora, mesmo que fique chorando. O fato dele ver você indo embora, faz com que ele saiba que você nao “sumiu”. Isso é em tudo gente, desde quando sai de casa, até quando vai deixar ele na escola. Deixe ele, dê o beijo, diga tchau e vá embora na frente dele. No fim, quando você voltar, faça uma festa, e diga algo do tipo “viu como a mamãe voltou”.  A gente acha que eles não entendem, mas eles entendem muito melhor do que a gente pensa.

Deixe tudo organizado, faça uma lista da rotina do seu pequeno, escreva os vícios e manias dele, fale dos horários, tudo! isso vai facilitar a vida de quem vai ficar com ele. lembre-se de deixar o nome e o número do hotel que vai ficar.Vai que acontece alguma coisa com o seu celular e tentam ligar… a gente nunca sabe né?

Ligue 1 vez por dia para quem ficou com seu pequeno, no máximo 2 vezes. se você ficar ligando o tempo todinho, você não vai conseguir relaxar e aproveitar, e vai estar stressando e deixando ansiosa quem está cuidando dele. Isso não é muito legal. Passa até uma certa desconfiança. Se segure!

Ultima e grande dica, não compre tudo o que encontrar pela frente para levar de presente para o seu filhote. Tendemos a comprar tudo para compensar a nossa ausência  mas podemos compensar brincando muito com eles, compensando com muito amor e carinho. Chegar cheia de presentes só vai estimular o interesse e o consumismo nele, e acredito que não seja essa a sua ideia.

Eu sobrevivi.

Matheus ficou super bem, não chorou, dormiu, comeu, brincou, fez tudo bem tranquilo e eu aproveitei muitooo.

Quando voltei, cheguei de madrugada e ele não estava. Dai logo de manhã a minha sogra trouxe-o e entrou no meu quarto com ele, colocou ele na cama e ele mesmo me acordou! Não vou esquecer nunca mais o sorriso enooorme dele quando eu abri os olhos e olhei para ele! Ganhei o melhor abraço do mundo!!! Então gente, valeu muitoooo a pena!

 

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS

6 comentários

6 Comentários

Patricia Duarte

4 de Maio de 2013 às 17:38Responder

Meu filho tem 3 anos e ainda não tive coragem de sair na sexta e voltar sábado!!! Acho que não vou agüentar!! Na semana passada, consegui sair com meu marido e deixa-lo com a baba, e quando chegamos estava tudo bem, os dois dormindo e eu super feliz de ter aproveitado a noite!!! Preciso ter coragem para viajar… Obrigada pelo post…

omeupsicologo

7 de Maio de 2013 às 21:42Responder

Parabéns Mirela!! Vc tomou todas as atitudes corretas! Sair e deixar que ele veja, para que não pense que sumiu! A criança assim como vc mesma já falou, entende tudo mais do que a maioria das mamães pensa e eles precisam elaborar a partida, a perca, o luto… enfim… todos os processos de separação pelos quais passamos ao longo de toda a vida!

Beijão!

Paula Zandonadi Zanirato Tristão

9 de Maio de 2013 às 13:36Responder

Que legal que ficou td bem 🙂 Principalmente para vc, pq eles sempre ficam rsrsrsr

Nayhara

16 de Maio de 2013 às 17:26Responder

Tenho uma viagem para o próximo mês e vou somente com meu marido, mas meu medo é tão grande de acontecer algo perto da data ou me sentir culpada que tb comprei a passagem para meu filho para o caso de não desistir da viagem e sim leva-lo. Que situação difícil!

    mirelaacioly83

    17 de Maio de 2013 às 18:23Responder

    rsrs se voce fosse sem ele, voce ia ver que o que custa mesmo é o antes! Depois que a gente vê que eles ficam bem e nada acontece, voce descontrai!

    Boa viagem

    Qualquer coisa que precisar, diga!
    Bjssss

Mirian

24 de Maio de 2013 às 22:38Responder

Oi meninas! Tenho um Congresso pra ir em outubro, com tudo pago pela minha empresa,serão 3 noites e quatro dias longe dos meus filhos (uma menina de 8 e um menino de 2 anos). Estou com muito medo! Nunca fiquei nem 24 horas longe deles.Iniciei terapia com um psicólogo ontem pra tentar controlar esse sentimento até a data da partida! Estou quase desistindo! Tenho que confirmar com a diretoria se aceito o convite até a semana que vem para efetuarem a inscrição com melhor preço!! Me ajudem!

Deixe um comentário