13Mar/14

Viajando sem filhos

POR: MirelaCATEGORIA: Confessionário, Decoração, Papo de Mãe(8) COMENTÁRIOS

Quem me segue há mais tempo, sabe que no ano passado viajei pela primeira vez sem Matheus e que "milagrosamente" sobrevivi bem à viagem. Kkk
Viajei sozinha com o marido e curtimos muito a nossa semana de férias, mas claro que até que a viagem acontecer eu sofri bastante por antecedência. 
Achava que Matheus ia sentir a minha falta, que eu não ia aguentar ficar longe dele e que por isso as férias seriam uma catástrofe total, me enganei! 
A viagem correu maravilhosamente bem. Descansei, namorei, me diverti e Matheus nem perguntou por mim #PiorParte. Claro que senti falta dele, mas não foi nada insuportável. Ele estava com 1 ano e 3 meses e ficou com a avó. 
Na altura escrevi 2 posts sobre essa viagem lá no blog. Você pode lê-los aqui e aqui
Mas porque é que eu estou tocando neste assunto hoje?
Porque além de receber sempre pedidos de ajuda de mães que querem viajar mas não tem coragem, ou que vão viajar mas estão em pânico, esses dias surgiu a oportunidade de viajarmos novamente sem Matheus e eu tenho que dizer que o medo voltou como se eu nunca tivesse viajado sem Matheus na vida!
Sei que da primeira vez sobrevivemos, mas fica sempre aquela duvida "Será que sobreviveremos de novo?" #BesteiraDeMãe eu sei só que não consigo controlar kkkk mas falo isto aqui pra vocês verem que esse "medo" parece que não vai sumir nunca!

Antes de Matheus nascer e até ele ter mais ou menos um ano, nunca aqui em casa imaginamos viajar sem ele e confesso que algumas vezes julguei quem o fez. Na minha cabeça achava inconcebível uma mãe deixar o filho para poder “descansar”, mas como na maternidade a gente vive pagando pela língua, uns três meses depois surgiu a oportunidade de viajarmos os dois e eu estava tão exausta (me dediquei a Matheus exclusivamente sem a ajuda de NINGUÉM desde que ele havia nascido) que senti muita necessidade e fui. Minhas férias foram de uma semana e foi o ideal. Acho que nem tão cedo vou conseguir tirar mais do que isso.

Sinceramente se alguém me perguntar quando (idade do filho) eu acho mais fácil viajar sem filhos, eu sinceramente não vou saber responder. Tem mãe que consegue viajar quando o filho esta com 2 meses, tem mãe que só consegue quando o filho esta com 2 anos. Tem mãe que consegue só ficar 1 semana longe, tem mais que consegue ficar 15 dias ou mais… cada um sabe de si.

Acho que depende muito do casal, da relação mãe/filho, e do próprio filho! 
No meu caso, apesar de ser muito apegada a Matheus e ele a mim, no fundo sei que ficaremos todos bem, (apesar do "tal" medo ainda me consumir e me deixar tensa quando penso em me ver longe dele por uns dias). Talvez tenha medo porque hoje ele é mais consciente das coisas e tem mais noção de tempo, coisa que não tinha no ano passado, mas no ano passado ele era mais dependente de mim… tão vendo porque é difícil saber qual a melhor idade? Cada fase tem o seu senão.
Mas como consigo controlar a minha mente doida de mãe e ter coragem para enfrentar esse medo de novo? 
Me lembrando de como foi bom da outra vez claro, mas pensando acima de tudo que tou louca para viajar e poder descansar e namorar um pouco a sós com o maridão #merecemos
Viajar com o marido em lua de mel é sempre muito bom e faz um bem danado a saúde do casamento. Voltamos renovados.
Então eu acho que vale a pena o "sacrifício" sim.
Se o seu bebê não mama mais e você tem alguém de confiança, que o seu filho esteja acostumado e você confie se jogue como eu vou me jogar assim que fechar minha viagem!
Não ache que por isso vamos ser péssimas mães, não pense que vamos ser esquecidas por eles e muito menos trocadas por ninguém. Acredite!

Viajar sem filhos vai ser sempre este "filme", mas eu acho que ser mãe é isso mesmo! 
Sofrer por antecedência com tudo e o tempo todo, mas depois se arrepender quase sempre de ter sofrido tanto sem necessidade! Kkkkkkk

#ComplexidadesDaMaternidade
#MãeÉTudoBesta #VaiTimboraNamorarUmPouco #TambémPrecisamos

 

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , , , , , , ,

8 comentários

8 Comentários

Lindiany Branco

13 de Março de 2014 às 10:19Responder

Nossa Mirella, adoooooro seus posts, e com o tema “viajando sem filhos”, não podia deixar de comentar….tenho 2 filhos o de 8 anos e de 1 ano e 4 meses. no primeiro filho, não por mim, mais pelo meu marido, NUNCA viajamos sem ele, apesar de ele ser bem quieto e calmo, era super cansativo e estressante (eu não curtia NADA), já no segundo, que eh super peralta e super ativo, fizemos uma viagem pros EUA, só nossa familia, e o trabalho foi taaaaanto, que nos traumatizou….kkkkkkkk
começo desse ano EU decidi que viajariamos, por uma semana apenas, só nós dois. DECIDIDO. comprei as passagens e so avisei pro marido!
ele titubeou, resmungou, mais concordou quando lembrou do trabalho que o pequeno dava.
e foi simplesmente MARAVILHOSO!!!! SUPER EM PAZ, eles ficaram com a avó paterna e a babá, que ficou dormindo la em ksa, QUANDO CHEGAMOS O MEU FILHO MAIS velho perguntou quando que iriamos viajar de novo (quase morri, ele não sentiu nossa falta???), mais foi otimo!
e agora fazemos assim, fazemos nossa viagens rapidinhas, de no maximo 1 semana, e viajamos com eles nas férias!!FICA TODO MUNDO FELIZ!!!

    Ana

    29 de Abril de 2014 às 8:34Responder

    Eita, que estou passando por esse drama também!

    Tenho três filhos, um de 5 anos, um de 3 anos e uma princesa de 8 meses… pensa!

    Já viajei com os dois mais velhos e amo apesar de ser um pouco cansativo, mas vimos a necessidade de tirarmos um tempo para nós… depois do nascimento da nossa filha a rotina se tornou substancialmente pesada… E sentimos na pele os transtornos do estresse e chegamos à conclusão que precisavamos de um tempo exclusivo prá nós, não porque eles atrapalham, mas porque no meio de tanta correria sentimos que o romantismo se perdeu.Enfim, criei coragem e ficaremos apenas um final de semana longe deles, mas o suficiente para estar me corroendo e sofrendo horrores de culpa por não levá-los!

    Achando que eles vão ficar tristes, aborrecidos porque viajamos sem eles, que não sou uma mãe tão boa assim, enfim…

    Espero que mesmo com todos esses dramas e conflitos, consigamos aproveitar bem esses dias e namorar, curitr ese apaixonar novamente sem grandes preocupações!

    Curti demais seu blog.

Daniela

19 de Março de 2014 às 3:29Responder

Estou bem longe dessa viagem. Minha filha completará 1 mês, amanhã. E eu concordo com você sobre ser saudável para a família toda, essas pausas. Você volta mais calma pro filho, haja vista tudo o que vicê corretamente colocou. Engraçado que eu , mesmo agora, preciso pensar que, um dia, vou ter essa pausa. Pelo bem da minha ” sanidade mental” rsrsr e da minha relação com a minha filhota. É a segunda vez que visito o blog e adoro!! Acompanho o instagram. Bjs

Nara

18 de Julho de 2014 às 14:06Responder

Aiiii que inveja branca!

Como eu queria poder tirar umas ferias de 1 semana… E como eu ja precisei disso..nossa..

Mas não tenho cmo quem deixar Ju e Gui.. (ninguem quer ficar com os dois.. e eu não acho justo separa-los).. mas só de imaginar ficar longe deles ja deu angustia.. rs

Fernanda

18 de Agosto de 2014 às 15:13Responder

Nossa! muito bom teu texto..me identifiquei muito e estou me encorajando para fazer a primeira viagem só com meu marido desde que nossa filha nasceu…ela já está com 2 anos e meio, viajamos muito, mas sempre levamos ela conosco..só que dessa vez, iremos só nos 2, viagem curta de 5 dias mas já estou sofrendo por antecedência, perdendo o sono e tudo mais… muito bom partilhar essas experiências, neuras e medinhos que só quem é mãe sabe o que é…Obrigada

Fernanda

13 de Setembro de 2014 às 9:58Responder

Super obrigada! Seu texto começa a confortar um coração desesperado….viajo daqui 3 semanas sem meus filhos pela 1a vez! Afe, como já estou sofrendo por antecipação!! Mas, vamo que vamo…. Bjo

Queila

16 de Outubro de 2014 às 16:47Responder

Ameiii sua mensagem.
Pela primeira vez vou viajar com meu esposo por 2 dias e não vamos levar nossa princesa de 1 ano e 9 meses 🙁 Eu arrazada porque vou deixar ela, mais consciente que será muito bom e saudável para meu casamento. Ela vai ficar com a avó paterna que já tem costume, pois é ela que toma conta dela junto com a babá… A viagem é esse final de semana e eu estou a 3 dias com dor de barriga e acordando de madrugada kkkkkkkkk…

larissa

1 de Maio de 2015 às 14:53Responder

Meu filho tem quatro meses e vou faze uma viagem de quatro dias sem ele o q VC acha

Deixe um comentário