4Dez/13

Um susto com Pepeu – o cachorrinho de Matheus!

POR: MirelaCATEGORIA: Matheus(4) COMENTÁRIOS

Bom dia gente!

image

Hoje acordamos com a casa tão vazia…
Não,  Pepeu não morreu, #Deusmelivre mas depois de um baita susto onde ele quase morre, ele teve que ser afastado daqui de casa por 3 dias e Matheus tá sentindo imenso a falta dele.

Segunda feira fizeram uma dedetizaçao cá em casa.
Matheus ficou na escola durante o processo e Pepeu foi pra casa da minha sogra.
Ficaram afastados daqui de casa durante as horas que o dedetizador falou que seriam necessárias e ainda esperamos mais algumas horas extras para assegurar que a entrada deles estava segura, mas de noite, Pepeu começou a ficar estranho.
Ele sempre dorme na porta do quarto de Matheus e essa noite ele queria porque queria ficar com a gente. Chorava e se esfregava por todos os cantos. Não notei na hora que ele podia estar mal. Achei que ele estava só com calor e querendo dormir no ar condicionado e terminei deixando ele dormir no meu quarto.
Quando deu umas 2 da manhã, Pepeu começou a vomitar e a rastejar pela casa querendo coçar o focinho e o corpo. Achei que ele tava rastejando para limpar o focinho por ter vomitado e deixei ele na área de serviço que é bem mais arejada. Coloquei água com gelo para ele beber, mas já pensando em leva-lo no veterinário assim que acordasse. Como ele tava bebendo água, achei que era só o jantar que lhe havia caído mal.
Claro que não consegui ficar tranquila e mal dormi. Quando deu umas 4 da manhã, Rosinha, a moça que trabalha cá em casa veio bater na minha porta e quando abro ela tava aos prantos! Surtei!
Achei que Pepeu tinha morrido. Mas Rosa se impressiona fácil e o choro era porque estava assustada com Pepeu (em pânico mesmo). 
Ele não parava de vomitar, continuava rastejando e estava super ofegante. Corri com ele para as urgências do hospital veterinário que graças a Deus tem aqui perto de casa e ainda bem que assim foi. Ele estava tendo uma crise alérgica daquelas e teve que levar anti alérgico na veia na mesma hora!
Além disso, teve que tomar logo um bom banho e eu mandei raspar o pêlo dele. O pobre estava fazendo alergia ao veneno da dedetização que estava  entranhado no pêlo dele. Por isso ele rastejava pra se coçar. Ficou bem depois  que tomou o anti alérgico mas como só podemos passar um pano na casa daqui a 3 dias e ele não pode ter contato nenhum com o veneno que ainda está fazendo efeito (veneno esse que para nós humanos é totalmente seguro mas para Pepeu não), Pepeu vai ter que passar uns dias na casa da minha sogra, mas Matheus não tá achando graça nenhuma a isso.
Cada vez que vamos ver Pepeu (minha sogra mora no mesmo prédio kkkkk), ele fica o chamando e pedindo pro bichinho vir com a gente. Custa não deixa-lo vir, mas custa mais ainda ver Matheus aos prantos de braço esticado na direção de Pepeu, gritando “Vem Peuzinho, vem com Tetêus”.
Mas Peuzinho e Tetêus vão te que aguentar e esperar.
É para o bem do nosso amigo!

Foi um susto e tanto… morri de medo de perder o meu cachorro, mas já passou graças a Deus.

Quem tem cachorro sabe o quanto eles são importantes e o quanto os temos como membros da família.
Eu já era apaixonada por Pepeu, só que depois que Matheus nasceu, o amor ficou meio que digamos congelado. Meu foco era todo no meu bebê, e eu me desconectei muito do cachorro mas hoje, além de ter conseguido retomar as rédeas da minha vida e aprendido a me dividir entre mais coisas além de Matheus, Pepeu criou um laço tão forte com o meu filho, que meu amor por ele só triplicou!

E por aí?
Os bichinhos também criaram laços fortes com os pequenos?

     
    TAGS , , , , ,

    4 comentários

    4 Comentários

    gleyci martins

    4 de Dezembro de 2013 às 13:24Responder

    Nossa aconteceu com a minha Nani tbm!!! é uma cadela de pouco mais de 5 anos, e fomo detetizar nossa casa de praia e logo no outro dia levamos ela pra la,ela começou a engasgar e rastejar ao chão!Entramos em pânico!l ela vomitava e engasgava,corremos ao veterinario e graças a Deus ela foi medicada e liberada logo em seguida!!!Entendo o seu susto e ñ imagino perder minha companheira!!!Melhoras pro Pepeu !bjsss

    Tatiana Halla

    4 de Dezembro de 2013 às 15:33Responder

    Tenho 3 cães e a Clarinha de 1/9, são irmãos de farra!!!!!!!

    Bruna Rafaela

    4 de Dezembro de 2013 às 17:17Responder

    Nossa, imagino a sua aflição… aqui em casa tbm temos uma cachorrinha, logo que meu filho nasceu, ela não gostava muito dele não, sentia ciúmes, nem chegava perto… mas agora, são muito apegados tbm, um amor enorme… morro de medo que aconteça alguma coisa com ela, tenho medo da reação do meu pequeno.

    Isabella Jereissati

    16 de Dezembro de 2013 às 8:21Responder

    Detetização é algo muito sério. Alguns venenos podem durar mais de 30 anos nos cantos de paredes. Não faço aqui em casa de jeito nenhum.

    Deixe um comentário