2Out/13

10 coisas que os homens precisam saber depois que a mulher vira mãe

POR: MirelaCATEGORIA: Vida de Casal(90) COMENTÁRIOS

Quando se sai do hospital com um bebê nos braços, todos os pais de primeira viagem tentam encontrar em algum lugar, o manual de instruções para saber manusear aquele bonequinho que acabaram de ganhar, só que infelizmente, esse manual tão desejado não existe,
Enquanto o manual de instruções do bebe é algo obvio, um manual de instruções para o pai aprender a lidar com a “nova” esposa, está longe de ser algo que costuma ser solicitado… Até um determinado momento.

Quando nasce um bebê, nasce junto uma nova mulher. Temos que reconhecer, nunca mais seremos as mesmas! Tudo muda e os nossos maridos geralmente ficam perdidos em meio a tanta mudança.
Vamos então ver a lista das 10 coisas que todos os novos pais deveriam saber antes da nova mãe “chegar”.

Pensando nisso, resolvi fazer uma lista de coisas que todo o marido precisa ler depois que a sua mulher vira mãe:

1. A mulher se sente feia.
Há tantos sentimentos conflitantes sobre como ela se sente naquele momento com o seu corpo, que homem nenhum imagina.
Por um lado, ela realmente acredita que é uma das criaturas mais incríveis do mundo porque gerou um ser humano, mas por outro lado, ela se sente muito mal com o resultado de tudo isso. Complexo eu sei!
Veja só, a barriga (uma das partes do corpo que a mulher mais preza) foi esticada e só Deus sabe como não estourou. Se ganhou estrias então, o caso fica mais grave. Ganhou peso, coisa que mulher nenhuma gosta, e provavelmente, na reta final da gravidez, inchou e ganhou algumas manchas no rosto. Que mulher iria gostar de se sentir marcada e inchada?
O peito é relativo, pois tem mulher que ama ter ficado com mais peito (as que tinham pouco) e tem mulher que ainda teve que levar com uma sobrecarga de peito na coluna, porque já tinha peito demais antes de engravidar.
Como vê a parte física da coisa, muito subtilmente aqui apresentada, é de deixar qualquer mulher deitada numa cama chorando durante um bom tempo seguido.
O que você pode fazer
Nunca deixe de elogiar a sua mulher, no entanto não exagere nos elogios, pois muito provavelmente a sua mulher não é cega e sabe bem o que está acontecendo com o seu corpo.
Quando a elogiar, olhe nos seus olhos. Toque nela, mas toque com carinho. Nunca deixe de olhar de frente para ela. Quando ela lhe perguntar algo sobre o seu corpo, responda a verdade. Se ela tiver acima do peso, diga-lhe que ela logo irá voltar ao normal. Que o seu corpo está assim porque ela lhe deu o maior presente que poderia ter dado, e que isso para você, nesse momento não interessa para nada.

2. A mulher está obcecada pelo bebê
Simples assim.
Embora ela ainda esteja no processo de assimilar tudo o que está acontecendo com a sua vida por conta daquele bebe, e isso faça com que por breves momentos ela tenha crises de choro (o famoso baby blues) pelas mudanças irreversíveis que a sua vida sofreu, ela está completamente obcecada por ele.
O que mais você vai vê-la fazendo, é tirar fotos do bebe para postar nas redes sociais, e o seu assunto não é outro, literalmente senão, O BEBÊ!
O que você pode fazer
Esperar pacientemente que essa fase passe. Essa obcessão faz parte de todo o processo de adaptação. É também o instinto materno falando mais alto. Ela simplesmente não consegue controlar.

3. A mulher está com medo
Tudo é novo, você já sabe disso, mas para ela, esse novo chega a ser aterrorizante. Neste momento, a coisa que ela mais quer é não errar!
É como uma prova de exame.
Ela levou nove meses estudando e se preparando, e agora chegou a hora da verdade. Ela está sendo avaliada por ela mesma, antes de tudo e todos e se cobra o tempo todo. Se permitir errar está fora de questão. A ajudar a isso, tem todo um mundo de gente opinando e querendo ajudar, o que para ela é bom, mas é sufocante. Principalmente pessoas que ela tenha uma relação delicada (geralmente a sogra). A presença de pessoas de certa forma a intimida, e a deixa mais estressada.
O que você pode fazer
Jogar em cara que tudo isso é hormonal simplesmente não vai ajudar… aliás, vai piorar! Não seja mais um peso, mais um analisando, cobrando e julgando. Saiba que ela está dando o melhor que pode e sabe dar e precisa do seu apoio, do seu carinho e compreensão.
Por muito que você não esteja entendendo o que está acontecendo, e ache tudo aquilo louco demais, mais uma vez, saiba que faz parte e vai passar.
Tente passar-lhe confiança. Diga-lhe que errar é normal, e que o que importa realmente é que vocês estão juntos nessa e você tem certeza que ela está sendo a melhor mãe que você poderia ter escolhido para o seu filho. E não esqueça, diga isso sempre olhando nos olhos e sempre que puder toque nela com carinho. Um abraço nessas horas e poucas, mas boas palavras ajudam bastante.

4. A mulher está sempre na defensiva
Imagine como fica a cabeça desta mulher. Todo o mundo tem um pitaco pra dar. A sua mãe acha que ela deve voltar logo ao trabalho, a sua tia acha que ela não está amamentando direito, a amiga que teve filho 5 semanas antes sempre querendo dar uma opinião por ter “mais experiência”, sua sogra querendo ser também mãe do bebe… não é nada fácil e a defesa é ficar na defensiva.
O que você pode fazer
Fique do lado dela rsrs é o melhor a fazer. Quando ela tiver calma, ai você sutilmente mostre que estão tentando ajuda-la e que ela não precisa estar tanto na defensiva, mas faça isso quando o terreno estiver seguro. rsrs

5. A mulher não pode ficar braba com o bebê.
Logicamente, a nova mamãe sabe que o grande culpado por ela não dormir, não se cuidar, não conseguir sequer socializar, é o bebê, mas ela não “descontar” nele a sua raiva, ele é apenas um bebê e ela sabe disso! Então quem está mais próximo costuma pagar por tudo e por nada.
O que você pode fazer
Infelizmente o conselho que tenho a dar não é algo que o vá agradar muito rsrs, mas é o único que sei que vai funcionar de verdade. Seja um saco de pancada, pelo seu filho e pela sanidade mental da sua mulher rsrs Essa fase também passa. Tente descontar fazendo exercício, por exemplo, ajuda bastante.

6. A mulher não tem nada pra vestir.
Este ponto é mais frustração que tristeza. A mulher estava farta de vestir roupas de gravida, que geralmente não costuma ter muita variedade e tira um pouco do glamour feminino. Acaba de ter bebe e nem as suas roupas pré mamães lhe ficam bem, nem as roupas do seu guarda roupa pré gestação lhe servem ainda. E pra piorar, ela se recusa a comprar roupa pois na cabeça dela, logo ela voltará ao normal.
O que você pode fazer
De fato, não tem muito a fazer. Você elogia-la como mãe talvez desviea atenção dela. Estimule-a a fazer uma boa alimentação, a tomar muita agua e a amamentar o bebe, pois a amamentação é o que vai faze-la emagrecer muito rápido.

7. A mulher precisa de proteção.
Acho que as mulheres sempre querem que seus homens sejam seus protetores, mas acho que essa necessidade vai muito além quando ela se torna mãe. Ela precisa que você seja a barreira entre ela e o mundo exterior.
Se ela não estiver disposta a receber convidados, ela precisa que seja você a negar essa visita por exemplo. Coisas que antes ela resolvia, neste momento ela precisa que seja você a resolver.
O que você pode fazer
Para o caso de acontecer algum imprevisto que a deixe mais tensa, o ideal é ela escutar da sua boca:
Deixa que eu resolvo isso!

8. A mulher precisa de permissão para descansar.
A maioria das mulheres vai para a maternidade realmente acreditando que podem fazer tudo. Que todas as outras mães com casas sujas e bebês irritadiços estavam fazendo algo errado.
O complexo dom maternidade leva ao esgotamento rapidinho. A pior parte é que a maioria das mães se recusam a admitir que chegaram no limite. “Dê-lhe permissão” para que a sua mulher descanse. Saliente que ela precisa tirar um cochilo ou assistir um pouco televisão para relaxar sempre que o bebê dormir. Se ela tentar argumentar, lembre-a de que você a está simplesmente protegendo… de si mesma.

9. A mulher precisa que lhe perguntem se ela precisa de alguma coisa.
Estou falando isso porque eu já fui mãe e sei o quanto isso é importante. As pessoas podem ter tido experiências com outras mamães e tal, mas cada mãe tem o seu ritmo e jeito de ser, e ela gostará mais se lhe perguntarem do que ela realmente está precisando do que invadam “a sua vida” sem perguntar.

10. A mulher te ama.
Ela adora ver que você também se tornou pai. Ela adora ouvir da sua boca como esse novo ser humano está mudando você. Ela adora que o pequeno ser humano tem as suas orelhas e pés. Pode não parecer lógico, mas cada vez que você se relacionar com aquele bebezinho, estará se ligando cada vez mais a ela. Ver você se transformar num paizão na primeira fila do filme da vida dela, não tem preço e acredite, em 6-8 semanas as coisas começam a melhorar.

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , , , , , , , , , , , ,
20Set/13

No casamento, aparência pode não significar nada

POR: MirelaCATEGORIA: Vida de Casal(32) COMENTÁRIOS

Este é um tema que faz teeempo que eu quero vir conversar com vocês aqui!

Mas antes de mais, quero dizer que, FELIZMENTE nem todas se vão identificar com este texto, e talvez não acreditem, nem concordem com o que eu vou falar a seguir, mas eu tenho certeza que muitas mais do que eu mesma imagino, vão se identificar e compreender perfeitamente.

Lanço vários temas no instagram, para as mamães ficarem conversando entre si, partilhando experiências e compartilhando dicas, e sem duvida, o tema que mais faz as mamães falarem é casamento.

Parece que quando abro portas para o desabafo, sutilmente uma comenta, depois outra comenta também, e quando vejo já está o post cheio de comentários, quase conversa de comadre sabe?

Mas eu do lado de fora e do lado de dentro, sempre consigo observar coisas que provavelmente muitas de vocês também observam e nunca  falam (também nunca abri portas pra que falassem).

Sempre tem umas mães, que dão a sensação de terem tido a benção de receber o marido perfeito! Sabe como é?

O marido que ajuda sem reclamar? Que sabe cuidar? Que compreende, apoia, participa de tudo? Aquele que é companheiro, amigão, que não briga com nada, e para ele tudo está sempre bem, contando que a mulher esteja feliz…Um marido que simplesmente não dá trabalho nenhum! Sabe?

Pois é, eu vou confessar para vocês:

Eu duvido que esse marido seja só qualidades. Todos os maridos tem qualidades E defeitos.

Tenho certeza que muitas se sentem frustradas e infelizes, porque o marido não está sendo como ela sonhou um dia que ele viesse a ser, e quando lê outra mulher contar que existem outros maridos que se revelam "aparentemente" melhores  que o dela,  aí é que a frustração bate de verdade.

Gente, olha só, vocês já ouviram falar daquela historia de que no facebook todo o mundo parece feliz? Então… isso é a mais pura das verdades!!!

Infelizmente, a grande maioria dos homens da nossa sociedade não foi criado como nós gostaríamos ou achávamos que ele tivesse sido, e provavelmente, nós, mães de filhos homens, também podemos errar nessa educação, e transformar nossos filhos na réplica dos nossos maridos.

Vou falar por mim tá?

Eu comecei por ver esses comentários de mulheres com maridos “perfeitos” e a ficar chateada! Cada vez que via um comentário desses, a tendência era cobrar mais do meu marido, que até ali, estava tentando ajudar o mais que conseguia, só que o nível do meu stress, normal para uma mulher que havia acabado de ter um filho, estava alto demais e me impedia de ver isso!

Então, o fato de ver outras pessoas tendo o que naquele exato momento eu estava precisando, me deixava irritada, exigente e frustrada.

Fechava os olhos para as outras milhares de qualidades que o meu marido tinha e tem, e focava apenas no que eu queria que ele tivesse naquele momento, e que estava longe de ter. Nossa como isso era frustrante, stressante e desgastante!

Daí, um dia um casal, que eu admirava demais, que achava o exemplo dos exemplos como casal, e que havia acabado de ter um filho lindo, separou-se! Simples assim! Separou-se… Nossa como aquilo foi para mim um soco no estomago!

Mas acho que deve ter sido culpa da lua, porque depois desse, mais uns 3 se separaram. Casais que eu achava que tinham tudo o que na minha cabeça era essencial para o bom funcionamento de um casamento. O ultimo deles, foi para mim a maior surpresa! Casal lindo, família, vida, historia, tudo lindo, e do nada…  um final triste demais!

Sabe o que tudo isso me fez pensar?

Que o meu casamento, com todos os erros e acertos, todas as brigas e os desentendimentos, com todos os defeitos um do outro… o meu era o único casamento que eu deveria olhar, e acreditar que era exatamente o que me fazia e faz feliz! Eu só não estava conseguindo valorizar o que de fato valia a pena!

Se eu mudaria algumas coisas no meu marido? Lógico que sim, senão também não tinha graça, mas não mudaria a essência dele.

Passamos por crises? Ô se passamos! Principalmente depois que Matheus nasceu! Hoje brincamos um com o outro dizendo que sobrevivemos quase que por milagre, mas que foi super importante passarmos por tudo o que passamos, pois reforçou demais os nossos laços.

Foi desgastante demais. Eu queria porque queria que ele me ajudasse em coisas que ele simplesmente não tinha o menor jeito. Eu queria que ele se transformasse em alguém que eu, no fundo, sabia não ser o meu marido, e não conseguia enxergar que tudo o que estava acontecendo naquele momento, não era culpa dele, e sim “culpa” de uma nova fase da nossa vida, que como todas, precisam de um tempo para se ajustar e adaptar ao “novo”.

Vejo tantas mães reclamando… e tenho certeza que viajam nos pensamentos quando leem os comentários das “sortudas” de plantão que casaram com os “príncipes encantados”… Consigo até vê-las, fervendo de raiva porque davam tudo  naquele preciso momento, para ter o dom de transformar pessoas sem ter que se chatear, neste caso o marido, apenas com o estalar de um dedo.

Gente… dentro de 4 paredes, TODOS, todos mesmo temos os nossos problemas, e acredite, eu não estou com esta conversa, perdoando "os maridos" menos participativos. Eu estou apenas tentando mostrar para vocês, que muitos, muitos casais mesmo, passam por essa fase, só que alguns não conseguem ultrapassar porque se focam nos defeitos, esquecem as qualidades e começam a se cobrar o tempo todo… e não ha casamento que resista a tanta cobrança. 

O seu marido não está te ajudando como você precisava que ele estivesse? Você já tentou de tudo mas não conseguiu fazer com que ele mudasse? Esquece… Começa a lembrar porquê você casou com e saiba que, o fato dele cuidar mais ou menos do seu filho, não faz dele melhor ou pior pai! Tem pai que nunca trocou uma fralda, nunca acordou de noite para ajudar a mãe, mas com certeza tem outras qualidades como pai que você, se ainda não descobriu, vai descobrir em breve, quando o seu filho tiver um pouco maior e socializando mais. Essa primeira fase do bebê é mais para a mãe do que para o pai, e nem todos os pais sabem lidar com ela.

Uns tem problemas com umas coisas, outros com outros, e acreditem “o meu problema vai ser sempre pior e maior que o teu… simplesmente porque é O MEU problema!”

O problema, é que nem todo o mundo mostra isso e você fica fazendo novelas na sua cabeça, que só te vão fazer ficar pior do que você já está… mas tudo por culpa de quem? Do seu cérebro que insiste em fazer um conto de fadas de 10 mil páginas apenas com uma simples fotografia ou com um simples comentário.

Lembre-se sempre disto:

Fora de casa todo o mundo parece ser sempre feliz! Você já viu alguém “normal” querer mostrar ao mundo que tem o pior casamento de todos?

Vivemos numa era terrível… onde todos querem ostentar qualquer coisa… nem que esse algo que não seja verdadeiro, e isso faz com que, aquilo que temos pareça pouco para o que achamos que gostaríamos de ter.

Nós NÃO queremos aquilo que os outros têm… tenho certeza que se tivéssemos o que os outros têm, teríamos novos problemas, e quem sabe seriam bem piores problemas do que temos “hoje”.

Mas prometo que em breve escrevo um post para os pais… vou TENTAR fazer com que eles entendam o que tanto precisamos e eles tanta dificuldade encontram para entender e nos dar… 

Mas temos que admitir… parece fácil lidar com mulher, mas não é assim tanto! Somos complicadas por natureza.

Por hora, vale a pena pensar no que vos falei!

E dica: Quanto mais você cobra, mais eles tendem a se afastar e a fazer pior… é a natureza deles. 

Existem outras maneiras de tentar "ensina-los" a ser o que estamos precisando que eles sejam.

Não adianta você ler no comentário de alguém "eu eduquei ele a ajudar-me logo desde o começo" tal como se fosse uma mãe educando seu filho, porque para o marido dela funcionou, mas para o seu pode surtir efeito totalmente contrario viu?

Não brigue de cabeça quente, nem diga coisas que mais tarde possam fazer voce se arrepender. 

Quer um truque?

Quando tiver com vontade de brigar com o marido, encha a boca de agua e só engula quando se sentir mais calma! 

A água vai ocupar a sua boca e por incrivel que pareça, distrair a sua mente.

Quando se sentir mais tranquila, engula a agua, respira fundo, segura na mão de Deus e vai! 

 

 

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,