22Abr/14

Falando sobre Amamentação de um jeito diferente

POR: MirelaCATEGORIA: Confessionário, Papo de Mãe(9) COMENTÁRIOS

Antes de mais, quero deixar desde já claro que o meu objetivo é, sempre foi e sempre será com o intuito de incentivar ao máximo a amamentação, mas quero falar da amamentação de uma forma diferente, e espero de coração que todas entendam.

Quando Matheus nasceu, no momento em que nasceu (cesariana) ele foi colocado no meu peito, e senti uma emoção sem igual.

Naquele momento tive certeza que iria fazer de tudo para conseguir amamentar e consegui! Durante a gestação, o único medo que me assombrou foi o de não conseguir amamentar. Tinha uma imagem da amamentação não muito boa pois quando era criança, vi a minha tia amamentando e urrando de dor. Aquilo nunca mais saiu da minha cabeça e me fez achar que eu não seria capaz, mas quis o destino que comigo fosse diferente.

O Matheus teve uma pega perfeita (coisa que ajudou demais), mamou desde logo sem estresses, nem pressões e praticamente não machucou o meu mamilo, o que me faz agradecer muito a Deus até hoje por isso.

Eu tive a sorte de poder ficar em casa cuidando exclusivamente de Matheus, e não tive que voltar ao trabalho, por isso pude amamentar exclusivo até aos 6 meses. Sei que nem toda a mãe pode fazer isso, mas sempre que posso falo para todas que aproveitem o tempo que tiverem e puderem.

EU não tive problema algum com a amamentação, EU me senti super a vontade com essa experiência, EU pude ficar em casa até quando quis, EU não fui pressionada hora nenhuma e EU amei amamentar, mas isso gente, fui EU!

Acho chato essa pressão que fazem em cima das mães sobre a amamentação.

Tem que ser um negocio prazeroso.

É claro que a mãe as vezes tem que fazer um sacrifício, mas tem que ser bom para ambas as partes, e principalmente, a mãe tem que colocar na cabeça dela que se quiser, ela consegue amamentar sem passar pelo terror pintado, mas para isso precisa TENTAR! Insistir e persistir!

No entanto nem todo o mundo consegue, e não é por isso que é menos mãe, ou que ame menos!

Por isso acho errado essa brincadeira de escrever AMAmente.

Se formos vez, só isso já é uma pressão enorme!

As maternidades como todas sabem, é uma explosão de emoções e contradições, imagine essa palavra para quem teve depressão pós-parto, se recuperou, mas não conseguiu amamentar devido a medicação que teve que tomar?

Não acho bacana dizer que quem AMA amamenta, e olha que eu AMEI amamentar e morro de saudades.

Verdade seja dita, grande parte das mães, mas grande parte mesmo não consegue amamentar por causa do psicológico. Não existe mãe com “leite fraco” ou mãe “sem leite” e isso tá provado. Existe sim um sem numero de fatores que levam a isso, e que geralmente se resumem a “stress”!

Quer amamentar?

Converse com o pediatra que escolheu para o seu filho. Procure um banco de leite, uma enfermeira que faça toda a orientação.

Tem mamilo Invertido? Pergunte para a sua medica o que deve fazer (existe formador de mamilo instantâneo para puxar o mamilo na hora da amamentação sabiam?). Eu tinha mamilo invertido e isso não foi empecilho hora nenhuma e com a própria amamentação deixei de ter.

Passaram os seis primeiros meses?

Se puder continue amamentando. A natureza é sábia e você começa a produzir apenas leite necessário! Não julgue que está ficando sem leite. Você só não vai produzir mais leite desnecessariamente. E por ultimo, nem todo o mundo pode ficar em casa para poder amamentar exclusivamente ate aos seis meses. Infelizmente o país em que vivemos não pensa nisso quando dá a licença de maternidade, mas para isso existem as maquinas de extrair leite, e você pode extrair seu leite e guardar para deixar com quem vai ficar com o bebe.

Vocês podem ler AQUI como continuar amamentando depois que volta ao trabalho.

Mas e as mães que não amamentaram? Essas são tão mães quanto eu e é isso que eu quero com este post. Lembrar que por de trás de uma mãe que não amamentou, existe sempre um motivo e precisamos respeita-lo e parar de fazer julgamentos sem conhecimento de causa!

Não é porque eu consegui amamentar que eu me acho no direito de julgar quem não conseguiu.

A única coisa que não vale é NAO TENTAR!

Todas as mães precisam tentar, e acreditar que são capazes e se não conseguirem, tudo bem também!

 

Ps.: Falando em amamentação, dei uma dica no instagram de uma marca que confecciona vestidos, macaquinhos e macacões, especiais para mulheres que estão nessa fase, pois eles tem abertura frontal que facilitam a amamentação. É a Vestido de Chita, e para conferir a linha especial para as mamães que estão na fase da amamentação, é só CLICAR AQUI!

 

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , , , , , , , , ,
16Jan/13

Tipos de mamilo

POR: MirelaCATEGORIA: Antes, Depois, Diversos, Durante, Papo de Gestante(0) COMENTÁRIOS

bf1908b655d911e2918122000a9f0a12_7MAMILO NORMAL 92% das mulheres têm mamilos normais, ou seja, nem muito para fora, nem liso, nem para dentro. Isso significa que a imensa maioria delas não terá qualquer problema para amamentar, pelo menos no que diz respeito ao mamilo. .

MAMILO COMPRIDO Algumas mães têm um mamilo bem comprido. O problema desse tipo de mamilo é que o bebê tem a tendência de pegar só o bico, sem abocanhar a aréola. Se o bebê pegar só o mamilo, as rachaduras certamente virão. E a dor é intensa. Bom, de qualquer forma, é um problema muito simples de resolver. Basta você tentar amamentar em diferentes posições, fazendo pequenas variações, até descobrir qual a posição que faz com que o bebê abocanhe a maior parte possível da aréola. Se o bebê pega boa parte da aréola, não haverá problema. .

MAMILO PLANO O mamilo plano é aquele que não é “para fora” nem “para dentro”. Mamilos planos não costumam trazer grandes problemas para a amamentação, por que são mais fáceis de corrigir do que os mamilos invertidos. Muitas vezes, quando o bebê é forte, a simples sucção faz com que os mamilos planos voltem ao normal. O Segredo de amamentar com mamilos planos é fazer o bebê abocanhar o máximo de aréola possível. Também podem ser usadas as conchas para formar bico, além de exercícios e bombinhas de sucção. Antes de amamentar, pode-se também aplicar um pouco de gelo na aréola ou pinçar a aréola com os dedos. Em algumas mulheres, isso fará o bico aparecer. Muitas vezes o mamilo plano é confundido com o ingurgitamento mamário. Acontece que, quando as mamas estão muito cheias, o mamilo pode ficar liso, mesmo que não seja plano. Nesse caso, basta ordenhar o leite para normalizar a situação. .
MAMILO INVERTIDO Apenas 0,5% das mulheres têm mamilo invertido. Há variados graus de inversão, alguns são fáceis de corrigir e outros não. Do mesmo modo que existem os mamilos falso-planos, existem mamilos falso-invertidos. Se os mamilos forem verdadeiramente invertidos, a amamentação pode ficar um pouco dificultada, mas é possível amamentar mesmo assim. É necessário paciência e tempo. . CURIOSIDADE Uma mesma mulher pode ter dois tipos de mamilo diferentes. Pode haver qualquer combinação. O lado direito pode ser normal e o esquerdo pode ser invertido ou plano. Fonte: www.comoamamentar.com
[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , , ,