12Nov/14

Quando uma viagem surge no meio do desfralde

POR: MirelaCATEGORIA: Papo de Mãe(1) COMENTÁRIOS

IMG_1691.JPG
Matheus começou o desfralde tem já algum tempo. Como vocês podem ler aqui, eu nunca tive nem compreendo muito quem tem pressa de desfraldar a criançada cedo. Sempre fui da opinião de que uma hora Matheus ia mostrar-se pronto e sem forçação de barra, nós iniciaríamos esse processo. Na verdade eu precisava me sentir igualmente pronta, já que é uma mudança pra mim também, mas isso vocês já estão cansadas de saber kkk
Quando começamos a programar a viagem, hora nenhuma eu me preocupei com o desfralde. Verdade seja dita, eu acho que sou exageradamente desencanada hahaha porque sequer me lembrei disso.
Minha filosofia é mais ou menos assim: “Na hora eu logo me preocupo e resolvo!” porque não tinha muito que fazer.
Matheus estava já na fase de aprender a sair de casa sem fralda e o negócio estava até correndo bem só que eu sabia que em viagem a coisa ia ser bem diferente, e de fato foi!
No avião era impensável ir sem fralda e como era voo noturno eu agi como se estivesse em casa. Quando chegamos em Portugal ainda tentei nos primeiros dias continuar com o mesmo ritmo que estava aqui mas rapidamente entendi que não ia dar. Matheus estava fora da rotina dele, tudo era novidade, e isso fazia com que ele andasse praticamente o tempo todo entusiasmado e entretido com alguma coisa e como esperado, o xixi era a última coisa que ele se lembrava por isso, voltamos às fraldas (pra alegria da mãe aqui que ama uma fralda hahaha).
Passamos a viagem praticamente toda usando fraldas como se ele nunca tivesse desfraldado mas sempre que alguém ia no banheiro ou eu via um local “legal” pra fazer xixi eu perguntava e ele ia e fazia.
Matheus não reclamou nem de usar nem de não usar fralda. Para ele tudo sempre tava legal e ele ser assim fez toda a diferença na nossa viagem.
O frio faz fazer mais xixi e andar com milhares de mudas de roupa só para não interromper um troço que eu nem valorizo tanto assim… Não obrigado.
Quando voltamos para casa retomamos onde estávamos e quer saber?
Nem parece que viajamos! Kkk

Sabe o que eu concluo? Que quanto menos você valorizar e se estressar, melhor!
Sempre que eu me estresso o negocio dá pro torto. Quando eu nem penso no assunto, corre que é uma beleza!
Tenho que começar a fazer isso com relação a chupeta.
Desencanar e não valorizar a partir de agora é a palavra de ordem!

Bjs
Mi

     
    TAGS , , , ,

    1 comentários

    1 Comentário

    Fabi Fontainha

    13 de Novembro de 2014 às 15:54Responder

    kkk muito legal seu post tô rindo sozinha. Acho que você tem razão melhor desencanar, dar menos importância e não se estressar com esse momento do desfralde.

    Deixe um comentário