26Mar/15

Primeira viagem com o filhos a gente nunca esquece

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

IMG_5960

Bom dia gente linda,

Fiz uma parceria com a Expedia Brasil para contar para vocês sobre uma viagem que fiz em família. Achei super legal porque nunca contei aqui qual, nem como foi a primeira viagem da vida do Matheus e se não tivesse sido essa parceria, não teria lembrado.

IMG_5848

Eu levei o bebê conforto na cabine. Dei sorte de ter um lugar vago ao meu lado e Matheus foi confortável o voo todo!

 

Haviam passados apenas dois meses desde o nascimento do Matheus quando durante um jantar de família o meu sogro anunciou que gostaria de viajar com todos para Gramado/Rs.

Por breves instantes pulei de alegria na cadeira, mas rapidamente, através de um olhar do meu marido, percebi que todos iriam menos nós e a alegria se transformou em desgoto.

 

Gramado sem dúvida era um dos lugares que mais vontade eu tinha de conhecer, mas o meu filho estava com apenas três meses de vida e Gramado não é propriamente aqui do lado. Sabia que seriam algumas horas de voo e achei que ele era muito novo para ficar tanto tempo num ambiente fechado e ir para uma cidade tão fria quanto aquela.

Nem nos animamos com a idéia e ainda que sofrendo um pouquinho, ajudamos a família a sonhar com a viagem.

Ajudei com a escolha do hotel, com a melhor data, com tudo… Estava triste porque não podia ir, mas muito feliz porque quem ia merecia e iria divertir bastante.

Quando tudo estava praticamente decidido, sai para almoçar com a pediatra do meu filho e em conversa falei que estava arrasada porque todos iam para Gramado menos nós.

IMG_6036

Ela perguntou porque não íamos e respondi quase que em tom de ironia “porque Matheus só tem três meses… Duuuh”.

Ela riu, olhou para mim e perguntou apenas: “Em Gramado não tem criança pequena não?” Fiz que sim com a cabeça e retruquei: “mas e o voo?”

Mais uma vez, rindo ela falou que ele não era mais tão novinho assim e já podia andar de avião!

Noooossa, pense na felicidade da pessoa e na raiva também!

Como eu não lembrei de ligar antes pra ela pra perguntar?

Liguei na mesma hora para o meu marido e ele ficou tão feliz quanto eu e no mesmo dia, fechamos a nossa viagem!

A nossa primeira viagem em família… lembro até hoje de como me senti ansiosa e feliz.

Sabia que ia ser perfeito. Matheus estava mamando, por isso sabia que não tinha que me preocupar com praticamente nada e que tudo seria simples e assim foi!

O voo teve escala em Sao Paulo e metade do trajeto ele dormiu, e a outra ficou só observando tudo. Matheus era um bebê calmo por isso não me surpreendeu.

Chegamos a Gramado no fim do dia. Quando terminamos de nos acomodar, dei de mamar e parti-mos  para um jantar numa pizzaria bem agitada e deliciosa. Seria essa a primeira “noitada” do meu filho.

IMG_6213

Manteve-se no carrinho a maior parte do tempo sorrindo e conversando no dialeto dele e só o tirei depois que comi para não abusar também da sua boa vontade. Chegamos tarde da noite no quarto e ele, julgo por vir cansado de tanta novidade, apagou sem nem tomar o banhinho dele mas nem estranhou. Dormiu até quase às 6 da manhã do dia seguinte, o que foi perfeito porque tinhamos que acordar por volta dessa hora para partir para a nossa primeira excursão!

Fato interessante foi que só lembrei que não levei uma banheira quando já estava no hotel mas logo desencanei porque o pai costumava tomar com ele banho de chuveiro em casa, então, o banho manteve-se igual.

IMG_6108

 

Pegamos bastante frio em Gramado mas fui bem equipada pois uma amiga de Portugal que tinha tido bebê no inverno, mandou através de outra amiga o necessário pra me virar nesses dias e graças a Deus, Matheus não passou frio hora nenhuma. Na verdade, desconfio que passou calou porque inexperiente, terminei agasalhando ele demais mas como não reclamou, acho que não sofreu.

Foram 5 dias fantásticos.

Conseguimos fazer tudo o que pretendíamos, sem ser impedidos de fazer nada por estarmos com um bebê. Ele se comportou o tempo todo, nos deixou curtir as excursões, brincou do jeito dele, foi pro colo de quem o quis pegar, ganhou o titulo de bebê anjo, suportou muito bem o frio (chegou a sentir no rosto, temperatura negativa) e mesmo que não se recorde nunca desses dias, tenho certeza que foi tão maravilhoso para ele tanto quanto foi para nós.

 

Nessa mesma viagem conclui que viajar com bebê pequeno é muito melhor e mais fácil que viajar com bebês ou crianças maiores

.IMG_6160IMG_6396

Como não anda, não temos problema de o segurar ou no colo, ou no carrinho. Como só mama, não temos problema de andar em busca de comida para ele. Como não fala, não faz birra pedindo o que não pode ter…

Bem, foi uma experiência tão boa que no mês seguinte, fui com ele sozinha para Portugal passar 17 dias kkk

IMG_6049    IMG_6266

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS

0 comentários

Deixe um comentário