16Abr/14

Pesos de consciência de uma mãe

POR: MirelaCATEGORIA: Confessionário, Papo de Mãe(7) COMENTÁRIOS

sad-woman-silhouette

Olhando Matheus aqui do meu lado, sempre me recordo do tempo que o esperei.

O meu filho sem dúvida foi um filho muito desejado, muito esperado! Levei uma vida imaginando e desenhando cada contorno do seu rosto, cada detalhe da sua personalidade…

Perdi a conta das vezes que o "encontrei" em sonhos, que o abracei e chorei pela sua demora, mas finalmente ele chegou. E não poderia ter escolhido melhor momento para a sua chegada. No entanto, grande parte do romantismo da maternidade se acaba quando o dia a dia da vida real começa e toda a pressão, todo o stress, todo o cansaço e desgaste ganham espaço.

O contato diário de fato consegue fazer aquele amor que já parecia infinito, aumentar ainda mais, mas consegue fazer também com que tenhamos atitudes nunca antes pensadas ou até mesmo juradas de nunca serem feitas… e é quando essas atitudes aparecem que chega também a sensação de desilusão… a falta de paciência nos transforma e nos deixa com a sensação de fracasso e é essa sensação que nos faz ir pra cama com um aperto no peito e uma vontade gigante de mudar. E é esse aperto que nos faz jurar e voltar a acreditar mais uma vez que amanhã tudo será diferente e que amanhã conseguiremos finalmente ser "aquela" mãe que sempre imaginamos que um dia seriamos.

"Hoje eu tou assim… Triste porque poderia ter esticado mais um pouco a paciência e o "elástico quebrou". Agora ele dormiu e o meu coração apertou… Nem sempre consigo me sair tão bem quanto gostaria, mas tenho certeza de que conseguirei um dia" Boa noite mamães

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , , , , , , , , , , , ,

7 comentários

7 Comentários

Aline Rafaela

16 de Abril de 2014 às 9:33Responder

Adorei é bem assim que nos sentimos! ♥

Renata

16 de Abril de 2014 às 12:21Responder

Meu Deus , é Bem assim que eu estou !!! Eu me cobro muito, tento ser a melhor mãeeee do mundo, tento me virar em mil para estar o maior tempo possível com o meu filho, e quando estou tento ser a melhor !!! Mas as vezes o cansaço, a correria, o stress, e até mesmo essa cobrança que tenho comigo, me exausta, e quando estou com ele, as vezes perco a paciência, e aquele momento que era para ser perfeito, aquele momento que eu tanto quis ter no meu dia,eu acabo estragando por perder a paciência, e isso me acaba, me corroi por dentro…

Rafaela

16 de Abril de 2014 às 18:34Responder

Ai Mirela! É tão eu… É muito reconfortante saber que não estou sozinha nessa, que isso acontece mesmo cm qualquer “boa mãe”! Amei o post

Shirley

16 de Abril de 2014 às 21:44Responder

Ah como eu entendo….sei bem o que é sentir essa dor!!

Barbara

16 de Abril de 2014 às 22:14Responder

Lindo post mirela, tem dias que me sinto assim mesmo, assim como seu Mateus minha sophia foi muito sonhada e planejada…ser mãe foi a melhor coisa que me aconteceu….conheci o amor sublime…mas as vezes o cansaço diário faz a gente fazer coisas que sempre se arrepende e pedir desculpas mesmo quando nosso pequeno já está dormindo e também que já nos perdoou muito antes de qualquer coisa…tem dias que meu elástico também quebra e aí então eu uso esse mesmo elástico como lição para colocar o amor acima de tudo e tentar exercitar mais a paciência….adoro seu trabalho e sou uma leitora assídua do seu blog….sucesso sempre, beijos

Talissia

18 de Abril de 2014 às 22:45Responder

Olá, sou mãe de primeira viagem, meu anjinho tem 1 mês, e realmente a gente passa por isso tudo que vc relatou, nosso amor é colocado a prova rsrsrs, mas é claro que seremos aprovadas !!

Regina

15 de Maio de 2014 às 14:29Responder

Gostei muito do tema e a forma como escreves é fenomenal !Parabéns !!

 

Deixe um comentário