28Fev/14

Pareço boa mãe mas…

POR: MirelaCATEGORIA: Confessionário, Papo de Mãe(34) COMENTÁRIOS

Pareço boa mãe mas…

 

·         Perco a paciência facilmente e me arrependo mais facilmente ainda!

·         Odeio quando estou morrendo de sono e Matheus simplesmente não quer dormir.

·         Tenho dificuldade em acordar no meio da noite quando Matheus chora. Geralmente meu marido me acorda pra dizer que o pequeno está chorando… O que me deixa super irritada (se escutou porque não levantou?)

·         Ás vezes acho que não vou conseguir educar o Matheus como sempre imaginei que conseguiria.

·         Nem sempre tenho paciência para ficar brincando no quarto com ele (invejo ao extremo a empregada aqui de casa que sempre tem paciência).

·         Nem sempre consigo segurar o riso quando ele faz besteira ou mal criação.

·         Muitas vezes fico no celular e ele quer atenção (sempre me arrendo e digo que nunca mais o faço, mas termino sempre fazendo e me odiando por isso. Acho que fiquei viciada pois faço isso desde que Matheus nasceu e muitas vezes não consigo controlar, o que me deixa com mais raiva de mim mesma).

·         Para conseguir fazer as minhas coisas, deixo ele no ipad sozinho.

·         Às vezes troco a fralda e não coloco pomada.

·         Durante os Fins de Semana esqueço totalmente a rotina dele, a sorte é que ele adora.

·         Às vezes sinto falta da minha vida de antes (raramente mas já senti).

·         Adorei voltar a trabalha.

·         Às vezes como as papinhas do Matheus.

·         Já coloquei mucilon na mamadeira do Matheus para ver se ele dormia a noite toda.

·         Já deixei Matheus cair da minha cama.

·         Não consigo dizer não quando ele me pede a chupeta (medo só de pensar na altura em que terei que tira-la).

·         Já me deixei dormir enquanto amamentava ele e quase o sufoquei porque.

·         Amamentei várias vezes ele deitado (não pode!!!)

·         Não estou conseguindo ser a mãe que falei que iria ser.

·         Já fingi estar com dor de barriga só para me trancar no banheiro e fazendo as minhas coisas tranquila.

·         Já gritei com Matheus e me arrependi muitoooo no segundo a seguir.

·         já briguei com ele sem necessidade (me arrependi logo de seguida também).

·         Já dei comida de potinho porque tive preguiça de cozinhar.

·         Já comi besteira escondida de Matheus só pra ele não ver, pedir e eu ter que dar.

·         Já cheguei atrasadíssima numa festa da escolinha do Matheus onde ele tinha uma apresentaçãozinha (dia das mães). Cheguei lá e ele era o único sozinho na sala a minha espera. Morro de peso de consciência até hoje.

·         Faço de tudo para ele dormir mais um pouco aos fins de semana.

·         Nem sempre consigo dar conta de cuidar dele sozinha como achei que iria conseguir.

 

É gente, pareço boa mãe mas morro de errar. Esses foram os que me lembrei, mas tem muitos mais. No entanto, erro tentando acertar e isso conta muito!

E vocês? Completem a frase “Pareço boa mãe mas…”

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , , , , , , , , ,

34 comentários

34 Comentários

Tha

11 de Dezembro de 2013 às 15:01Responder

Nossa me identifiquei com esse texto! Kkkkk Obrigada por aliviar meu peso na conciencia! Kkkkk amo seus textos!
Bjus

tamara azevedo

11 de Dezembro de 2013 às 15:35Responder

Kkkkkkkkkkkkkkk.Adorei, não me sinto mais uma extraterrestre. Me identifiquei na maioria das citações, acho q vários mamães também.

Cyntia

11 de Dezembro de 2013 às 18:13Responder

Afffffffffffffff, finalmente umas HUMANA, pensei que era so eu assim! Me identifiquei com varias coisasenos da escolinha pq minha pequena nao estuda ainda! Obrigada, obrigada, obrigada! Rsrsrdrsrdrsr!

Michelle

12 de Dezembro de 2013 às 9:33Responder

Mas…. parece até que fui eu quem escrevi o post acima… como a gente sofre, Deus do céu!

gabriela

12 de Dezembro de 2013 às 10:13Responder

nossa,muito eu quase isso tudo. Ainda nao voltei a trabalhar. Alem de nao ter com quem deixar ele,creche e babá aqui sao caros,nao iria valer a pena trabalhar. Mais penso muito em voltar a trabalhar aomnos 2 vezes na semana. Me senti muito aliviada depois q li seu texto,pensei q eu fosse a unica. Obrigada

ana

12 de Dezembro de 2013 às 19:03Responder

Chorei ao ler porque tem horas que choro muito por não consegui ser a mãe que imaginava que iria ser ,principalmente quando brigo com ele depois meu coração doi muito, já gritei com ele bem forte uma vez, ando muito irritada triste por não ser quem eu gostaria de ser .

    Kessia

    13 de Março de 2014 às 20:15Responder

    Ana, eu também sofro muito por não conseguir ser a mamãe que sempre desejei e esperei ser para meu bebe de 9 meses, me sinto muito triste ao menos uma ou duas vezes por dia. Tenho me sentido muito melhor acompanhando blogs e sobretudo lendo este tipo de texto que me emostra que não estamos sozinhas… Pouco a pouco encontraremos um equilíbrio entre o que sonhamos ser e o que somos, eu espero…

Driely

12 de Dezembro de 2013 às 21:19Responder

Me identifiquei em praticamente tudo rsrsrs. Mas me responde uma coisa, pq amamentar deitada não pode ? Amamento deitada minha filha as vezes e nunca aconteceu nada.

    1 de Março de 2014 às 0:22Responder

    Não pode, pois pode causar otite, o leite desce e inflama o ouvido. Ser for mesmo a melhor posição para vcs, compre uma rampa antivarizes ou antirefluxo e amamente deitada nela. Aí vcs duas ficam elevadas, minimizando o problema.

ler e amar

12 de Dezembro de 2013 às 21:30Responder

Adorei seu blog… Acompanho no insta…
Sou mãe também, de primeira viagem… Minha pequena tem um mês e meio e se chama Maria…Agora que voltei pro meu blog, que é sobre livros… Dá uma olhada lá… Beijãooo e boa noite
Aliny

Silvia

12 de Dezembro de 2013 às 21:56Responder

Pareço ser boa mãe, mas depois que ela arrota eu torço para que ela não queira voltar a mamar.

Denise

13 de Dezembro de 2013 às 11:39Responder

Nossa, que legal esse texto. Me cobro tanto, me sinto culpada por sentir tais coisas e sozinha por não poder compartilhar com ninguém. Que bom saber que não estou só!! Ás vezes parece que todas as mães no mundo são maravilhosas, e não sentem nada disso e só você pensa nessas coisas..rs.. beijos e obrigada!

Michelle

14 de Dezembro de 2013 às 15:51Responder

Kkkkk, ri tanto, pq sou igualzinha!!!

Patrícia Lobão

16 de Dezembro de 2013 às 21:49Responder

“Pareço boa mãe,mas…já perdi a paciência e gritei com meu pequeno e me arrependi logo em seguida e pedi desculpa e ja desejei minha vida de solteira de volta e vi que não teria ele e esqueci na hora!”

Camila

18 de Dezembro de 2013 às 10:15Responder

Que beleza ver que essas coisas são comuns entre as mamães!!

ALÍVIO.

Shirley

17 de Janeiro de 2014 às 11:28Responder

Ai como é bom ler isso…ufaa EU NÃO SOU PERFEITA E NÃO ESTOU SÓ… ganhei meu fim de semana

Camila

28 de Fevereiro de 2014 às 13:33Responder

Nossa como é bom saber que essas coisas não acontecem somente comigo…

Valéria

28 de Fevereiro de 2014 às 15:50Responder

Oi Milena, adorei seu blog, sua sinceridade e sempre que visito seu blog me sinto melhor..me sinto compreendida…!!!
Diferente de você, não voltei a trabalhar e estou com meu filho 24 horas por dia! É muito bom mas também cansativo, fora a dependência financeira do marido… mas quando vou desabafar para alguém próximo dá impressão que estou reclamando e não e isso…é simplesmente um desabafo!
É muito bom saber que não estou sozinha!
Quando possível gostaria que você fizesse um post sobre as mulheres que resolveram largar por um tempo seu trabalho para se dedicar aos filhos….
Obrigada por alegrar meus dias com seus posts!!!
Que Deus continue abençoando sua linda família!

Maria Helena Schappo

28 de Fevereiro de 2014 às 15:56Responder

Como é bom ver que existem mais mães, que pensam e passam pelas mesmas coisas… somos humanas, e somos seres humanos individuais… por isso erramos, sentimos, acertamos, tentamos… e por ai vai! Mais quando nosso baby olha pra gente com olhar de amor e abre a boquinha pra dar beijo… Tuuudo isso passa, e vc ve, que o amor esta ali! AMOOO TEU BLOG!

carla

28 de Fevereiro de 2014 às 16:55Responder

Eu sinto isso dessa mesma forma e digo sempre com vergonha que não tenho plena vocação para maternidade….
Bom saber que sou “normal”….

Lidiane Moreira Ribeiro

28 de Fevereiro de 2014 às 17:13Responder

Ri enquanto lia…Me aliviou o coração, me sentia tão culpada…rsrs

gabriela

28 de Fevereiro de 2014 às 23:10Responder

Super me identifiquei, principalmente com a da cama. Deixei o meu filho mais velho cair de uma cama box muito alta com 6 meses. Quase morri! E agora com o meu bb de 50 dias cometo praticamente todos os erros do texto.

Danielamirandas

1 de Março de 2014 às 4:23Responder

Sou mãe há 10 dias, o pediatra falou-me 2 coisas que tocara-me profundamente: o mundo carrega uma expectativa materna que vem de tempos ( o que esperar de uma mãe , de maneira engessada) … E que , a relação com o meu bebê precisa ser de troca de até onde eu consigo ir e até onde p meu bebê usufrui( no meu caso falava de amamentaçao ) Ou seja, tirou kilos de culpas que eu já caregava com tão pouco tempo. Amei seu desabafo e já me identifico com algumas. Acompanho você no insta. Bjs

priscila carmel

1 de Março de 2014 às 9:22Responder

“Pareço boa mãe,mas…já planejei largar tudo e ir morar em outro estado sozinha…!”

Fabiola

2 de Março de 2014 às 6:45Responder

Tbem me identifico com o texto… O problema e q idealizamos um tipo de mãe, q eu ouso dizer q não existe, precisamos de tempo e vida p nos!!!! Então nada de culpa ( fácil falar) tenho certeza q mesmo com esse ” deslizes”
eles trai ótimas lembranças da gente!!!!
Teu blog e muito bom! Parabéns!!!

Naiane

4 de Março de 2014 às 17:36Responder

Gente, eu não sabia que não pode amamentar o bebê deitado! Minha filhotinha tem 1 mês e já a amamentei deitada! Adorei esse blog e os textos são tão reais e humanos. Parabéns!

Carola Villazon

6 de Março de 2014 às 22:23Responder

Adorei o texto, muitos dos itens que colocou também se encaixem nos meus pecados de uma Mae humana!
Completando…
– o desfralde do meu filho so consegui finalizar com 3 anos e alguns meses
– quando chego cansada do trabalho deixo ele algumas vezes também no IPad.
– ja fui chamada na escola por ele ter batido nos amiguinhos ( esse pra mim foi o pior)
– me culpo por fazer muito as vontades dele, por trabalhar o dia inteiro fora, peco nesse assunto
– e muito dificil dizer Nao, muito mais do que e pro pai
– as vezes esqueço de escovar os dentes dele a noite

Livia Nobrega

6 de Março de 2014 às 22:31Responder

Adoro seu blog e seus posts!! Sou mae do Ian, que é dois meses mais novo que seu Matheus: ele nasceu em Maio/2012. Agora mesmo estava morrendo de chorar porque me senti culpada apos uma briga com meu pequeno, que esta muito cheio de vontades e me controlo pra nao deixar que ele seja uma criança chata, daquelas que ninguem quer por perto. Vim pro seu blog pra procurar conselhos e achei mais que isso, achei consolo!! Obrigada por me mostrar que sou normal , e que por mais que a gente mae esses pequeninos, estamos muito longe da perfeicao!! Super Beijo !!

Renata Lima Alvim

10 de Março de 2014 às 20:32Responder

Me identifiquei em varias coisas… É normal do ser Humano querer mostrar só o lado bom das coisas pra os outros e é ai que muitas mães ficam frustradas ao viver o lado difícil (completo) de ser mãe que é educar! Beijos e mais paciência para nós!!

Priscilla

13 de Março de 2014 às 21:49Responder

Me identifiquei em tudo,me arrependa a cada atitude tomada na falta de paciência,meu filho é minha vida,meu tudo!

Cristiane

31 de Março de 2014 às 0:31Responder

Gente, realmente mãe é tudo igual… Sempre penso q só eu faço tudo q vc falou no post, mas ainda bem q não estou só, me arrependo muito de não ter tido mais paciência com meu filho, hj ele está com 2 anos e 6 meses, mas quando ele era mais bebe eu estourava com tudo q ele fazia e quando olho p trás choro só de lembrar q quando ele mais precisava da minha paciência eu não tinha, e confesso q pedi muito p Deus me ajudar a ser uma boa mãe, ser paciente e hj ele mudou tanto, ta tão rapaizinho q fico toda orgulhosa dele, inclusive estou grávida de novo e espero errar menos pq eles tem muito a nos ensinar. Bjos

Monique

21 de Novembro de 2014 às 19:27Responder

Pareço boa mãe mas ja deixei o celular cair no meu filho mexendo nele na cama! rsrsrs ♥

nathalya

19 de Março de 2015 às 0:51Responder

nossa,minha filha esta com 1 ano e 6 meses e esta em uma fase dificil.
Só nessa semana perdi a cabeça com ela 2 vezes,e acho q as 2 vezes foram desnecessárias..gritei ( odeio),dei palmadas ( odeio mais ainda,nunca quero fazer isso ),e fui mto estupida com ela.Estou morrendo de peso consciência até agora,nem consigo dormir e só choro de arrependimento,Tenho medo que isso possa ter afetado o psisicologico dela,e que fique com raiva,medo de mim,que se afaste de mim e nao me queira mais por perto agora e futuramente,

Angela

1 de Maio de 2015 às 18:52Responder

Nossa me identifiquei com muitas coisas. Ainda bem que não sou apenas eu. Me sinto melhor em saber que isso é normal afinal nosso dia a dia é corrido e cheio de responsabilidade. Também Brigo e já gritei com meu pequeno de apenas oito meses… E me arrependo peço perdão a ele. Não quero mais ter filhos. So meu Anthony mesmo.obrigada pelo texto muito sincero. Fique com Deus bjos.

Deixe um comentário