30Mai/14

Mulher que se cuida também pode ser mãe e SEM CULPA

POR: MirelaCATEGORIA: Diversos, Papo de Mãe(3) COMENTÁRIOS

E aí, topa encarar mais esse papel?
Mas qual pelo amor de Deus?
Já sou mãe, dona de casa, esposa, amiga, filha, vou ter tempo para mais alguma coisa?
Ta, mas isso tudo nem toma tanto tempo! Acho que você precisa trabalhar, mulher moderna hoje em dia trabalha!

Ah, as Cobranças!
Elas podem também vir de outra forma, talvez hoje em dia a mais comum delas é:
“O que? Você ainda não tem filhos? Mas tá casada a quanto tempo?
O que? Só vai ter um filho? E mais pra frente??”
Nossa, como é difícil hoje em dia atender todas as expectativas da sociedade.
Se não trabalhamos, somos dondocas, se trabalhamos demais, somos frias, se temos muitos filhos, somos loucas, apenas um, somos egoístas, se saímos com as amigas, deveríamos estar cuidando do marido, se deixamos o filho com a babá para malhar, somos fúteis, se deixamos de malhar, somos preguiçosas…
E se reclamamos dos nossos filhos e pedimos férias então…?? Mas só uma horinha de paz!!?? Nossa senhora!!!
Mas como assim?? Ué, colocou filho no mundo, agora tá reclamando??
Vamos encarar a realidade, não é?? Cuidar de filho cansa e muito sim senhora!
Somos mulheres, temos mil outras necessidade, vontades, desejos e expectativas que não estão apenas e diretamente ligados aos nossos filhos e que ficam adormecidos muitas vezes.
Depois de serem mães, muitas mulheres acabam se anulando, até por achar que maternidade é isso mesmo, que tem que se entregar, se esquecer e se anular por que agora nada mais importa, apenas os filhos.
Mas elas esquecem que para fazer alguém feliz, saudável e equilibrado, é preciso também se sentir assim.
As experiências vividas além da experiência da maternidade de alguma forma enriquece também o relacionamento mãe e filho. Você precisa voltar a se escutar, se entender, se amar, para continuar a florescer.
Entrar no piloto automático e esquecer até mesmo de curtir o próprio filho, prestando atenção apenas no lado operacional da coisa, acaba virando rotina!
Por isso, eu gostaria de sugerir alguns passos que utilizamos no processo de coaching para você sair dessa sem culpa.
Em 1º lugar, reserve 15 minutinhos do seu dia. Se não conseguir os 15, reserve 10, ou 5, alguns minutos para pensar em você. É importante!
Feche os olhos, respire! Preste atenção na tensão do seu corpo, mexa seu pescoço, se alongue e escute sua respiração. Pense apenas em você.
Agora pense em uma, apenas uma coisa, que você gostava muito de fazer antes de ter filho e que nunca mais fez. Ou que sente saudades de fazer com mais frequência. Pode ser desde algo simples, como tomar um milk-shake de baunilha, até algo mais elaborado, como uma viagem com o marido.
Lembre-se de como você se sentia nesse momento. Lembre-se do cenário, das sensações! Deixe sua cabeça ir… Viaje! Se permita! Esqueça o que está a sua volta. Reviva essas emoções.
Agora escreva em um papel uma atitude, ou passo, como você quiser chamar, que você tomará essa semana, para você poder passar de novo por um momento como esse.
Se a realização for a viagem, talvez exija um planejamento mais elaborado, mas o primeiro passo e tão ou mais importante quanto o ultimo para você chegar lá.
Planeje! Coloque uma meta para cada passo. E quando realizá-lo, viva!!! Comemore e determine o próximo! Saiba do que você é capaz! Você colocou um filho no mundo! Você tem alguém que depende de você! Você tem noção da sua força e do seu valor??
Por que você não conseguiria mais? E mais?
Com força de vontade para começar, você se organiza e vai! O prazer da conquista, da superação e da realização é químico! Vicia!
Experimente dar o primeiro passo!

Elisa Lopes
Coach
www.eucoaching.com.br

20140530-184624-67584899.jpg

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS

3 comentários

3 Comentários

Renata

7 de Junho de 2014 às 10:11Responder

Nossa Mi…..como ninguém comentou ainda essa postagem?????

Me senti contempladíssima com td o q diz o texto. O julgamento da sociedade é mt cruel msm, e ficamos com aquele diabinho nos infernizando o tempo inteiro….affff

tenho sofrido com isso. Sentido culpa por n sentir culpa em deixar minha pequena por alguns minutos pra me cuidar, simplesmente pelos comentários babacas das pessoas!

É mt difícil

Danielle

8 de Junho de 2014 às 0:07Responder

Acho que a maioria só quer falar mesmo, tipo ter assunto sabe? A gente ouve pq se cobra de ser sempre melhor e as pessoas sabem disso e aproveitam. Tem que abstrair mesmo, filtrar bem e agir pura e simplesmente com o que diz nosso coração e consciência que já dão trabalho suficiente. 

jaqueline

8 de Junho de 2014 às 23:14Responder

Nossa perfeito pro momento que to hoje

Deixe um comentário