2Set/15

Minha opinião sobre os potinhos de comida pronta da Nestlê

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Para Mamãe, Publipost(0) COMENTÁRIOS

aaaaa

Se você não gosta desses potinhos, pule o post porque eu gosto e muito, e vou falar bem deles neste post! rs.

Comecei a oferecer esses potinhos da Nestle desde que Matheus tinha uns 7-8 meses. Porquê?

Bem primeiro porque eu e o meu marido gostamos muito de viajar e como tem deles no mundo todo, eles são um imenso quebra galho na hora da agonia, depois que eu, como vocês sabem, não sou uma super mãe, muito menos super amélia e não é muito do meu estilo ficar levando comida caseira quando passo o dia fora com o meu filho  e por isso, comecei a dar e dou até hoje quando necessário é, e ele adora (até hoje).

Vocês já me conhecem por isso sabem que radicalismo não é comigo. Além disso, gosto de praticidade e sei que muitas mães são como eu, no entanto sei também que muitas se culpam porque escutam algumas mães falar que esses potinhos da Nestle são prejudiciais para o bebê.

Pois eu vou falar para essas mães mandarem a culpa embora e pararem de dar ouvidos a quem de certa forma tem uma outra forma de pensar. Primeiro porque esses potinhos, para quem não sabe, não contêm açúcar e tem baixa quantidade de sódio. Além disso, são totalmente sem conservantes, isso se deve à tecnologia de fechamento que garante ausência total de oxigênio nos potinhos, por isso o produto se mantém em ótimas condições por longo tempo. Depois que se há coisa que no Brasil funciona é a Anvisa. É por esse motivo que não entram aqui muito dos produtos que vemos nas prateleiras dos supermercados lá de fora, e depois que um pote não são potes e o equilíbrio é tudo na vida de uma criança. Então, pra quê complicar?

Se você, por exemplo, gosta de viajar, pensa comigo: Se durante a viagem não tiver como cozinhar as comidinhas que o bebê está acostumado a comer e a comida local não for do agrado do bebê, não é muito melhor que ele goste e coma um potinho?

Pois é, foi pensando nisso que comecei a “apresentar” os variados sabores desde logo e vocês nem imaginam como já agradeci por tê-lo feito.

Um beijo, e até o próximo post!

“O Ministério da Saúde informa: após os 6 (seis) meses de idade continue amamentando seu filho e ofereça novos alimentos”.

#Publicidade

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS

0 comentários

Deixe um comentário