20Nov/13

Dicas para alimentar o seu bebê durante as férias

POR: MirelaCATEGORIA: Dicas, Matheus(4) COMENTÁRIOS

image

Oi gente,
Enquanto marido e filho dormem, resolvi aproveitar para vir aqui contar para como está sendo a alimentação do Matheus durante a viagem.

Quando cheguei aqui em Portugal, a primeira coisa que fiz foi ir num supermercado para poder me abastecer de algumas coisas para ter na bolsa enquanto andamos turistando por ai. Nem preciso falar que surtei com a variedade de produtos que encontrei, né?

Matheus ja pode comer de tudo. Esta fase é boa, mas também pode ser má. Ele já come de tudo mas também já sabe o que não quer e quando nao quer alguma coisa é uma luta para faze-lo comer.

Desde que ele começou a alimentação solida que eu faço questão de fazê-lo provar de tudo. Preocupei-me sempre em fazer comida que tivesse cor diferente para ele ver que não era a mesma, dava-lhe a provar coisas que nao tinham cara de comida de bebê,  e dei também os potinhos da Nestlé porque sabia que ele iria precisar de gostar daquilo já que eu não sou muito mamãe amélia e gosto de praticidade rs.
Eu e o meu marido gostamos muito de viajar e queríamos que o Matheus nos acompanhasse,  então a comida não poderia ser problema hora alguma.
Nao sei se dei sorte,  mas Matheus come muito bem e come de tudo, então isso facilitou muito a minha vida e a dele claro.

Nos supermercados locais vocês sempre encontram comidinha pronta para bebê. É bom ter uma sempre na bolsa para quebrar o galho. Aqui por exemplo tenho andado sempre com um iogurte, biscoitos, e dois potinhos de comida pronta – um de refeição e outro de fruta – Isso para “emergências”.

O fato dele ja ter provado e aprendido a gostar de potinhos de comida pronta facilitou muito, mas claro que eu não quero que ele coma toda a refeição os potes por isso, quando vou num restaurante, sempre consigo algo para ele e você pode fazer o mesmo. Peça uma sopinha e arroz por exemplo. Junte o arroz na sopa e pronto. Ou peça uma carninha grelhada com arroz ou massa. Tenho certeza que se procurar, você vai encontrar o que o seu filhote comer no menu.
Os restaurantes quase sempre facilitam a vida das mães ajudando na escolha da comida e tentando mostrar o que outras mães costumam pedir para os pequenos, mas qualquer restaurante tem arroz e carninha por isso relaxe.

Não viaje com neuroses com relação à comida, essa é a minha maior dica.
O seu filho está fora de casa e obviamente ele não vai comer da mesma forma que comia.
Ele provavelmente vai comer besteira e comer coisas que nunca comeu, mas acredite ele não vai morrer por isso.
Matheus nunca tinha provado batata frita de pacote. No outro dia cheguei em casa de uns amigos e quando vi ele estava agarrado às batatas… no primeiro instante tive vontade de gritar não e arrancar as batatas da da sua mão, mas consegui pensar a tempo que lá em casa não costuma ter batatas então uma vez perdida não lhe vai fazer mal nenhum.
Outra coisa que aconteceu foi queremos ir num restaurante maravilhoso que tem em Lisboa de comida Japonesa.  Assim que entrei ja fui procurando coração palpitando o que Matheus podia e não podia comer. Terminou comendo praticamente tudo e amou sushi de salmão. Saiu de lá com a barriguinha cheia e eu achando que ia ter que colocar os potinhos em ação.

O segredo é não stressar.

Se o bebê ainda for pequeno e estiver na fase das frutinha e sopinhas,  compre o essencial no supermercado e peça na cozinha do hotel para eles colocarem pra cozinhar os legumes com um fio de azeite e quando estiver pronto, com um garfo esmague tudo.

Muitos hotéis que já têm “espaço bebê”, mas para quem vai por exemplo para os Estados Unidos e tem intenção de ficar naqueles hotéis tipo beira de estrada que são mais em conta (eu mesma costumo ficar neles), a coisa muda um pouco de figura, mas ainda assim não é o fim do mundo.
Geralmente esses hoteis nem têm restaurante. Então você vai ter que se virar nos 30, o que bora combina, é coisa fácil nos estates.

Uma boa solução é ficar em casas de férias em vez de hotéis.

Procure nos supermercados as comidas prontas para bebê que sejam organicas por exemplo (acha super fácil porque lá a variedade é infinita) e para compensar o peso de consciência, no final dê uma frutinha.
Quem vai para os Estados Unidos tem mais dificuldade em alimentar os pequenos porque geralmente come em restaurantes fast food, mas com boa vontade tudo se ajeita.

O que você precisa é ter um supermercado por perto.
Em qualquer parte do mundo, se você tiver supermercado, fogão e cara de pau seu filho vai estar alimentado.

Gente, o negócio é ser cara de pau mesmo.
Não tenha vergonha de perguntar, de pedir, de correr atrás.
Seja prática.
Não tem isso, mas com certeza vai ter aquilo.
Fruta existe em qualquer parte do mundo. Uma banana na lancheira é o melhor fast food que existe.

Não deixe de viajar por conta de não saber o que vai dar de comer para o seu filho.
Pense sempre: “Para onde eu vou tem crianças? Tem! Se elas vivem, o meu também vai sobreviver!”.

Na hora de programar a sua viagem, principalmente na hora de escolher o hotel, veja se o mesmo tem supermercado perto, se tem restaurante próprio, se tem espaço bebê. Programe tudo direitinho.

Espaço bebê é um espaço que os hotéis estão fazendo para as famílias que viajam com pequenos. Nesses espaços vocês tem tudo o que precisam para cuidar de um bebê, Inclusive um fogão.

Quando voltarem de viagem, você coloca a rotina do seu filho em ordem, mas durante as férias, procure ajustar a rotina do pequeno aos seus dias.

Criança alimentada, com fralda trocada, roupa confortável, uma lancheira com comidinha e água sempre potável… vai por mim, dá pra ir longeee.

Se lembre disso e boas férias.

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , ,

4 comentários

4 Comentários

Ariane Paloma

20 de Novembro de 2013 às 13:25Responder

Adorei as dicas!
Principalmente a da casa de férias, verdade, nem sempre hotéis de luxo ou simples mesmo, são a melhor opção!
Bjão Mirela.

Karol

20 de Novembro de 2013 às 17:06Responder

Minha filha tem desenvolvido uma “intolerância” a sopinha pronta salgada da nestle. Sempre que come coloca pra fora. O que nunca acontece com a sopinha feita em casa. Você recomenda outra marca?

    Mirela

    27 de Novembro de 2013 às 21:05Responder

    Oi Karol, aqui no Brasil não estou lembrando de mais nehuma marca :/

    Tente então outras comidinhas. já Variou de sabores?

    Bjsss

Euronilda horta

5 de Dezembro de 2013 às 17:26Responder

Adorarei ,, em janeiro vamos para África do Sul , e não parava de pensar como seria

Deixe um comentário