CATEGORIA: Psicólogo

15Mai/17

O dia de aprender brincando tá chegando!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Quem me segue por aqui já sabe sobre o Dia de Aprender Brincando, não é mesmo? Caso não, eu falo de novo: é uma iniciativa global, que acontece na próxima quinta-feira, dia 18 de maio, e incentiva a prática de brincadeiras e outras atividades ao ar livre durante o período de aula, já que estudos mostram que as nossas crianças têm cada vez menos tempo para brincadeiras ao ar livre. Um levantamento recente mostrou que que 91% dos pais brasileiros acreditam que hoje em dia os filhos brincam muito menos ao ar livre do que eles em sua infância. Essa pesquisa mostrou ainda que 98% dos pais concordam que as brincadeiras fazem com que as crianças se tornem adultos melhores e que 99% deles acreditam que brincar ajuda no desenvolvimento das crianças.

É só quando a gente vê os pequenos expostos a diferentes atividades externas que percebemos o quanto isso é importante e decisivo para o desenvolvimento das mais diversas competências. Criança que brinca ao ar livre desenvolve com mais facilidade e maestria seu desenvolvimento motor, o senso de trabalho em equipe, além de ser estimulada a pensar de forma mais criativa e assertiva. Faça parte deste desafio. É só entrar no site https://diadeaprenderbrincando.org.br/ e clicar no botão PARTICIPE. Inscreva a escola do seu filho, sobrinho, primo ou neto e estimule outros pais e professores a fazer o mesmo.

omomath

 

Quer participar mas não sabe como aproveitar este momento? Na aba RECURSOS do site existem inúmeras ideias de atividades, além do que já foi feito em outras escolas e que pode ser adaptado para que outras crianças também possam desfrutar deste momento.

Não deixe de participar e registrar cada momento do seu pequeno usando #diadeaprenderbrincando nas redes sociais. Vamos aproximar assim os participantes e criar uma rede superbacana de pais e professores preocupados com o desenvolvimento e bem-estar das crianças. Assim, eu também posso ficar por dentro de quem participou e dividir também minhas experiências. Aproveitem o dia 18 de maio e não se esqueçam: a hora é de curtir as crianças aprendendo. A roupa suja quem cuida depois é a OMO, ta?

 

#DiaDeAprenderBrincando #Omo

|Publi

TAGS
13Mai/17

Para sempre, meu maior sorriso

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS
Em 2017, a campanha de Dia das Mães do Shopping RioMar destaca o primeiro elo de ligação entre mãe e filho: o sorriso. E nada melhor do que guardar momentos de amor e alegria para ficarem guardados na memória e também registrado através de fotos!

Quem me acompanhou no stories do instagram no último final de semana, viu que eu e as crianças fomos dar uma passadinha no RioMar, para conferir de pertinho a homenagem que eles preparam para nós, mamães (e para eu ganhar o meu presente néh? rsrs)! E gente, óh, vou falar: quem ainda não passou pelo RioMar nesses dias que antecedem o dia das mães, CORREM, pois é só mais essa semana, tá incrível!

Eles prepararam quatro estações que ficam espalhadas pelo shopping, que resumidamente, são molduras para tirarem fotos com seus filhos ou com suas mães. Levei Matheus e Bruna, e tiramos vááárias fotos! Olhem a farra que fizemos:
Estação das Flores
RioMar5
Estação do Carinho
RioMar4
Estação das Lembranças
RioMar2
Estação Clássica
RioMar3
 
Ano passado viajamos para Portugal, para passarmos o dia das mães com a minha mãe, que inclusive, faziam alguns anos que não passávamos juntas, quem aí lembra? Mostrei tudo nas redes, foi muito especial! Mas infelizmente esse ano não estaremos perto fisicamente, mas as minhas memórias incríveis me fazem lembrar o quão é especial ser filha da Dona Regina!
 
O tema da campanha do shopping esse ano é “Para sempre, meu maior sorriso.”, porque no RioMar, felicidade é a melhor escolha! Sorria!
 
Quem for e tirar fotos nas molduras, postem com a tag #SorrisoDeMãeRioMar – quero ver todas!
TAGS
5Mai/17

Dia de Aprender Brincando – Faça Parte!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Só quem é mãe sabe o quanto aquele famoso ditado “ser mãe é padecer no paraíso” é verdadeiro. Enquanto a maternidade traz todo um significado novo às nossas vidas, é inevitável deixar de se preocupar com o bem estar dos nossos filhos. E sabe como mãe é dramática, né?! Pensamos em todos os perigos que existem neste planeta e, se pudéssemos, deixaríamos nossos bebês dentro de redomas de vidro para que nada de ruim pudesse acontecer a eles. Mas, ainda bem, aquele surto necessário de racionalidade nos toma por completo e a gente lembra que não há nada melhor para o desenvolvimento e diversão dos pequenos do que a liberdade das brincadeiras ao ar livre.

Criança feliz é aquela criança que brinca, corre, pula e faz barulho. E, claro, no meio do caminho podem existir alguns tombos, arranhões e choros que, sem sombra de dúvida, são normais e fazem parte da infância. Porque o que importa é a felicidade estampada no rosto dos pequenos.

1

E sabem o motivo de eu estar falando de tudo isso? É para incentivar todo mundo a participar do Dia de Aprender Brincando, uma ação apoiada pela OMO que acontece no dia 18 de maio. Quem acompanha o blog há mais tempo, lembra que ano passado eu falei sobre este projeto superbacana aqui. Resumindo, este dia é um convite a todos os professores para que levem seus alunos para fora da sala de aula, promovendo atividades lúdicas que estimulem as crianças a se divertirem de maneira orgânica e sem o auxílio de aparelhos eletrônicos.

 2

 

 

 

Pra vocês terem uma idéia da grandiosidade deste projeto global, até agora mais de meio milhão de crianças estão envolvidas ao redor do planeta. Só no Brasil, são mais de 56 mil. Vamos aumentar ainda mais esses números? Incentive a escola dos seus filhos a participar desta ação e promova a saúde física e mental dos pequenos. Porque brincar ao ar livre é isso: alegria, aprendizado, diversão e muitas memórias inesquecíveis para o repertório das crianças. Ah, e se a roupa sujar, a OMO pode ajudar!

Entre no site da ação e veja como fazer sua escola participar e, ainda, veja as atividades promovidas nas outras escolas mundo afora.

TAGS
26Abr/17

Trocando mais do que fralda, e sim, carinho!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Bora combinar uma coisa: trocar a fralda do bebê nem sempre é tarefa fácil! Tem dias que eles nos dão um trabalho do cão e tudo que a gente quer é algo que facilite MUITO esse momento, né? Graças à Deus, Bruna não é ”A” criança mais agitada nessa hora, mas tem dias… Meu filho…

Pois bem, tenho uma super solução aqui nesse post, para esses momentos, que na verdade, é mais que uma troca de fraldas… Bom, vocês irão entender, continuem lendo! #PorFavorzinho

pampers02

Quem me acompanha lá no Instagram, sabe que a Bruna é serelepe! Está sempre correndo, brincando, pulando e dançando (essa última tem vídeos engraçadíssimos no insta para comprovar, que, à propósito, papai não gostou muito, HAHAHA) e, então, trocar a fralda dessa espoleta nem sempre é, digamos, fácil.

Optei pela praticidade, é claro, e escolhi usar Pampers Pants. Muitas mamães que me seguem já sabem o que é, pois eu já estou usando aqui em casa há algum tempo e já até postei falando desse modelo, que me ganhou. Mas as que não sabem ainda, eu explico, pois uma dica boa dessas a gente tem que mais é compartilhar!

Pois bem! A Pampers Pants é uma fralda que veste como shortinho. Simples assim? Não! Ela é muito mais do que a praticidade de vestir. Ganhou esse conceito de ”vestir como um shortinho” porque parece um short mesmo e se adapta super bem ao corpinho do bebê, com ajuste flexível, tendo elástico em toda a volta.

Pampers01

Para vestir essa fralda, não é necessário deitar seu pequeno no trocador ou na cama, fazendo com que muitas das vezes eles se estressem e acabam que nos estressando também, quando que na verdade, esse momento deve ser de muita troca de carinho com o seu filho. Para este modelo, basta só deixá-lo de pé mesmo e vestir a fralda como um shortinho, ou como uma calcinha ou uma cuequinha. Sem fitas adesivas, sem nada (e sem choro, o que é uma das melhores partes nessas horas), mas com uma loção de proteção que ajuda a proteger a pele do pequeno.

Além desse momento ser mais tranquilo, já que é mega fácil de colocar, a fralda também dá ao seu bebê uma noite de sono bem sequinha, ou seja, tranquila! Juro, esse é o modelo de fralda que tem o meu respeito.

A Pampers Pants facilita nossa rotina de mãe: ela é mais prática de colocar e também de tirar (é só rasgá-la nas laterais), já que conta com uma fitinha pro descarte, um diferencial desse modelo, que realmente, como disse em um outro post, foi a cereja do bolo, melhor: foi o bolo da cereja, rsrsrs, que ideia genial!

O momento da troca deve ser mais que de fato uma “troca de fraldas”, e sim uma troca de carinho e cuidado, pois mais importante do que deixá-los sequinhos e confortáveis, é deixá-los confiantes e seguros! <3

Ahh, confiram o vídeozinho que fiz, vestindo a Bruna com a Pampers Pants, mostrando o quanto divertido e ”sem choro” pode ser essa hora! É só clicar aqui.

TAGS
23Fev/17

Desde 1950, aliando qualidade e praticidade

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Vocês não acham maravilhoso quando um só produto consegue aliar qualidade e praticidade? E se, junto a isso, o preço ainda for justo? Pois é assim que são os eletrodomésticos da Loja Consul!

Em 1950, a marca começou produzindo refrigeradores em um galpão pequenino lá em Santa Catarina. Ao longo dos anos, foram desenvolvendo novas tecnologias e deixando o catálogo ainda mais extenso, que hoje vai de ar condicionado à lavadoras e fogões.

Consul2

O que realmente chamou minha atenção foi o fato de eles unirem mais de 60 anos de experiência com uma equipe de espírito jovem que está sempre em busca das mais recentes atualizações. O resultado são produtos bem pensados com design moderno e criativo.

Além disso, é claro, a funcionalidade: os eletrodomésticos são desenhados e produzidos pensando no cliente e na rotina de um lar, o que acaba por torná-los práticos e econômicos!

Quando tive a oportunidade de conhecer mais o trabalho da Loja Consul, pensei logo em vocês. Porque coisa boa a gente quer compartilhar, né? E eu adoro ver uma marca que se desenvolve junto a sociedade e busca sempre antecipar as necessidades dos consumidores. Todo mundo gosta de uma casa bonita (especialmente essa que vos fala, cheia de TOC quando o assunto é estética), mas que, mais do que isso, seja prática e acolhedora.

E sabem a melhor parte? Até dia 28/02, terça-feira de carnaval, a Loja Consul preparou descontos exclusivos pras minhas seguidoras! Para usá-los é bem simples: acessem http://bit.ly/MãeConsul, escolham os produtos desejados e, ao finalizar a compra, insiram um desses cupons:

  • MAMAE50 (50 reais off) para compras acima de R$999,00;
  • MAMAE100 (100 reais off) para pedidos acima de R$1.499,00;
  • MAMAE150 (150 reais off) se sua compra for maior que R$1.999,00;
  • MAMAE200 (200 reais off) se o total der mais que R$2.499,00.

CORRAAAM e aproveitem! ;)

TAGS
22Fev/17

No coração de mãe sempre sobra lugar!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(1) COMENTÁRIOS

Já falei uma vez, mas como muita gente continua me perguntando se o amor de mãe por todos os filhos é igual, vou falar de novo: É um amor exatamente igual, mas completamente diferente. É que um vem rápido e outro vem lentamente.

Mi

Quando eu tava grávida da Bruna, várias foram as vezes que me vi com dúvida do meu amor por ela. Vááárias!
Na verdade, acho que enquanto estive grávida, eu não me permiti conectar com ela. Sentia-me traidora porque para mim, o meu maior e mais profundo amor era exclusivo do meu filho. E o tamanho dele era tão absurdo que para mim, era humanamente impossível amar outro ser com a mesma intensidade e não adiantava de muito me dizerem que no coração de mãe sempre cabia mais um, porque eu não conseguia acreditar e assim levei quase nove meses lamentando e chorando porque não a conseguia amar.

Até que chegou a hora do nosso olhar se cruzar, e Deus que tolice… Como ousei um dia duvidar?

Foi só ela nascer, para eu sentir que o meu amor por ela vai além céu e mar.  E foi assim que eu passei a acreditar, que no coração de mãe sempre sobra lugar.

#Mirelices❤️

TAGS
14Fev/17

Filhos nos ensinam a economizar!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

A chegada de um filho transforma nossas vidas em todos os sentidos. De repente, um serzinho tão pequeno faz com que repensemos todas as nossas atitudes, encaremos de frente nossos maiores medos e descubramos o amor na forma mais pura que pode existir. Só que um bebê também traz obrigações, principalmente a de planejamento.

Como mães e pais, é claro que queremos dar aos nossos filhos o que há de melhor no mundo. Quando descobri que estava grávida do Matheus, eu e Saulo refizemos todo nosso planejamento financeiro, porque, a partir daquele momento, a prioridade era o bebê. A mesma coisa aconteceu quando veio Bruna: agora seriam duas pequenas pessoas sob nossa responsabilidade e tínhamos que nos organizar para isso.

visa

A verdade é que um filho demanda gastos, e é natural que isso aconteça. E eu também sei que guardar dinheiro não é nada fácil: temos muito o que pagar e trabalhar muito pra ganhar.

Pois bem, quem me acompanha há mais tempo sabe que vivo dizendo que não sou uma pessoa muito organizada e de rotina. Mas, de uns tempos pra cá, senti necessidade de colocar algumas coisas “na ponta do lápis”, sabem? Além disso, eu e Saulo gostaríamos de ensinar às crianças desde cedo que o que eles têm não cai do céu e que precisam dar valor a isso. Só que, para ensiná-las sobre educação financeira, precisaríamos aprender a organizar nossas próprias despesas primeiro! Foi aí que recentemente descobrimos o Finanças Práticas, um programa de educação financeira sem fins lucrativos.

O que mais gostei desse programa é que ele é todo online. No site, têm muitas dúvidas com respostas sobre organização financeira, dicas infinitas, além de calculadoras que simulam o quanto você pode gastar em cada área do seu planejamento (educação, saúde, moradia, gastos fixos, bens supérfluos…)! Fora que também há as notícias mais relevantes sobre o mercado financeiro pra que a gente tenha noção da situação econômica no geral.

Quem quiser conhecer mais sobre o programa é só acessar o site, e seguir o Instagram e o Facebook.

O que posso dizer é que o Finanças ajudou aqui em casa. E olha aí mais uma coisa que filhos nos ensinam: a economizar! Engraçado que nessa arte de educar a gente ensina, mas também aprende muito, né? Ainda bem!

TAGS
13Fev/17

Quer vídeos novos? VEM!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Já se inscreveu no canal?

Semana passada teve vídeo sobre:

– O porquê da Bruna ir pra escola;

– Matheus cantando e Bruna trolando;

 

– Tudo sobre o implante de silicone;

 

– Dicas para ajudar na adaptação escolar.

 

Quatro vídeos novos EM UMA SEMANA #JesusTáConservandoAAnimação. Se ainda não assistiu, assiste, dá um ”gostei” e compartilha!

Aproveita pra me seguir por lá também #Pufavôzinho.

Muita gente me pergunta como que faz para se inscrever no canal, inclusive eu já mostrei em um outro post aqui no blog, o passo-a-passo como que faz, é só clicar aqui.

Quero saber: quais os temas de vídeos vocês querem que eu grave. Comentem! Aproveitem que eu tô animada! Rsrs.

 

Beijos!

TAGS
25Jan/17

Brincando de boneca!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Às vezes, penso que descobrir uma gravidez é como encontrar um tesouro perdido: você tem certeza de que sairá algo maravilhoso de dentro daquele baú, mas sempre cria muitas, muitas expectativas com relação a ele.

No exato dia em que descobri que seria mãe de uma menina, minha cabeça já começou idealizar todas as novidades que uma companheirinha me proporcionaria. Uma delas, uma coisa que acho que toda mãe de menina, uma hora ou outra, também imagina: brincar de boneca com a filha, vesti-la toda fofa e combinadinha!

xique8

Acontece que, depois que Bruna nasceu, eu descobri que as roupas de boneca não eram tão confortáveis assim. Muitas apertavam e incomodavam minha filha, e o que criança realmente precisa é de liberdade para se movimentar, brincar, desbravar o espaço a sua volta. Então, confesso, fiquei um pouco decepcionada.

Até que conheci algumas marcas bem legais e dentro delas está a Xique Xique Brasil, como já contei aqui para vocês. Cada vez que recebo uma caixa de encomenda deles, fico mais surpresa! As peças são lindas, com acabamento perfeito e muito bem desenhadas (eles se inspiram em tendências do mundo todo!). No entanto, nada disso importaria se a roupa não fosse funcional. O que não é o caso, porque os vestidinhos da Xique Xique Brasil são práticos de colocar, o tecido é muito agradável e em nada machuca a criança.

xique1

xique3

A novidade que chegou aqui em casa fez com que eu me apaixonasse ainda mais. É o Vestido Casinha de Abelha, todo de poá e com bordado! Olhem só: eles conseguiram unir uma modelagem clássica e atemporal – o ponto smock, que aqui no Brasil é conhecido como casinha de abelha, foi originado na Inglaterra há um tempão -, com uma estampa super moderninha – o poá se inspira na tendência navy, essa que tem como base as cores vermelho, azul marinho e branco.

xique4

Esse franzido com bordado as deixa parecendo bonecas, literalmente, mas não impede que sejam crianças. Ou seja: perfeito! Bruna pode tranquilamente ser Bruna, toda fofa e bem danada, hahaha!

Junto com o vestido, veio também uma calcinha coordenada, que basicamente é da mesma estampa do vestido, 100% algodão, deixa a pele respirar e não aperta. Além de linda, o bebê fica mega confortável. Assim que eu fizer uma foto de Bruna com a calcinha coordenada eu posto pra vocês verem!

xique5

E sabem a melhor parte? Consegui um desconto especial para vocês! Até dia 31/01/17, basta inserir o código DMPM10 para ganhar 10% de desconto em TODAS as peças do site da Xique Xique Brasil! Fala se não é maravilhoso? Então corre e aproveita!

Ahh, esses dias mostrei no instagram uma calcinha tapa fralda, e todas amaram! O desconto vale para essa peça também, aliás, para TODAS as peças do site. APROVEITEM, principalmente quem tá fazendo enxoval do bebê, porque o site é CHEIO de coisas lindas e super delicadas!

nuna

Curtam a Xique Xique Brasil no facebook e sigam no instagram, tenho certeza que vocês vão se apaixonar, e assim como eu, irão ficar com vontade de brincar de boneca com suas filhas, e quem não tem filha ainda, vai querer logo planejar uma! ;)

Beijo!

TAGS
20Jan/17

#Mirelices ou #Caretices?

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Esses dias estava sentada na varanda da minha casa, e de lá conseguia ver uma festa de adolescentes. Conseguia ver também a pista de dança e conseguia escutar todas as músicas que estavam tocando para que os adolescentes dançassem. E enquanto algumas dessas mesmas músicas muito me agradavam, outras muito me preocupavam. Quer dizer, não sei bem se é preocupação a palavra certa para descrever a sensação que tenho quando vejo meninas de 13/14/15 anos cantando e dançando músicas cuja letra diz “senta, senta, senta” e elas em vez de sentarem literalmente como a música “pede”, rebolam o seu quadril e descem até ao chão como se sensualizar combinasse com as suas idades.

MiBru

Me assusta… Talvez seja essa a sensação. Na verdade me assusta e me preocupa ver como os tempos foram do 8 ao 80 sem passarem pelo meio termo. No meu tempo, escutávamos músicas e sabíamos sentir o que elas transmitiam. Dançávamos músicas românticas com aquele paquera e sentíamos borboletas no estômago e nada ia além de um beijo e de um aperto na cintura. Nossos corpos não exalavam sensualidade. Não com aquela idade. Nossos corpos viviam na inocência, provavelmente por nossos pais fazerem por isso.

“Senta, senta, senta” toca ao som de “eu vou, eu vou”, trilha sonora da branca de neve…!? Estou velha e careta ou é mesmo pra assustar e preocupar?

Hoje “é engraçado” ver uma criança de 2 ou 3 anos cantando e dançando “e eu gosto assim… Am am, am am, am!” Estou velha e careta, ou isso não é pra ter graça nenhuma?

MiMi

Deixo claro que não tenho nada contra a Anitta, tanto que escuto e canto as músicas dela quando estou sozinha no carro, mas não acho que uma criança as deva cantar, muito menos dançar e me preocupa seriamente ver que os pais não param para pensar no quanto uma música pode os seus filhos influenciar.

Me preocupa muito ver que ninguém está enxergando o quanto estamos chegando no extremo da liberdade e o quanto isso é perigoso.

Me assusta… Me assusta e me surpreende ver que pais se preocupam com os desenhos que os seus filhos assistem na televisão, mas não se preocupam com as músicas que lhes vão tocar o coração.

#Mirelices ou #Caretices? Eis a questão!

TAGS