CATEGORIA: Durante

23Out/18

Nutritivo e prático pra hora do lanche

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

É inegável que nós, mães, amamos facilidades. Porque ser mãe, não importa se de um, dois ou três (ou até mais) cansa MUITO! As tarefas são incontáveis, vocês sabem, então, como é MARAVILHOSO quando encontramos alimentos que deixam o lanche dos pequenos mais saboroso, divertido e super prático!

A novidade da vez que eu sou SUSPEITÍSSIMA para falar é o novo Leite Fermentado da Danoninho! E por que eu sou suspeita para falar? Porque eu simplesmente AMEI demais e se eu não me policiar, não sobra nada pro Matheus e pra Bruna! Além de ter lactobacilos vivos, ele também tem cálcio e vitamina D! Quer mais notícia boa? Eles são livres de adoçantes e conservantes, ou seja, um opção saborosa e segura para a criançada! E claro, ele é prático DEMAIS!

O Leite Fermentado Danoninho é perfeito para os lanches, tanto na escola quanto em casa, indo direto pra mochila ou lancheira. Dá pra levar em viagens e, se bater aquela fome durante o dia, é só deixar ele na parte da frente da geladeira, que as crianças podem alcançar sem problema.

Que novidade maravilhosa da Danone. Eu já inseri na minha lista fixa de compras. Agora é a vez de vocês!

 

 

 

**Conteúdo patrocinado pela Danoninho.

TAGS
15Out/18

Através do celular também podemos nos desinformar: CUIDADO!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Vou começar este texto com uma verdade óbvia, mas nem por isso menos polêmica: nunca na história da humanidade estivemos tão bem informados. Temos ao alcance dos nossos dedos um aparelho que reúne as mais diversas funcionalidades e que acaba se tornando um aliado incrível para resolver nossa vida nas mais diversas situações. Mas sempre há um porém. É através do celular, o mesmo que nos faz ficar por dentro de tudo, que acabamos também nos DESINFORMANDO. Isso mesmo. 

Mas Mi, como assim? Tenho que duvidar de tudo que eu leio? Gente, é sempre importante ser crítico sobre o que recebemos no celular, checar as fontes, ir a fundo antes de acreditarmos em algumas coisas. Principalmente quando nossa saúde, e a de nossos filhos, está em jogo. Anda rolando pelo Whatsapp muita bobagem sobre o perigo das vacinas. POR FAVOR, gente, a vacina foi uma das descobertas mais importantes da medicina, não negligenciem esse feito, imunizem seus filhos e também vocês! Tem diversas doenças que podem levar crianças a óbito e podem ser evitadas com vacina. Uma delas é a coqueluche, doença infecciosa altamente contagiosa que compromete o aparelho respiratório e é mais perigosa em bebês menores de 2 meses de idade. 
Por isso é tão importante a vacina já na gestação, assim o bebê já nasce imunizado e protegido. Infelizmente, em 2017, a cobertura vacinal contra coqueluche entre gestantes chegou a apenas 38% no Brasil. Menos da metade das gestantes não se vacinou! 
A vacina pode ser feita nos postos de saúde, de forma gratuita, ou em clínicas particulares. Em ambos os lugares, a vacina é a mesma, podem ficar tranquilas. Então, vamos combinar uma coisa? Imunizem seus filhos, se protejam durante a gravidez e ajudem a matar essa fake news de que vacina é algo danoso pra saúde, tá bom?  
E me contem lá nos comentários desse post no instagram, se vocês também já foram alvos dessas fake news sobre as vacinas da Coqueluche ou algo relacionado a saúde de gestantes e bebês, usando a hashtag #VacinaDaCoqueluche ! Vamos nos ajudar compartilhando informação de verdade através dos comentários e também a desmistificar muitos boatos. Conto com vocês!
TAGS
9Out/18

Quando a auto responsabilidade chegou

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Quando criança, eu escutei muito dos meus pais, frases como: “Você nunca presta atenção em nada”, “você nunca faz nada bem feito”, “você vive com a cabeça na lua”, “você é uma desorganizada”, “você é uma teimosa”, “você é desobediente”, “você é irresponsável” e entre muitas outras…
Eu não sabia, e meus pais que as falavam, muito menos sabiam que naquelas frases estavam sementes que quando germinadas, se transformariam em crenças, as minhas crenças.
Meus pais, tal como a grande maioria, falavam o que falavam porque acreditavam que dessa forma eu seria diferente. O que acontece é que o cérebro, principalmente dos 0 aos 12 anos é uma esponja e ele não entende as “boas intenções” das palavras dos outros.
Na verdade, ele entende apenas o que os outros falam e as guarda como VERDADES para si.
Então veja o que eu guardei por anos como verdade para mim: Eu nunca presto atenção a nada, eu nunca faço nada bem feito, eu vivo com a cabeça na lua, eu sou desorganizada, sou teimosa… e por muito tempo repeti com os meus filhos, o que os meus pais fizeram comigo. Mas o autoconhecimento chegou e junto chegou também a auto responsabilidade.
Com o autoconhecimento eu descobri que aquilo que o meu cérebro acreditava, NÃO ERA a VERDADE sobre mim. Era sim, uma verdade que tinham colocado em mim. E com a auto responsabilidade eu decidi parar de me sentir vítima dos meus pais e decidi me ver apenas como vítima de OUTRAS vítimas. Os meus pais fizeram o melhor que puderam com tudo o que com os pais deles eles aprenderam.
E agora, sabendo disso eu tenho duas opções: Continuar fazendo com os meus filhos, o melhor que posso com o aprendizado que tive, seguindo assim o ciclo de fazer mais “vítimas de outras vítimas”, OU acolher todo o aprendizado, agradecer por ele mas encerrar o ciclo da vitimização.
Adivinha… Eu escolho não querer mais ser vítima e muito menos seguir fazendo vítimas porque eu sou responsável pelo que faço com os aprendizados que tive e tenho que ser responsável também pelos ensinamentos que passo.
As palavras têm MUITO poder!

Ps – Te amo mãe, te amo pai e que fique claro: Sou muito grata a vocês por terem tentado ser o melhor que puderam.

TAGS
23Ago/18

Coqueluche: como prevenir-se e proteger seus filhos

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Gente, vamos falar sério? Tem certas coisas que a gente deixa de fazer por preguiça ou esquecimento mas que tem ENOOOORMES consequências depois, e podem deixar marcas que a gente nem imagina. 

“Mas como assim?”, vocês devem estar se perguntando. Eu digo pra vocês. Vacinem-se para proteger seus filhos! Esperar ficar doente para tomar alguma atitude a respeito pode ser tarde demais. E falo isso principalmente quando as doenças que podem surgir tomam nossos amados filhos. 

Porque, sim, existem maneiras eficientes, práticas e fáceis de nós, mulheres, nos imunizarmos ainda grávidas, e isso influencia de maneira primordial na saúde dos bebês até depois do nascimento. 

A gente já sabe que com as mudanças climáticas, as doenças respiratórias fazem fila esperando por uma criança com o sistema imunológico mais frágil para se instalar e fazer o pequeno ser sofrer. Uma doença super séria que pode levar à morte é a coqueluche. Ela compromete especificamente o aparelho respiratório – traqueia e brônquios – e tem como característica a tosse seca. Em crianças que ainda mamam, ela pode apresentar complicações e levar à morte. Só quem já teve filho doente sabe o horror que é ouvir os pequeno sofrendo de tosse, sem conseguir respirar. Dá pra evitar isso sim, já que a vacina para coqueluche pode ser encontrada tanto em postos públicos de saúde quanto em clínicas particulares. E gente, é a MESMA vacina, tá, tanto no posto quanto na clínica! 

Não precisa ter medo, dá pra se imunizar a partir da 20ª semana de gravidez e isso já influencia nos primeiros meses de vida do bebê, deixando ele protegido contra a doença e nós, mamães, bem mais seguras. 

E vocês, já passaram por momentos em que gostariam de trocar de lugar com os filhos porque eles estavam sofrendo demais? Me contem nos comentários lá no post do instagram as experiências de vocês com a hashtag #VacinaDaCoqueluche e vamos compartilhar vivências e trocar experiências! 

 

Beijos! =)

 

 

 

TAGS
29Mai/18

Coqueluche pode levar até ao óbito. Previna-se!

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Quando nos tornamos mães, é bem certo falar que muitas vezes nos negligenciamos para o bem dos nossos filhos. E isso, claro, precisa ser repensado quando engravidamos. Afinal, o nosso bem-estar é sinônimo de um feto saudável e feliz!

Por isso é tão importante cuidarmos da nossa saúde durante este período, através de uma alimentação balanceada e da prevenção e imunização de doenças. E sabe qual é a doença que precisamos estar atentos quando os dias ficam mais frios e os ambientes tendem a estar sempre fechados? A coqueluche.

gravida

Altamente contagiosa, a coqueluche é uma doença infecciosa que atinge o sistema respiratório e gera aquelas tosses intermináveis que, para nós mamães, geram aquele aperto no coração por ver nossos filhotes sofrendo tanto. Os primeiros sintomas podem durar de 1 a 2 semanas e, geralmente, incluem coriza, febre baixa, tosse leve e ocasional e apneia (em bebês). As complicações da coqueluche podem incluir sinusite, pneumonia, otite média, perda de peso, incontinência urinária, fratura de costela e até desmaios.

E, sim, pode levar ao óbito, principalmente em crianças de até 6 meses de vida. Aí que nós entramos no jogo. Tomar a vacina enquanto estamos grávidas é a maneira de nos protegermos e, também, a criança que está por nascer, já que as mães são a fonte de infecção mais comum da coqueluche em crianças que ainda mamam, sendo responsável por mais de 37% dos casos.

A principal medida de prevenção da coqueluche é a vacinação. O Calendário de Vacinação do Programa Nacional de Imunizações recomenda para a gestante a administração de 1 dose de dTpa (Difteria, Tétano e Coqueluche Acelular) a partir da 20a semana de gestação, a cada gestação. Gestantes nunca vacinadas ou com o histórico vacinal desconhecido, devem fazer duas doses de dT e uma dose de dTpa. Deve-se apenas garantir que a dTpa seja feita após a 20a semana de gestação, e que o intervalo entre as doses seja de pelo menos 1 mês.

E o mais importante é lembrar que a vacina é gratuita nos postos de saúde mas também pode ser adquirida em clínicas particulares. Mesmo sendo tão vital na imunização e proteção dos bebês, a cobertura vacinal contra coqueluche entre gestantes chegou a apenas 38,4% em 2017, segundo dados do Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde.

Vamos se vacinar e lembrar nossas amigas que esperam bebês da importância da vacina? Vacina é simples, rápida e imuniza, evitando preocupações futuras com o bem-estar das nossas crianças. Quero ver todo mundo se vacinando, viu?!

TAGS
11Mai/18

Vou de 99 e ainda ajudo o IMIP

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Que tal fazer o bem e ainda receber aquele incentivo bacana?
Sabe a 99, aquele aplicativo de mobilidade urbana que dá aquele help quando a gente precisa estar em
algum compromisso e não tem tempo a perder? Pois é, ela se uniu com o Instituto de Medicina Integral
Professor Fernando Figueira, o Imip (aqui de Recife) para promover a doação de leite materno. Mas como assim?
Gente, para manter o banco de leite do Imip funcionando, são necessários cerca de 320 litros todo mês.
Infelizmente, essa meta não vem sendo batida, atingindo cerca de 37% desse número. Muito pouco,
gente! E como em maio é celebrado o Dia Mundial de Doação de Leite Humano, a intenção é ajudar a
aumentar esses números e também ajudar as crianças que precisam do alimento para sobreviver e
crescer com força e saúde. Já falei da importância da amamentação aqui.
A mulher que for doar leite no Imip, durante o mês de maio, vai receber duas corridas no app da 99: uma
para voltar para casa e outra para voltar em outro dia ao Imip e fazer uma nova doação. A campanha, vai
até o dia 31 deste mês, ou seja, ainda dá tempo de você fazer a sua parte e ajudar muitas crianças a se
desenvolverem melhor.

WhatsApp Image 2018-05-08 at 09.18.58
Vamos fazer a no ssa parte para ajudar? Não custa nada e, ainda, você ganha dois cupons de 15 reaispara usar no app!

TAGS
26Mar/18

Dicas para viajar com crianças

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Papo de Mãe(0) COMENTÁRIOS

Viajar é expandir horizontes, conhecer culturas diferentes e se familiarizar com costumes novos. Viajar é bom demais e uma das milhares de coisas que eu aprendi sendo mãe foi que filhos podem, e devem, fazer parte destas jornadas tão enriquecedoras.

Mas claro, viajar com crianças é muito diferente de viajar sozinha ou em casal (vocês também sabem que amo viajar somente eu e Saulo, e sou super à favor do casal ter esse tempo só deles também, no caso #SóNós, rs). Se você por acaso ainda não se aventurou a carregar os pequenos para além das cercanias da sua cidade, fui convidada pelo Novotel a dar dicas para viajar com crianças. Vem ver como é fácil!

Math aero

O que levar na mala

Vamos começar com as informações e dicas mais gerais, que podem ser aplicadas a qualquer e todo o destino que você escolher para passear e conhecer. A mala acaba sendo a maior prioridade para quem viaja com os filhos, afinal, é ali que você vai levar (quase) tudo que vai precisar para que seus filhotes (e você, claro) fiquem confortáveis e bem agasalhados durante o período longe de casa.

Para facilitar, separe as roupinhas por conjuntos: shorts e camiseta, blusa e saia, bermuda e camisa. Sério, fica MUITO mais fácil na hora de vestir as crianças. Pense sempre em duas trocas de roupa por dia. Esse é o básico. Agora vou listar outros itens supernecessários para não esquecer:

  • 1 farmacinha básica (com analgésico, antitérmico, antialérgico, algodão, gaze, antisséptico e curativos) e remédios receitados pelo pediatra. Não esqueça de levar a bula dos medicamentos.
  • 1 par extra de meia para cada dia
  • 2 calcinhas ou cuecas extras para cada dia
  • 1 chapéu ou boné para o sol
  • 2 pijamas
  • Tênis, sandálias, sapatinhos para ocasiões especiais e chinelos – 1 par de cada
  • Pente ou escova para os cabelos
  • Escova e pasta de dentes
  • 1 hidratante
  • Protetor labial (para proteger do frio ou do sol)
  • Uma mala extra para roupas sujas
  • Livros e brinquedos favoritos da criança (só os itens especiais, para não criar muito volume na mala)

Para locais frios, a mala fica maior. Acrescente:

  • 1 gorro com protetor de orelhas
  • 2 cachecóis
  • 1 par de luvas
  • 2 casacos forrados, com capuz
  • 1 par de botas forradas (aquelas com pelinho por dentro)

Para locais de clima quente, alguns itens também não podem ser esquecidos:

  • 2 toalhas de praia
  • Boia (pode ser de braço ou aquelas que ficam o redor da cintura, isso vai depender da idade da criança e da preferência dela (e sua, claro!)
  • Loção infantil pós-sol
  • Kit de brinquedos para praia
  • Acessórios para prender os cabelos
  • Protetor solar
  • Repelente contra insetos

Para bebês, acrescente:

  • Pomadas para assaduras
  • De 4 a 6 fraldas descartáveis por dia, incluindo as noturnas
  • 1 pacote de lenços umedecidos por semana
  • 1 pacote de algodão para higienização

Depois de tudo arrumado, é importante organizar tudo para que nada vaze na mala (imagina o desastre). Retire a tampa dos produtos como, shampoo e hidratantes (tudo que for creme ou líquido), passe papel-filme no gargalo e coloque a tampa novamente.

Outra dica importante são os documentos. Leve certidão de nascimento ou RG, passaporte e carteirinha do plano de saúde.

De mala arrumada, agora é escolher o destino. Seguem os meus favoritos:

Região Sudeste

Começando pela região Sudeste, todo mundo sabe que São Paulo é um dos destinos mais democráticos para viajar, né? A cidade oferece atrações para toda a família, com parques, museus e restaurantes. Além dos passeios óbvios, existem atividades para crianças e adultos que agradam do bebê ao vovô! E mesmo o Rio de Janeiro, apesar das adversidades, conta com lugares muito legais para ir com os pequenos.

Nordeste

Para quem não abre mão de passar as férias na praia, Porto de Galinhas é destino obrigatório. Mar calmo, cristalino, águas quentes e relaxantes são perfeitas para as crianças (além do mais, tem como alguém não amar?). As praias no entorno farão cada dia ser uma nova descoberta, eu garanto!

NORDESTE

Sul

Quem me acompanha aqui lembra o sonho que foi a nossa primeira viagem em família, quando o Matheus tinha apenas 3 meses. Então, sim, viajar para Gramado é perfeito para crianças de todas as idades, pois a variedade de atrações é imensa. Não deixe de visitar as cidades em miniatura do Mini Mundo e os automóveis antigos do Hollywood Dream Cars. E na cidade vizinha, Canela, vale a pena dar um pulinho no Parque do Caracol e o no Mundo a Vapor.

Argentina

Buenos Aires é uma maneira fácil e perto de ir para a Europa sem sair da América! É incrível como uma cidade tão perto do Brasil possa ter uma atmosfera tão europeia. Leve os pequenos no Museu das Crianças e nas lojas de brinquedos educativos em Palermo.

BA

Inglaterra

Essa cidade que eu amo já teve post exclusivo aqui no blog. É tanta coisa para fazer que dava pra quase escrever um livro. Mas aqui vão duas das coisas que meu filho mais amou, então imagino que seus filhos vão amar também: visite o Science Museum e o Museu de Ciências Naturais. A entrada é franca nos dois, salvo eventos especiais, e tem diversas atrações pensadas na criançada.

Portugal

Óbvio que já falei diversas vezes sobre a minha terrinha por aqui. Portugal é uma ótima opção para todas as crianças pela facilidade com a língua, a gastronomia familiar e a boa infraestrutura. Também são inúmeras as opções mas não deixe de conhecer o Museu da Marinha de Lisboa e sua grande coleção de objetos navais e barcos. O Palácio de Queluz, onde nasceu e morreu Dom Pedro e tem um show de cavalos incrível, hipnotiza todo mundo. Em Coimbra está o Parque Portugal dos Pequenitos, com construções em miniatura de vários edifícios históricos (o Mini Mundo de Gramado europeu, kkkk), enquanto que em Albufeira está o parque aquático Zoomarine.

Lembrando que, em qualquer lugar do mundo, a Novotel Hotels & Resorts oferece uma estrutura incrível para os pequenos. E o melhor? Se tiverem menos de 16 anos, a hospedagem e o café da manhã são por conta do hotel!

E aí, gente, gostaram das dicas? Me contem nos comentários (no post no facebook) os lugares que vocês levaram as crianças e amaram e vamos trocar figurinhas!

 

TAGS
21Mar/18

Matheus faz 06

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Levei a vida imaginando cada traço do seu rosto, cada pedaço do seu corpo, cada detalhe da sua personalidade, e quando ele finalmente chegou, Deus o revelou infinitamente mais perfeito do que alguma vez eu poderia imaginar.

math

Matheus é muito mais do que algum dia eu conseguirei aqui mostrar.

Menino de personalidade forte, de coração gigante. Nasceu para me ensinar a viver e sem nem saber, é mestre em dar lições que muitos olhos não podem ver.

Parabéns pelos seus 6 anos “MiMátheis” meu filho. Que Deus permita que você seja sempre o ser ímpar que é.
TE AMAMOS ABSURDAMENTE

Mamãe, papai, Amanda e Bruna❤️

 

TAGS
14Mar/18

Um marco: A primeira bike

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS
Uma das (inúmeras) coisas legais em ser mãe é descobrir (ou ter certeza) que a infância é a parte mais importante da vida de uma pessoa. É ali que a formação do caráter começa, assim como todo o senso de comunidade, coletividade e humanidade que a criança precisa para se tornar um ser humano íntegro e capaz de ser feliz por si só.
E é inegável o papel das brincadeiras nesse processo todo. Elas desenvolvem a motricidade, senso de direção, a interação com outras crianças e mais uma lista intermináveis de coisas que, se eu listar tudo que lembro, vocês vão ficar até amanhã lendo esse post! Rs… E quando a brincadeira envolve um exercício físico, é melhor ainda!
IMG_5243
Um dos grandes marcos da infância de uma criança é a primeira bicicleta, isso eu não tenho dúvida. E se pudéssemos adiantar um pouco esse processo e inserir a bicicleta na vida dos pequenos mais cedo? Essa é a proposta da bicicleta de equilíbrio Nathor (para maiores informações, basta clicar aqui). Sem pedais, correia ou rodinhas, ela se propõe a preparar a criança para sua primeira bicicleta de verdade, por assim dizer. E poucos minutos por dia neste brinquedo já são capazes de melhorar a coordenação motora da criança, seu equilíbrio e já é um divertimento e tanto. E olha que legal: elas podem ser usadas a partir dos 18 meses!
Bruna já tem a dela, agora é só esperar os resultados aparecerem. Fiquem de olho que eu vou contando as novidades pra vocês!
IMG_5244
Ahh, me contem nos comentários (do post no facebook) se os filhos de vocês já andam de bicicleta, e se sim, como foi a adaptação por aí. Assim a gente ajuda em coletivo as outras mães que estão nessa ”lida” cheia de surpresas da maternidade!
TAGS
27Dez/17

Desafio #DoeEGanhe

POR: Mirela AciolyCATEGORIA: Diversos(0) COMENTÁRIOS

Vou confessar uma coisa para vocês: eu adoro desafios! Conseguir fazer coisas não tão fáceis que proporcionam uma recompensa no fim faz um bem danado para nossa autoestima. E se, além de nos sentirmos vitoriosas, ainda pudermos colocar um sorriso no rosto de um criança? Se prepara que eu vou contar como isso funciona.

Na semana passada, a loja Planeta Bebê me propôs a, em um minuto, procurar roupas e brinquedos que meus pequenos não usam mais para participar da promoção #DoeEGanhe! E claro, desafio dado é #DesafioAceito

E como funciona a campanha? Você leva sua doação para a loja Planeta Bebê mais próxima (aqui você encontra o endereço das lojas) e troca por um voucher de R$25 de desconto nas compras acima de R$150. Ps.: Cupons não acumulativos. Verificar regulamento nas lojas.

Legal, né?! Além de você fazer circular os brinquedos e roupas que as crianças não usam nem brincam mais, você ganha desconto nas compras e faz outras crianças muito felizes neste fim de ano. Mas fiquem ligadas, a promoção vale até o dia 31 de dezembro desse ano, então tem que correr para garantir suas compras e o seu desconto!

Eu simplesmente adorei participar desta ação, afinal, a gente sempre tem algo em casa que não usa mais e que fica ali só ocupando espaço. E pensar que alguém ficaria superfeliz com aquilo que não nos serve mais torna a ação de doar ainda mais prazerosa.

Aqui nesse vídeo, mostro como foi a visita que fiz na loja: https://www.youtube.com/watch?v=eQ4z0GiZNeI&t=8s

Lembrando que a Planeta Bebê não é especializada apenas em enxoval para bebês, não! Lá você encontra tudo para crianças de 0 a 3 anos e futuras mamães. Impossível sair de lá de mãos abanando, isso eu garanto!

E óh, sigam eles no instagram (@lojasplanetabebe) e no facebook (https://www.facebook.com/LojasPlanetaBebe/) para acompanhar as novidades!

TAGS