3Jan/14

As mamães perguntaram e eu respondi

POR: MirelaCATEGORIA: Confessionário, Papo de Mãe(1) COMENTÁRIOS


Na minha opinião, o bom mesmo é você esperar ele deixar. É muito mais fácil e menos sofrido para ambas as parte.

O desmame custa muito quando é forçado. Eu entendo que tem uma hora que a mulher precisa voltar a ficar independente. Que esteja cansada com a amamentação, não poder se ausentar porque o filho mama e tal, mas é um período tão curto e vale tanto a pena que eu acho que dá para aguentar bem. Só faz é bem para a saúde e para o psicológico do bebê e nós mães fazemos de tudo para o bem deles, não é?

 

Screenshot_2013-12-30-00-51-11-2

A adaptação a nova cama ás vezes é trabalhosa mesmo. Eu acho que uma boa ideia é deitar com ela na cama e esperar ela dormir. Ou então colocar ela na cama quando ela estiver dormindo e ficar dormindo do lado no primeiro e segundo dia, para ela ver que está tudo bem quando acordar. Eu dormi no chão do quarto do Matheus 2 dias, quando ele passou do berço para a cama e deu certo. Mas para poder ajudar melhor, preciso saber mais. Quanto tempo a sua filha tem? Onde ela dormia antes? Como é o sono dela?

Mas o segredo para tudo é paciência e persistência. Não adianta colocar hoje e amanha não colocar com pena. Tem que colocar todos os dias, até que ela fique de boa vontade. Só não a deixe só. Esse tipo de adaptação na marra eu não concordo. Acho que tudo com carinho e calma vai ao lugar.

Screenshot_2013-12-30-00-51-11-3

Infelizmente não existem segredos. Tem crianças que são piores para dormir e outras mais fáceis. Se já tentou de tudo, já deve ter tentado cansa-la. Sugiro que a canse com brincadeiras de tarde e não antes de dormir. Antes de dormir só a vai deixar mais agitada e dificultar o sono. Mas infelizmente vai ter que ter paciência. Uma hora isso vai melhorar.

 

Screenshot_2013-12-30-00-51-11-4

Matheus foi para a caminha com um ano e 3 meses também. Adaptou-se super bem e rápido. O berço chega uma hora, vira um perigo para a criança. Sem que a gente note, de um momento para o outro eles já estão subindo as grandes e quando menos esperamos, caem no chão. E o tombo é feio.

Tem um post aqui para saber como fiz para mudar Matheus do berço para a caminha.

Screenshot_2013-12-30-00-51-22-1

Matheus tá com um ano e nove meses e ainda não começamos o desfralde de verdade. Sento ele no vaso para ele fazer xixi ou cocô, mas sem pressão. Só para ele se ir acostumando mesmo, e quando faz (já fez 4 vezes) é uma festa e ele se diverte muito. Acho que vou fazer o desfralde quando ele começar e entender as coisas melhor. Agora acho que ele não vai entender, e não há pressa. Uns 2 anos talvez seja a altura ideal para começar a pensar nisso (minha opinião).

Screenshot_2013-12-30-00-51-22-2

Cansa-lo durante a tarde, e ir acalmando ele com um bom banho e um peito ou mamadeira podem ajudar, mas infelizmente nem todos os bebês gostam de se entregar fácil. Tem que ter paciência mesmo. É uma fase, e como todas as outras, ela passa. Screenshot_2013-12-30-00-51-22-3

É bem relativo, mas acho que depois dele fazer um 1 aninho, ele já vai ter um soninho melhor. kkkk desculpa se te assustei, mas é a verdade. No entanto tem bebês que do dia para a noite começam a fazer sonos longos, e do dia para a noite também deixam de fazer, Depende muito de bebê para bebê, do dia que o pequeno teve, etc… 

Screenshot_2013-12-30-00-51-22-4


Primeiramente, descarte palmadas, tapas, puxões de orelha ou qualquer outro comportamento agressivo para tentar conter uma birra.

Opte por disciplinar a criança após a birra, que é o momento em que ela está colocando para fora sua frustração e seu descontentamento. Após ela parar de fazer a birra, você se abaixa e conversa com ela. É sempre muito importante que a criança compreenda o que fez e o porquê de você não ter gostado da sua atitude. Se puder, evite dar broncas e castigos no seu filho na frente de outras pessoas. Isso vai deixar tanto voce quanto a criança constrangida e constrange-la não é bom.

Uma dica bacana para mudar o foco da birra é chamar a atenção da criança para outra situação. Mostre um objeto ou comece a falar de outro assunto. Ignorar a birra costuma dar certo. Em lugares públicos, se a birra persistir e você estiver se sentindo constrangida, tire o seu filho do ambiente sem demonstrar irritação e sem conversar. Sua atitude mostrará desaprovação.

Screenshot_2013-12-30-00-51-33-1

Bem, normal não é, mas pode acontecer. eu tive uma amiga que não sentia a filha antes dos 7 meses. De fato cada gravidez muda de mulher para mulher. Eu senti Matheus com 14 semanas. Muito muito cedo, mas isso fui eu. Talvez você esteja ainda com os abortos na cabeça e o medo não a deixa curtir naturalmente a gravidez. Não a julgo de forma nenhuma, mas tente relaxar. Curta o máximo que conseguir e já já você vai estar sentindo tudo.

Screenshot_2013-12-30-00-51-33-2

O castigo no Matheus tem sido muito pouco aplicado para falar a verdade. Mas de vez em quando ele vai e no outro dia apercebi-me que quando falei que ele ia para o castigo ele travou na hora. Engraçado porque ele estava de novo batendo no cachorro, e quando falei no castigo ele parou, se endireitou e foi se abraçar no cachorro como se pedisse desculpas. Ainda não posso falar muito de resultados concretos, mas acho que tá dando certo por aqui.

Screenshot_2013-12-30-00-51-33-3

Esse tema para mim é o mais difícil de responder e conseguir ajudar porque a minha experiência com relação a comida e Matheus foi extremamente tranquila. Ele come muito muito bem. Mas sugiro que não ceda a vontade dele. Deixe que ele fique com um pouco de fome. Se você dá o gagau ele nem tão cedo vai querer comer. Ele sabe que vai terminar ganhando o que quer. Então para quê comer, né? Seja mais firme com ele e não ceda. Talvez resulte.

Screenshot_2013-12-30-00-51-45-1

Bem, o certo é ele dormir de barriga para cima, para evitar a morte súbita, mas quando ele souber se virar só, eu acho que a melhor posição é aquela em que ele durma bem e confortável, ou seja, a que ele escolher. Se colocá-lo de barriga para cima e passado pouco tempo ele já estiver de barriga para baixo, então é porque ele já sabe ficar como se sente bem. Se assim for, deixe que ele durma do jeito que escolher.

Screenshot_2013-12-30-00-52-02-1

De verdade? Eu voltei ao normal amamentando. Não tem nada que emagreça melhor que amamentar. São 600 calorias por  mamada se não estou enganada. Sou super preguiçosa para malhar, desde que tive Matheus que não voltei para academia. Por sinal, fui hoje fazer a inscrição. Mas me alimento bem, e sei que a genética também conta. Só não posso é confiar muito mais nela porque depois dos 30 a coisa não é mais a mesma hahahaha  Mas não coma frituras. Coma muita salada, tudo grelhado, muita agua e fruta. Carboidratos só integrais.

Screenshot_2013-12-30-00-52-02-2

TENHOOOO!!! Tenho muita muita vontade de sair gritando e me esconder em algum canto onde ninguém me ache! É normal. Ser mãe cansa mesmo! É muita pressão, muita responsabilidade, muito peso nas nossas costas… Então nada mais normal do que ter essa vontade de vez em quando. =)

Screenshot_2013-12-30-00-52-02-4

Ele não me deu trabalho nenhum kkkk comeu o primeiro prato de sopa como se tivesse feito isso todos os dias. Mas o segredo é a paciência e a persistência. O começo costuma ser assim mesmo. Calma que logo logo ele está comendo bem direitinho.

Screenshot_2013-12-30-00-52-18-1

Amamentar não doi se o bebê fizer a pega direitinho. Ele tem que abocanhar o mamilo E a auréola toda. Se ele pegar só o bico e ficar chupetando ele, ai sim vai doer e muito.

Uma dica é aos 7 meses de gestação começar a usar uma pomada à base de lanolina no mamilo. Isso vai ajudar bastante a que a pele do mamilo fique mais resistente. E nada de lavar o mamilo com buchas nem nada semelhante. A única coisa que pode prevenir a dor da amamentação é isso. Boa pega e o mamilo preparado com lanolina.

Quanto ao corpo voltar ao normal, na resposta à pergunta acima eu digo como voltei ao normal. =)

Screenshot_2013-12-30-00-52-24-1

O Matheus acorda de 8 e meia da manhã normalmente. Toma uma vitamina e come um pão com polenguinho. Depois vai brincar pela casa até que umas 10 horas ele fica com sono. Coloco ele para dormir e de 11 e meia mais ou menos ele acorda para almoçar. Come o mesmo que nós. Em época de escola, ele vai depois de almoço e fica até as 17 horas. Agora que está de férias ele fica comigo ou com Rosa (a fada do meu lar). Brinca em casa, ou vai para o parque, ou para a quadra do prédio. Umas 17 e meia, 18 horas ele vem para casa, toma um banho e vai brincar no quarto dele. O pai chega por volta das 19 horas e brinca um pouco com ele até que as 20 horas mais ou menos ele vai dormir. Tem dias que dorme de tarde em vez de manhã e aí ele dorme lá para as 21 e meia, 22 horas. Mas o normal é como descrevi. Screenshot_2013-12-30-00-52-24-2

Não, eu trabalho em casa. Nunca tive ninguém para me ajudar. Optei por ter apenas Rosa que me ajuda com tudo hoje, mas até Matheus ter uns 6 ou 7 meses eu cuidei dele sozinha. Para falar a verdade, nem a fralda dele eu deixei mudarem até então kkkkkk Acho que nessa fase uma babá ou enfermeira rouba muito o papel da mãe. Esse primeiro tempo é do bebe e da mãe exclusivamente e o instinto materno deixa que qualquer uma saiba se virar bem. Passa tão rápido e é uma fase tão única e maravilhosa que se tivesse tido alguém, com certeza hoje estaria super arrependida. Até hoje não tenho babá. Optei por coloca-lo na escola durante o período da tarde para poder ter tempo para as minhas coisas.  Screenshot_2013-12-30-00-52-39-1

Hoje eu trabalho apenas com o blog (e acredite que me toma bastante tempo), mas até Matheus ter um ano e pouco eu só cuidava dele. O blog ainda não me ocupava. Era apenas um hobby, e eu sentia falta de ter o que fazer sim. A monotonia me deixava irritada e a dependência financeira também de certa forma. Mas hoje eu continuo em casa, tenho um pouco mais de independência financeira, embora continue dependendo do marido para muita coisa, mas não trocaria o tempo que dediquei exclusivamente a Matheus. Aproveitei cada segundo das primeiras fases da vida dele.

A questão de trabalho vai depender muito do estilo de mulher que você é. Tem mulheres que não aguentam ficar longe do trabalho, tem mulheres que depois que são mães querem largar tudo e são felizes sendo apenas mães, esposas e donas de casa.

Screenshot_2013-12-30-00-52-39-2

Matheus dormiu comigo até ter um ano… é verdade!

Sempre falei que nunca colocaria um filho meu dormindo na minha cama, mas paguei pela lingua. O berço dele esteve no meu quarto até ele ter um ano e enquanto ele mamou dormia direto no meio de mim e do meu marido (ele mamou até ter mais ou menos 10 meses).

A mudança dele para o quarto você pode ler aqui

 

 

Screenshot_2013-12-30-00-52-50-1

Infelizmente, não ha muito que fazer. Se você quiser mesmo tirar as mamadas de madrugada a unica solução são algumas noites muito mal dormidas. Isto porque você vai ter que a fazer dormir de novo sem a mama, que é um excelente soniforo. Só embalando e ninando. Ela vai chorar, espernear e você vai ter que ser firme. Se não quiser passar por isso, então aguente mais um pouquinho que logo logo essa fase vai passar. Sim, porque é uma fase. Ela logo logo nem vai querer mais a mama e você vai morrer de desgosto e de saudades. Foi o que aconteceu comigo =(

Screenshot_2013-12-30-00-52-50-2

Ô se já aconteceu. kkkk o cansaço nos faz fazer coisas impensáveis. Mas evite faze-lo porque a televisão só vai agita-lo mais e fazer com que ele demore mais a dormir de novo.

Screenshot_2013-12-30-00-52-58-1

Amandoca ainda a semana passada apareceu no Instagram. Tá ótima. Matheus é louco por ela e quando ela está cá em casa é uma festa. 

Quanto a caminha, ele dorme super bem nela até hoje. Foi uma excelente compra. Deito todos os dias nela com ele =)

Screenshot_2013-12-30-00-52-58-2

Infelizmente não tenho nenhuma solução para te dar. Insista com a chupeta. Pode ser que um dia ela pegue só ela. 

Screenshot_2013-12-30-00-52-58-3

Matheus ME desmamou. Tinha 10 meses mais ou menos quando começou a não querer mais a mama. Ainda insisti, mas Matheus gostou muito de comida sólida e acho que a preferiu. Levei uma semana insistindo para que ele não largasse a mama, mas não teve jeito. Screenshot_2013-12-30-00-52-58-4

No meu caso eu não tenho qualquer queixa com relação a minha enteada ou a mãe dela. Felizmente o caso é bem resolvido de ambas as partes e a mãe dela sabe que eu trato Amanda como se fosse minha filha desde que ela tinha um aninho. Mas isso depende muito do tipo de relação que o seu marido teve, e do tipo de mulher que a ex dele é. A você resta ignorar, entender que a menina é uma criança e tentar ama-la e inclui-la na sua rotina. Um dia ela vai ver que a mãe está errada.

Screenshot_2013-12-30-00-53-10-1

Matheus dormiu comigo até ter um ano, mas dei sorte porque quando chegou a hora de passa-lo para a cama ele se adaptou super bem. Nem todos se adaptam e tem pais que sofrem anos para conseguir voltar a dormir a sós na cama. Se isso for só de manhã, mas de noite ela dormir bem no berço dela, não vejo problema. Agora se isso estiver prejudicando o sono dela, deixe ela no bercinho e quando ela chorar retire mas não vá para a sua cama. Se for muito cedo, tente que ela volte a dormir.

Screenshot_2013-12-30-00-53-10-2

Sobre o desmame tem a minha resposta mais acima =)

Quanto a primeira ida do Matheus ao clube, bem, ele tinha 1 mês. O seu mensário foi até lá. Levei o necessário e fiquei sempre em lugar aberto. Ele dormiu a maior parte do tempo.

A primeira vez na praia, o Matheus tinha 5 meses. Levei a casa as costas hahaha mas o unico cuidado foi com o sol. Como ele tinha 5 meses e meio eu coloquei o protetor solar Episol infantil e levei ele para molhar as perninhas no mar logo pela manhãnzinha, quando o sol estava mais fraquinho.

 

 Screenshot_2013-12-30-00-53-37-1

 

Uffa… são muitas perguntas kkkkk

Bem eu engordei só 7 kilos na gravidez. Enjoei um bocado no inicio e quando parei, tentei comer bem. A genética também conta, claro, mas não comi por dois. Comi coisas saudaveis e evitei tudo que fosse besteira. Refrigerantes por exemplo nem toquei neles. Screenshot_2013-12-30-00-54-30-1

Sem amonia eu não vejo problema. Eu fiz minhas mechas mais ou menos nessa altura. Mas será bom você conversar antes com o pediatra do seu filho e se ele autorizar, fazer num salão de confiança.

Screenshot_2013-12-30-00-54-49-1

Eu mesma já não escaldo nadinha hahaha Matheus tem 1 ano e 9 meses. A partir de um ano acho que já não ha necessidade. Screenshot_2013-12-30-00-54-49-2

Ainda não começamos o desfralde por aqui. Estou meio sem dicas por enquanto, mas estou colocando Matheus no vaso para ele ir se ambientando e sempre que ele faz alguma coisa fazemos muita festa. Mas ele ainda não tem noção e continua fazendo na fralda. Ele ganhou o penico da fisher price que toca musica quando a criança faz alguma coisa. Talvez seja uma boa.

Screenshot_2013-12-30-00-54-59-1

Mais acima tem a mesma pergunta onde dou as mesma dicas  =) Screenshot_2013-12-30-00-54-59-2

Se puder dar a chupeta para que ela não pegue o dedo, dê! Tente o que puder para que ela não se vicie no dedo. É muito mais fácil um dia você jogar fora a chupeta do que o dedo que não dá para arrancar.

.

Screenshot_2013-12-30-00-54-59-3

Se ela já come direitinho não vejo porque lhe dar mamadeira. Tente um copo de transição. Quanto ao mingau, talvez o de aveia seja o melhor, mas o que Matheus mais gosta são os da Mucilon.

Screenshot_2014-01-02-19-41-02-1

Eu acho melhor ligar para o pediatra. Mesmo que ele diga que é para observar, ligue para ficar tranquila. Só evite levar para urgência sem antes ligar para o pediatra. Urgência só em caso de urgência mesmo, porque muitas vezes os pequenos não têm nada e lá a chance de pegarem alguma virose ou algo semelhante é grande.

 Screenshot_2014-01-02-19-41-02-2

Infelizmente não tem a solução milagrosa que toda a mãe sonha. Se ele mamar de noite, tirar essas mamadas pode ajudar, mas até tirar vai ter que passar por umas longas noites.

Screenshot_2014-01-02-19-41-49-1

Meu parto foi cesárea. Foi bem tranquilo e voltei rapidamente ao normal graças a amamentação.

Screenshot_2014-01-02-19-42-08-1

Que eu conheça não, mas você pode pintar as unhas normalmente quando o bebe estiver dormindo, e só pegar nele quando o esmalte tiver completamente seco que é quando o odor já passou.

Screenshot_2014-01-02-19-42-48-1

Veja, as mamadas da noite são chatas para tirar porque requerem muita paciência e algumas noites muito mal dormidas. isto porque a unica solução de fato é não dar e tentar segurar o choro até que o bebe volte a dormir. Um segredo que eu fazia era antes de eu ir dormir, quando ele ja estava dormindo, levanta-lo (senta-lo) e amamenta-lo com ele dormindo. Isso deixava ele com o estômago cheio e fazia com que ele dormisse mais. Se ele acordasse, eu não dava mama, mas ficava mais de hora embalando-o e tentando acalma-lo até que ele dormisse. 

Screenshot_2014-01-02-19-42-54-1

Até uns 2 anos e pouquinho é normal. Não fique preocupada por enquanto. Tenho duas primas com filhos da mesma idade que o seu e ambos não falam nadinha de nada. É até comum. Já já ele vai estar falando, e acredite que provavelmente ele vai aprender bem rapidinho tudo de uma vez. Se quiser ficar mais tranquila, fale com o seu pediatra e pergunte quando será a melhor hora para procurar uma fonoaudióloga.

Screenshot_2014-01-02-19-43-07-1

Eu não ensinei. Brinco sempre dizendo que Matheus é chupeteiro desda barriga. Ele nas ultras estava sempre ou chupetando a lingua ou o dedo. Então ele pega chupeta desde que nasceu, e pegava várias marcas inclusive.

Tente oferecer constantemente, pode ser que ele se acostume. Mas se ele quiser também não e mau. Pelo menos você não vai ter que passar pelo processo de tirar a chupeta, que acredite, é um processo terrível.

Screenshot_2014-01-02-19-45-02-1

Eu já tive uma opinião sobre as palmadas, hoje tenho outra. Já achei que uma palmada na hora certa nunca fez mal a ninguém e adiantava bastante. Até que percebi que com ele isso não iria funcionar. Estaria dando exemplo errado e teria consequências. Não acho que a palmada traumatize como falam, mas acho que ela não será compreendida como esperamos, então sou a favor da conversa, da cara braba, da voz firme e de colocar de castigo mesmo. Acho que levei umas palmadas, mas não tenho recordação delas, então não foi nada marcante. Não sou radical. Acho que cada um educa do jeito que sabe e consegue, mas tambem acho que todas as formas não violentas são bem melhores opções. Quanto a lei… ainda tenho duvidas dela. Acho que a lei talvez dê um poder a criança que nos dias de hoje não me parece boa ideia, mas ainda estou formando opinião com relação a ela.

Screenshot_2014-01-02-19-46-32-1

No inicio a rotina era algo que me deixava perdida. Matheus tinha os horários dele meio doidos e eu achava que nunca iria conseguir coloca-lo numa rotina, mas com o tempo descobri que a rotina vai se fazendo aos poucos. O bebê vai mostrando os seus horários e você vai se organizando. Eu por exemplo no inicio só tinha uma rotina. Banho as 20h. Isso era sagrado, o resto ia se ajeitando, até que hoje ele tem uma rotina bem definida e seguimos naturalmente.

Ele dormia a noite até bem. Acordava uma vez, mas dormia comigo. Dormiu no meu quarto até ter um ano, umas vezes na minha cama outras no berço portátil do meu lado.

Screenshot_2014-01-02-19-46-32-2

Com paciência. Infelizmente elas fazem parte e são importantes para  desenvolvimento inicial do bebê. Não dê chás, nem coisas que os antigos faziam, e não confunda cólicas com stress causado por excesso de informação. As cólicas costumam vir de x em x tempo quase que com hora marcada. O stress vem sem ninguém estar a espera. Para as cólicas uma boa solução é deitar o bebe de barriga para baixo sobre a sua barriga ou no colo com o seu braço por baixo da barriga do bebe. O stress passa quando se coloca um bebe dentro de um quarto escuro. Ele geralmente aparece quando o bebê conhece um ambiente novo, ou a casa fica com muita gente que o rodeia. Excesso de informação mesmo.

Screenshot_2014-01-02-19-47-07-1

Com 4 meses você já pode se exercitar. Quanto a dieta, eu acho que só quando parar de amamentar, mas precisa consultar o pediatra do seu filho e perguntar que tipo de alimentação você pode fazer que emagreça mas não prejudique o seu leite.

 

 

[essb-fans style=flat cols=4]
 
TAGS , , , , ,

1 comentários

1 Comentário

Camila Melhado

3 de Janeiro de 2014 às 17:11Responder

Adorei!!!

Deixe um comentário