22Mai/13

Aprender brincando com Caixas Sensoriais

POR: MirelaCATEGORIA: Educação, Papo de Mãe(0) COMENTÁRIOS

Imagem

Oi genteee,

Eu já tinha lido em alguns sites de atividades montessorianas sobre essas caixas tem algum tempo, mas ainda não tinha feito com o Matheus e por isso ainda não tinha vindo contar para vocês.

Esse final de semana que passou eu fiz, (mas fiquei sem câmera e não consegui tirar fotos), ele amou!

Coloquei feijão, uma pá daquelas de areia de praia, um copinho, umas peças de encaixe e juntei aqueles cereais coloridos. foi a minha primeira caixa, bem simples e sem tema, mas ele adorou! Despejou o feijão dentro do copo, comeu os cereais, espalhou tudo pra todo o lado, foi uma farra.

Dai hoje resolvi escrever pra vocês sobre essa brincadeira super lúdica, e ensinar como fazer.

Como vocês sabem, as crianças aprendem sobre o mundo explorando, experimentando e usando os seus sentidos .

Fazem uso dos 5 sentidos para poderem explorar e assim aprender mais e melhor sobre tudo o que as rodeia.

Caixas sensoriais  são uma ótima maneira para elas aprenderem usando todos os 5 sentidos de uma só vez.

Jean Piaget descreveu a forma como as crianças aprendem, chamando-os  de “pequenos cientistas “. Através da brincadeira sensorial e caixas sensoriais, as crianças conseguem brincar e aprender de uma forma muito mais atrativa e interessante, fazendo com que fiquem ocupadas um bom tempo.

Mas aí vocês perguntam:

Mi, Como faço para criar uma caixa sensorial?

E eu respondo rsrsrs:

Para criar um cantinho sensorial primeiro você deve ter um recipiente para colocar materiais sensoriais dentro. Uma caixa de plastico, um alguidar de roupa, até a banheira do bebê serve.

Em seguida, você deve decidir sobre o tema da sua caixa e reunir suas fontes.

Você não tem obrigatoriamente que ter um tema, mas fazendo caixas sensoriais temáticas pode ser um pouco mais divertido para crianças acima de um ano e meio, dois.

Caixas sensoriais tem uma base que é geralmente feita com arroz ou um outro material sensitivo.

Aqui está uma lista de possíveis bases:

  • arroz
  • arroz colorido
  • espaguete cozido ou outra massa
  • massas secas
  • milho
  • aveia
  • feijões
  • papel picado
  • água
  • areia
  • folhas
  • cereais
  • pedras
  • Bolnhas de gude
  • algodão
  • grama
  • gelatina
  • creme de barbear

Qualquer um destes seria ótimo por si só, mas fica mais divertido adicionar itens de manipulação que aumenta as oportunidades de aprendizagem e experimentação extra.

Eis outra lista com itens de manipulação:

  • colher
  • pequena pá
  • copos de medição
  • espátulas
  • cortadores de biscoito
  • pompons
  • objetos temáticos, dependendo do seu tema
  • brinquedos

Dicas

>>Atenção: Cuidado com o material que vai colocar dentro das caixas. 

Caixas sensoriais deve ser uma atividade supervisionada de perto.<<

Só colocar nela o que você sabe que a criança já manuseia sem correr o risco de engolir e/ou asfixiar. Para bebês é melhor uma caixa com coisas que sejam comestíveis e que não sejam problema se forem ingeridos.

Você pode fazer caixas sensoriais para bebes de 6/7 meses para cima (se ele já sentar não tem problema, mas novamente aviso, cuidado com os materiais utilizados. No caso de bebês, utilize APENAS peças grandes dentro de água por exemplo.

Para conter a bagunça, se fizer caixas sensoriais dentro de casa, faça em cima de um plástido (pode usar por exemplo aquelas cortinas de chuveiro ou sacos de lixo abertos no meio).

Seja criativo e não se preocupe, não tem como dar errado.

Seja ela uma caixa simples ou elaborada, sempre vai ser uma brincadeira educativa para o seu pequeno.

Quando a brincadeira terminar, coloque o material ou num saco ou numa caixa de plásticopara futuramente brincar de novo.

Divirtam-se, se puderem tirem fotos e marquem com a hashtag #minhacaixasensorial

Bjs

Mirela

     
    TAGS , , , , , , , , ,

    0 comentários

    Deixe um comentário