24Mar/14

A dor de ver um filho machucado é insuportável

POR: MirelaCATEGORIA: Matheus, Papo de Mãe(74) COMENTÁRIOS

image

Matheus se machucou feio. Muito feio.
Ele tropeçou e quando tentaram segura-lo para ele não cair, ele rodopiou e terminou batendo com a boca num corrimão de ferro.
Eu não estava do lado, só vi quando me chamaram.
Quando eu me virei, Matheus estava lavado de sangue. Era tanto sangue… parecia uma cena de filme de terror.  Senti o meu corpo gelar. Ver o meu filho todo ensaguentado me fiz sentir a dor mais intensa que já senti na vida.
O meu marido que estava mais à frente, correu para pegar nele e quando viu que eu estava em pânico manteve a calma e o levou para o banheiro pra ver  o que tinha realmente acontecido (o meu marido é medico).
Matheus enquando o pai tentava ver a sua boca, chorava de uma forma angustiante e procurava os meus olhos como quem pede socorro. Eu mais atrás me segurava para não desmaiar. A dor que eu estava sentindo era tão aguda que o meu corpo quase não suportou.
Eu olhava para o meu filho e só via sangue,  era tanto sangue que eu não entendia de onde vinha.
Descobriram então que tinha sido o lábio. Com a pancada, o dente dele cortou o lábio. Na boca, qualquer coisa sangra muito mas não foi um cortezinho. Matheus tinha o lábio cortado ao meio. Um corte fundo e quando vi a dor que ja era aguda se intensificou mais ainda e eu tive que me segurar para não cair. Escutei alguém dizer que talvez tivesse que levar pontos e isso me fez desesperar. Graças a Deus, apesar do corte ser grande não precisou.
Na foto vocês conseguem ver o lábio deformado pelo corte. A imagem não ta nitida mais foi de propósito pois não é uma foto bonita de se tirar.

Hoje, depois do susto, conseguimos ver direito o “estrago”. A pancada foi tão forte que o dente dele recuou. O gelo que colocamos ajudou a reduzir o inchaço, mas ainda assim ele esta com o lábio digamos que dividido, mas como foi na parte interna, vai cicatrizar rápido e julgo que sem cicatriz. Mas o dente vai ficar mais recuado com o outro e como é o da frente, vai se notar bastante. Sei que toda a vez que olhar para a boca dele, vou me recordar dessa cena eno meu peito vai doer.

Foi a pior dor que senti na vida!
São 3:40 da manhã e eu não consigo parar de me lembrar da cena dele ensaguentado, chorando e procurando por mim.
Sinto uma culpa imensa por não estar perto dele na hora do acidente… olho para ele dormindo e consigo ver a ferida. Dói de um jeito que não sei nem explicar.
É uma dor como eu nunca havia sentido.
Chega a ser interessante. Mãe consegue sentir muito mais dor quando o filho se machuca do quando o machucado é nela. Coisas de mãe.

Ele está usando uma pomada que forma uma capa protetora e estou deixando ele só de chupeta pra evitar que ele fique mordiscando e passando a língua no corte. Durante o dia fizemos de tudo pra distrai-lo pois ele ficou mais chorão, o que é perfeitamente compreensível. Mas eu nao consigo me sentir melhor.
Não sei se esse “trauma” vai passar, mas estou extremamente melindrosa.  Não quero que ele faça nada que possa se machucar… Fiquei com medo de acontecer mais alguma coisa com ele. E não paro de pensar no quão rápido são essas coisas.
Uma hora o seu filho está bem, na outra ele está machucado sem ninguém nem entender o que aconteceu.  =(
Eu juro que não sou super protetora com Matheus, acho até que estimulo demais ele a ser independente e por isso corro mais risco de ver ele machucado, mas depois desse acidente eu me sinto diferente.
Não sei ainda explicar direito.  Só sei que até na minha cama ele tá dormindo de novo.
Tou querendo ele bem perto de mim para protegê-lo o mais que puder.
Talvez seja efeitos do susto, nao sei.  So sei que não desejo o que estou sentindo a ninguém.
Infelizmente não há muito o que fazer para evitar estas situações. Não temos como ficar o tempo todo em cima deles, nem coloca-los numa redoma de vidro. Acidentes acontecem, mas com filhos pequenos deveria ser proibido. =(

Devo ir agora de manhã com ele à dentista dar uma olhada no dente.  Muito provavelmente ele fez um traumatismo no dente.
Mais tarde conto como correu.

     
    TAGS , , , , , , , , , , ,

    74 comentários

    74 Comentários

    Adriele

    24 de Março de 2014 às 8:48Responder

    Já aconteceu isso comigo, quase morri até pq eu fui o trampolim para o corte! Pra te acalmar jaja ela fecha… Ser mãe é padecer no paraíso…

    diana

    24 de Março de 2014 às 8:57Responder

    Nossa mirela chorei lendo esse post senti sua dor ou pelo menos um pouco deleta só em ver vc desabafando. Algo parecido com o meu aconteceu antes de ele completar um ano ele estava nos seus primeiros passo é a vovó dele está ensinando ele a andar só que ela soltou e ele caiu de dente no chão tb. Era tanto segue que fikei igual a você sem ação alguma! Chorei me senti inútil e me julguei de não conseguir evitar naquele momento. Momento muito rápido mas acabou comigo emocionalmente. Me senti inútil como mãe! O do meu Raul Gabriel não foi tão intenso mas saiu bastante sangue e cortou os lábios inchou e o dente dele tb entrou um pouco. Mas o mais estranho e que até hoje eu banco consigo escovar os dentes dele sem ele chorar os inferiores ele até deixa mas quando vou escovar o bendito dentinho ele não deixa e como se ele ainda tivesse sensibilidade nele. Isso já faz quase 1 ano. Mas nao se sinta culpada minha querida isso são coisas que acontecem. Não é que falhamos como mãe, e que crianca e assim mesmo toda crianca tem uma máquina da infância. Eu tb fikei super protetora com o meu mas era uma forma de eu me redimir por ter permitido aquilo acontecer. Mas logo ele vai ficar bom. Torcendo pelo o princide. Melhoras meu anjo!

    Melissa

    24 de Março de 2014 às 9:00Responder

    Tadinho do mateus! Realmente a dor do filho dói demais na gente,aquela vontade desesperada de que tudo acabe logo e acabe bem! Outro dia bia caiu do skate e chorou muito,fiquei apavorada,com tanto medo de ter fraturado ou quebrado algo,que eu só conseguia rezar!
    Vou acompanhando as notícias,mas tenho certeza que vai ficar tudo bem!
    Bjs no seu coração!

    Karina Leite

    24 de Março de 2014 às 9:05Responder

    As rápidas melhoras para esse pequerrucho. Nós mães sofremos demais :(
    Agora vai correr tudo bem. Beijinhos

    Ellen Silva

    24 de Março de 2014 às 9:43Responder

    Mirela, só pelas suas palavras posso imaginar a angustia que está sentindo.

    Graças a Deus meu bebê nunca me deu um susto assim se machucando, mas com 2 meses, ele teve uma febre sem explicação, ia e voltava, foi assim o dia inteiro. Até que anoite resolvi leva lo ao PS e chegando lá fizeram alguns exames e foi constatada uma infeção urinária, qd o médicou virou pra mim e disse que ele teria que ficar internado, meu mundo caiu.

    Na minha cabeça eu só me perguntava como??? Pq? como eu deixei isto acontecer? Não existia culpa maior.

    Ele foi medicado e logo adormeceu, mas meu Deus como sofri.

    Um dias depois estavamos em casa e tudo voltou a sua “normalidade”. Depois deste susto eu morro de medo de febres e coisas do tipo. Sei que erro pq me acho mt superprotetora, mas coração de mãe ninguem explica. Sao sustos assim que nos levam a amadurecer como mãe.

    Melhoras para teu pequeno.

    Mariana

    24 de Março de 2014 às 10:05Responder

    Oi Mirela, que Deus abençoe o seu Matheus! Tenho um também, mas o meu é sem H. Realmente ver nosso filho machucado dilacera o coraçãode qualquer mãe. Melhoras pro anjo! Estou torcendo e rezando por vocês…

    Vanessa Morelato

    24 de Março de 2014 às 11:00Responder

    Oi Mirela, nossa meus olhos estão cheios de lágrima, a garganta secou … Ufa :( Só quem é mãe entende sua angustia e dor.

    Tenho dois meninos, o Matheus e Lucas e tb não é facil.

    Logo logo vai cicatrizar e passar ! A recuperação dele vai ser maravilhosa.

    Sou fraca com sangue e agulha, minha pressão cai e tudo escurece e já tive umas duas situações de batida de boca com o meu filho caçula, chegou a corta os o freio da boca, colocamos gelo, e dei água no copo com muiiiiito gelo, e meu grande medo era o dente ter quebrado ou escurecido com a pancada, levamos ele logo para uma amiga dentista ver (final de semana) e só na segunda conseguimos contato com a odontopediatra, envie via SMS as fotos, pois estava em um congresso, tb dei um remédio para a dor, naquele dias mudei a alimentação toda, muito liquido (água de coco ), gelatina e tudo pastoso, claro que tb deixamos na cama com a gente….

    infelizmente nunca estaremos preparados, podem estar do nosso lado ou um passo a frente, e crianças são assim mesmo…

    vai tudo ficar bem, Deus abençoe vcs !!!!

    melhoras Matheus ! Queremos te ver bem logo.

    Beijos

      viviane veras

      23 de Março de 2015 às 23:06Responder

      Realmente ficamos sem ação. Meu filho de 4 anos estava sentado com os colegas na sala de aula. Quando veio outro menino q senta no fundo da sala e meteu um brinquedo com toda força na boca. Deixando o dente superior pendurado e os dentes da frentes os outros todos moles. E a professora ainda diz q foi acidente. vai fazer 7 dias e meu filho super nervoso, chorando e não quer trocar de escola devido aos colegas, mas sente medo do menino q o agrediu. O que devo fazer? Pois estou sem saber lhe dar com essa situação. Me ajude…

    Talita

    24 de Março de 2014 às 11:44Responder

    Mirela, meu Matheus também bateu a boca ontem e sangrou muito, parecia eu escrevendo esse post, fiquei desesperada!!! Ele tem apenas os dois dentinhos de cima, não consegui perceber se recuou ou não é o dentista ficou para amanhã apenas… Sei que vc vai me entender e, se não for pedir muito, pode me conta o que a dentista do seu Matheus falou, depois que for na consulta? Estou arrasada hoje! Obrigada!!

    gisamsiqueira@hotmail.com

    24 de Março de 2014 às 13:26Responder

    Oi Mirela, o meu filho João Pedro tb teve um incidente parecido com do seu filhote, na hora fiquei anestesiada, não sabia o que fazer me senti a pior criatura do mundo e o pior que meu marido me culpou, pelo acontecimento, mas agora o dentinho tá até voltando para frente e ele voltou a dormir no meu quarto, bjxx e um beijão no filhote e melhoras.

    Kelly Morais

    24 de Março de 2014 às 13:53Responder

    Oi Mirela…
    Eu tive um corte profundo e grande no lábio inferior quando era pequena. Levei três pontos, mas não teve outras “sequelas”.
    Minha filha mais velha cortou o cantinho da boca, levou dois pontos, eu mesma ajudei a segura-la para dar os pontos, foi difícil, mas consegui.
    Quanto a estar por perto, não sei o que seria pior, sabia?! No caso da minha filha eu estava do lado, ela subiu atrás de um banco de madeira (depois de vários “desce daí que vai cair”) e num piscar de olhos o banco tombou pra cima dela. A sensação é de total “incapacidade de cuidar do filho”. Fiquei me culpando um tempão, mas graças a Deus passou. Depois desse susto, quando eu dizia “desce que vai cair” acho que ela associava imediatamente ao ocorrido e obedecia… mas vááááários outros pequenos acidentes ainda aconteceram (hoje ela tem 16 anos). Normal. Passa. Faz parte da infância.
    Melhoras para o Matheus. bjs

    Ana Carolina

    24 de Março de 2014 às 14:13Responder

    Mirela, chorei lendo seu post. Passei por uma situação muito parecida com o meu filho. 1 dia antes da festinha de 1 aninho dele fui com ele ao marcado. Minha tia foi junto e como qualquer tia deixou ele fazer o que queria. Colocou ele em pé dentro do carrinho supermercado e Marcelo acabou batendo a boca com violência naquele ferro imundo do carrinho de mercado. Quando vi o tanto de sangue minha pressão baixou e eu fiz menção de desmaiar. Umas funcionarias do Mc Donalds que tinha ali perto foram nós ajudar e levaram um sorvete para Marcelo tomar e ver se ajudava a parar o sangue. Me doeu tanto. Ele me abraçava com tanta forma, como quem pede ajuda. Passei muito tempo com medo, até que no mês seguinte ele bateu a boca e a cortou novamente. Desta vez estava sozinha e fiquei tão calma que consegui tranquiliza-lo mais facilmente. Infelizmente estas situações acontecem. Marcelo hoje tem 1 ano e 8 meses e tenho vontade sim de cria-lo em uma redoma de vidro. Mas nós mães sabemos que isso não é saudável e vamos ter que aprender a viver com esta insegurança. Melhoras para esse Matheus lindo de viveeer!! Graças a Deus foi algo pequeno diante do que poderia ter acontecido. Força pra você querida! Beijos

    Vanêssa Ferreira

    24 de Março de 2014 às 14:17Responder

    O ideal era ter levado ele ao dentista imediatamente para colocar o dente no lugar. Depois não há mais o que fazer. Só acompanhar e radiografar de vez em quando pra ver se teve algum dano interno. Eu como odontopediatra morri ao ver meu filho cair e quebrar um pedação do dente da frente. Até esse dentinho cair, vou sempre olhar pro Enzo (2 anos e1 mês) e lembrar da aflição que passei e remoer: meu bebê, que tinha os dentes lindos, agora tem uma resina no dente! Fazer o quê? É a vida!

    Mileide

    24 de Março de 2014 às 14:20Responder

    Ele vai melhorar rápido, se Deus quiser! O amor que vcs dão a ele tb eh um santo remédio! Pensa que ele está bem, que não passou de um grande susto!!! Já já ele estará bem novamente! Adoro seu site, embora não comente tanto. Espero q essa ferida sare em vc tb! Nenhuma mãe deveria passar por uma situação dessas com seus filhos. Mas vcs são fortes e vão superar!! Bjos

    Sabrina Sabino

    24 de Março de 2014 às 15:09Responder

    Mirella, sempre acompanho seu blog e nao sou muito de comentar aqui, nao por nada, mas é o meu jeito mesmo. Hoje senti uma necessidade imensa de comentar! Tenho um filhinho de 6 meses, e ao ler voce contar o que aconteceu com matheus, me deu uma dor tão grande no coração, um aperto, nao sei o que senti de verdade, so sei que fiquei super triste e morrendo de peninha do Matheus e sua. Nao consigo imaginar isso acontecendo com meu principe, sei que um dia vai acontecer, pois como voce disse, nao podemos criar nossos filhos dentro de um bolha, nao é? Espero que esteja tudo bem com o Matheus, e com voce também! beijo grande

    Teresa

    24 de Março de 2014 às 17:17Responder

    Mirela quando comecei a lê meu coração ficou tão apertado, pequeno chorei tanto que nem terminei de lê, pois meu filho já se machucou assim e não tem sensação pior. Vou rezar pra ele melhorar e nossa senhora acalmar o seu coração. Beijos

    Helena

    24 de Março de 2014 às 17:25Responder

    Nossa que drama! Acho desnecessário um post desses com tanta intensidade pra algo tão simples. Crianças se machucam o tempo todo,normal. Na hora é triste,é doloroso pra nos mas depois passa e ok. N tem essa necessidade de ficar remoendo e blablabla … É terrível ver o filho sofrer,mas uma mãe que passa a escrever para um alcance tão grande,deveria no mínimo ter pudor e pensar nas mães que tem filhos com sérias doenças,ou com problemas bem mais graves. Um exagero mirela,n vi nada demais nessa acidente. E infelizmente esteja preparada pois como ja disse,crianças se machucam o tempo todo.

      Mirela

      24 de Março de 2014 às 17:29Responder

      Um exagero para você! Para mim nao! Meu filho ta com um traumatismo no dente que mesmo sendo de leite, vai ter sequelas nos definitivos, e eu desabafo no meu blog as coisas que sinto necessidade. Desnecessário o seu comentário. Não ofendi ninguém, nem magoei ninguém! Para mim que nunca tinha vivido algo parecido foi muito ruim SIM. E como nunca falei da dor de ver um filho se machucando, falei!!! Chato ter que me policiar sobre o que eu quero escrever no meu blog poxa!

        diana

        24 de Março de 2014 às 18:32Responder

        Não perca seu tempo respondendo quem não sabe se mãe mirela. Tem vários tipo de mãe, admiro o seu jeito de ser. Vc ama e a grata a Deus pelo o que ele te deu. Talvez seja realmente um exagero pra quem não ama incondicionalmente talvez seja um exagero pra quem não consegue ver o filho como um pedaço da gente, talvez seja um exagero pra quem não é grata a Deus pelo o presente. Eu sei exatamente o que vc sentiu. Quem não gostar do seu blogue e simples caia fora, vc não obriga a ninguém a ler e nem seguir vc, segue quem quer! E quem não quiser quem não se identificar e só cair fora. Ridículo e vim ofender seus sentimento vim ofender seu trabalho! Mas tem uma coisa que é verdade…. quando o sucesso aumentar muitos vão querer te derrubar. Beijos….. da um beijo gostoso no príncipe.

        Patricia

        25 de Março de 2014 às 13:34Responder

        E isso ai Mirela:-)
        Tenho um filhinho de 2 anos tbem e há alguns dias atras ele bateu a testa numa quina e cortou :-( corte minúsculo mais foi tanto sangue que quase liguei na emergência
        Eu te entendo nao e exagero nosso nao!!! Eu estava sozinha em casa e fiquei apavorada de ver tanto sangue nao sabia o tamanho do corte ate estamcar. E horrível mesmo me senti péssima achei q fui negligente e nao olhei ele direito nos sentimos péssimas.
        Espero q o Mateus esteja melhor e acredito que voce ainda esta andando atras dele como eu fiquei por semana so pra que nada aconteça de novo . Abraços

        Carine

        22 de Fevereiro de 2015 às 14:02Responder

        Oi Mirela, aconteceu o mesmo com a minha pequena de um ano e oito meses estava brincando quando tropeçou e caiu com a boquinha em uma pedra cortou seu lábio interno superior e inferior e superior externo não consigo nem olhar para ela me corta meu coração..e muita tristeza me sinto culpada por não estar perto nesta hora..tenho muita pena dela. Ela chorou muitos sangrou muito também..esta muito inchado e deu uma bolha de sangue da batida …estou bem triste..mais espero que passe logo…se tiver algo ajudou o seu bebe me escreva ..ha sobre esta mãe que achou um exagero…so se for para ela porque por minha concepção e muito triste e doe muito passar por isso pois mesmo depois do susto continua ali as marcas hematomas e a dor de seu bebe…fiquei tris te com um comentário deste…mais tem td que e tipo de pessoas neste mundo…e triste esta cada vez pior…mais tb já passei por situações muito difíceis com minha pequena d que foram serias a ponto de colocar sua vida em risco mais não é por isso que não tive muita dor ao ver minha pequena assim pelo contrário que hj sinto ainda mais e mais e não quero que ela sofra e sinta dor…acho que td mãe que ama seu filho gostaria de proteger ele sempre contra td..pena que não é possível…mais acredito que esse susto tb vai passar e que tudo vai ficar bem…abraço

      Talita

      24 de Março de 2014 às 22:28Responder

      Desnecessário achei seu comentário. Por coincidência meu filho, que também chama Matheus, caiu ontem, bateu os dentinhos da frente e passei exatamente por tudo que ela descreveu aqui. Ele vai cair outras inúmeras vezes, vai se machucar, tem criança sofrendo muito mais mundo afora… mas isso não minimiza minha preocupação com o meu filho ou a minha dor por tê-lo visto cair e não poder fazer nada para impedir.

      Bruna Rafaela

      24 de Março de 2014 às 23:22Responder

      Nossa Helena, seu comentário foi totalmente desnecessário. A Mirela não exagerou em nada, a dor de um filho dói o triplo em sua mãe. E se vc não gosta do que ela escreve não leia, simples assim. Nada demais pq não é com um filho seu. Exagerado foi esse seu comentário, isso sim.

    Mariana Fernandes Evangelista

    24 de Março de 2014 às 17:38Responder

    Sei o que vc esta sentindo.. Me sinto igual… Outro dia meu bebe de 9 meses caiu de costas e bateu a cabeça… Pode acreditar pedi tanto a Deus q não tivesse acontecido nada que eu fiquei com dor de cabeça na mesma hora… Não ligue para o que dizem… Só quem. É mãe sabe o que sentimos!!!!! Boa sorte e que ele fique bem rápido.. E que o dentinho não acontece nada mais serio!!!!

    Tathyana

    24 de Março de 2014 às 18:01Responder

    Nao tem como nao se emocionar lendo esse texto.
    Chorei horrores lembrando do dia que aconteceu o mesmo com meu pequeno ( pequeno mesmo pq isso aconteceu antes dele completar 2 anos. Hj ele está com 2 e 4 meses).
    Mirela, não se sinta culpada. Passei por isso tb e fiquei 2 dias sem comer, sem fome, chorando e agarrada nele literalmente, até tudo começar a voltar ao normal.
    Só tenho uma coisa a te dizer: força… Esse foi o primeiro de muitos!!!
    Ele vai se recuperar e já já estará aprontando todas!!!!
    Beijo no seu coraçao!

    Daiana

    24 de Março de 2014 às 18:02Responder

    Eu ainda não tenho filhos, mas esse é meu maior sonho, e pretendo realiza-los em um ou dois anos.
    Não posso te dizer que sei como se sente, mas tenho certeza que me comportaria igualzinho, com as mesmas preocupações e sentimentos.
    Lembro da minha mãe contando que, quando eu tinha a idade do Matheus, subi num portão que meu avô estava trocando, e cai de cabeça numa altura de uns dois metros.
    Foram sete pontos na cabeça, muito sangue e um desmaio da minha mãe, rs.
    E sempre que ela conta essa história vejo os mesmos trejeitos de preocupação que li no seu texto.
    Mãe é mãe, e vc sente doer pq ele é, no fim das contas, um pedaço de você.
    Melhoras pro Matheus, e parabéns pelo Blog. ;)

    Bjos

    Dai

    MamãeBruna

    24 de Março de 2014 às 18:20Responder

    Nossa!!! QUE DESESPERO!!! Consegui sentir um pouco da sua dor, afinal, mães se entendem! Realmente, chega a ser um sentimento até interessante, deveria ser estudado para fazer a gente entender um pouco.

    O João já escorregou algumas vezes de boca no chão e eu quase desmaiava quando via tanto sangue. Graças a Deus, das 3 vezes que isso aconteceu, o meu marido tava em casa e conseguia manter a calma e pega-lo pra ver o que realmente estava acontecendo. E eu sempre perguntava, de longe, é claro “o dente dele ainda esta ai!!?”rsrsrsrsrsrs

    E quando tudo passava, o abraçava tão forte e deixava ele dormir na nossa “meiuca. Nós nos sentimos melhor e os nossos filhos tb. Pois acaba que eles ficam mais vulneráveis e nada melhor que o colinho da mãe e o cheirinho do pai.

    Exagero é a gente não sentir nenhuma dor quando vemos nossos filhos machucados, não querer protege-los quando sabemos que eles não estão bem. Exagero é achar o sentimento materno um exagero. Que pena que vieram aqui pra dar essa opinião tão chula.

    Fica bem, mamãe!! Acredito que essa dor vai passar.

    bjs

    Bruna Rafaela

    24 de Março de 2014 às 18:32Responder

    Mirela, não sei oq te falaram, mas se alguém acha isso exagero, realmente não sabe do que vc esta falando… aconteceu o mesmo com meu filho quando ele tinha 1 ano e 4 meses, ele enroscou um pézinho no outro e levou um baita tombo, como com o Matheus o dente fez um baita corte na boquinha, era sangue pra todo lado e eu como vc senti a pior dor do mundo. Me senti mal por dias, me sentia culpada por não evitar a queda. Meu marido fala que eu chorava mais que o menino.E o pior que as consequencias desse tombo ainda estão aqui, pq o dente ficou prejudicado e pelo que parece prejudicou toda a arcada dentária e isso hj me dói demais. Te entendo totalmente, até chorei com seu relato, vc tem toda razão, a dor de ver um filho machucado é insuportável, dói na alma, pq filhos são um pedaço de nós mesmos. Melhoras pro lindo do Matheus e vc tbm fica calma e não se sinta culpada, infelizmente nós não conseguimos protege-los de tudo né… essa é a parte ruim de ser mãe!!! Bjos querida!!!

    Mariana Morbeck

    24 de Março de 2014 às 18:39Responder

    Poxa Mirela, estou aqui com os olhos cheios de lágrimas! Quem é mãe entende perfeitamente o que você escreveu, você conseguiu explicar exatamente o que acontece! A dor dos filhos deveria doer na gente! Melhoras pro pequeno príncipe, espero que a pancada no dentinho não tenha maiores consequências! Sinta-se abraçada, querida!

    Thalita Cunha

    24 de Março de 2014 às 18:43Responder

    Tadinho, vai dar tudo certo! Logo ele fica bem e o mais pesado vai ser o susto, fica bem você também.

    Jamille

    24 de Março de 2014 às 18:47Responder

    Owww realmente é muito difícil para nós mamães vê-los machucados… Consegui sentir parte da sua dor diante às tua palavras e sei bem como é! Melhoras para o seu pequeno. Fiquem com Deus.

    Iris

    24 de Março de 2014 às 19:06Responder

    Entendo perfeitamente Mirela. Meu filho hj teve que tomar uma benzetacil para uma bactéria na garganta e eu preferia que tivesse sido em mim. Ver ele doente me mata.

    Fernanda

    24 de Março de 2014 às 19:33Responder

    Mirela, acho que você apagou o comentário anterior então eu não sei exatamente a idiotice que tiveram a audácia de falar. Mas, independente da baboseira que foi, ESQUEÇA. Cada dia que se passa as pessoas aparecem na internet para machucar gratuitamente os outros… gente que sequer eles conhecem, não sabem os medos, nem as angústias.

    Sou mãe e senti “por você” um pedaço da dor. Meu filho já se machucou assim uma vez, caindo de uma escada daquelas de caracol. O corte foi profundo e vi tanto sangue que não sei como aguentei em pé. Infelizmente, acontece. Como você falou, devia ser proibido, mas não é.

    Se te faz sentir bem dormir com Matheus, não desgrudar um segundo e oferecer-lhe todos os mimos, FAÇA. Você é prudente e dedicada, tenho certeza que não seria desmedida a ponto de prejudicar a educação/futuro/personalidade do seu filho.

    Melhoras pra ele e pra você. Que o lábio dele sare e seu coração também. Deus esteja com os olhos sobre a sua família. Um beijo grande e parabéns pelo blog e instagram… Nunca comento, mas estou sempre curtindo… nunca li ninguém definir maternidade como você faz. É muito bom não estar sozinha diante de tantos sentimentos conflituosos que só a maternidade nos traz.

    Beijo

    amoradoisanna

    24 de Março de 2014 às 19:51Responder

    Nunca passei esses sustos com minha filha graças a Deus pq desmaio qdo vejo muito sangue!! Espero q ñ abale tanto o dentinho!! Boa sorte!

    CHARLINE GOMES

    24 de Março de 2014 às 20:26Responder

    Oi Mirela!!! Lembrei o que aconteceu com meu filho na semana que completou um aninho,ele estava brincando com um andador, foi tudo muito rápido, o andador é na forma de uma girafa, ele bateu a boca na orelha e partiu o freio labial, na verdade ele ficou sem o freio labial, foi tanto sangue que no momento imaginei que ele teria quebrado todos os dentes, eu estava perto mas não conseguir evitar. Então minha linda não fique com remorso,você é uma mãe maravilhosa. Ele vai recuperar rapidinho, recupera muito rápido, você vai ver. Meu filho está com 1 ano e 11meses e Mateus lembra muito dele,as coisas que vc relata que ele faz no dia a dia. Ele é lindo, fiquei muito triste em saber, pois me coloco no seu lugar. Beijos e fiquem com Deus!!!

    Rubia vernochi

    24 de Março de 2014 às 21:40Responder

    TI entendo perfeitamente Mirela quando meu filho tinha 1 ano e pouquinho ele foi entrar no parquinho tropeçou e caio de boca no degrau de cimento, na hora saiu sangue mais conseguimos controlar o SANGRAMENTO, pois bem no outro dia ele pulando sem eu ver na minha cama caiu e bateu de novo a boca no chão, o dente dele “SALTOU“ pra fora, foi meu maior DESESPERO muito sangue ele GRitava o dente no chao na hora coloquei ele com sangue mesmo no carro e levei ele num orto-pediatra ele disse que eu tinha que colocar o dente de novo na boca, Meu Deus mais um Sacrificio foi quase impossivel, ele nao parava, tive que tirar a chupeta dele na mesma hora, so queria meu colo. Foi muito dificil. Mais te digo querida nao Desanime força, crianças são assim e tudo de uma hora pra outra sem agente ver acontece. Beijo pra vc e seu PRINCIPI.

    jarlene

    24 de Março de 2014 às 23:07Responder

    Nossa, passei por algo parecido: Estávamos esperando meu marido chegar do trabalho porque iríamos sair, como era uma tarde quente ele estava só de cuequinha na sala brincando (na minha frente) e do nada ele enfiou as mãos na cueca e desequilibrou e acertou o queixo em cheio, nos olhamos ao mesmo tempo e eu pude ver uma bola vermelha se formar em seu queixo, meu coração disparou, mas me segurei pra não assusta-lo. Na mesma hora a bola que se formou se desmanchou em sangue e bateu o desespero, era um rio de sangue…meu marido chegou na mesma hora e corremos pro hospital, no caminho ele me acalmava o tempo todo, ele só tinha 3 aninhos e fica falando olha mamãe já passou, enfim, pegou dois pontos e hoje lendo teu relato pude sentir um pouco do que você passou, realmente dá um desespero e olha que ele brincava na minha frente! Boa sorte e que Deus recupere logo seu filhinho.

    Mix

    24 de Março de 2014 às 23:34Responder

    Mirela entendo super isso! Li seu relato e revivi essa cena. Aqui em casa aconteceu quando nosso chicken little tinha uns 9, 10 meses e começou a ficar de pé. Dai ele levantou, apoiou no sofá e resolveu soltar e virar pra frente. Ele caiu. OBVIO. E em cima de um brinquedo. Obvio tb…
    Dai meu marido levantou ele logo do chão e abraçou. Mas como ele não não parava aquele choro sofrido, resolvemos olhar e quando meu marido desencostou, pá, sangue… Na roupa dele, no meu marido inteiro… Acho q só não vomitei de nervoso pq meu marido travou e alguém tinha q socorrer o menino. Depois q estancamos o sangue pudemos ver q ele abriu o lábio inferior no canto, a gengiva subiu (deixando o dente mais “a mostra”) e bateu o brinquedo no lábio em cima (ou o dente debaixo sei lá) e abriu por dentro em cima. Meu. Uma das maiores dores q já senti no mundo. Te entendendo e te digo mais. Depois disso o choro dele (qq um) nunca mais foi o msm p mim. Agora quando ele chora (mas chora de verdade, de dor, medo) me doi muito. Eles esquecem. A Gte? Bom a Gte recolhe os cacos e monta o coração de novo… E de novo, e de novo e tbde novo…
    Motherhood they say…

    Vai ficar td bem com Matheus. E (eventualmente) c vc! <3
    Beijos
    Mix

    Bruna

    25 de Março de 2014 às 0:01Responder

    Mirela, fique tranquila! Passei pela mesma coisa com o meu pequeno quando ele tinha dois anos e meio. Só que ao invés de cortar a boca ele quebrou o dente. E não foi uma lasquinha, não, foi praticamente o dente inteiro. Fiquei dias com uma angústia interminável. Depois teve que tratar canal pq o nervo ficou exposto. Enfim, ossos do ofício. A sorte é que mãe tem coração forte, principalmente as de menino!! Fique bem é melhoras para o pequeno.

    Nina

    25 de Março de 2014 às 10:36Responder

    Oi Mirela, tenho 2 filhos, uma de 3 e meio e um de 18 meses. Eu os vejo se machucando sempre. Principalmente o menor, um menino ativo! Eu chorei muito, e me culpei tanto quando minha filha foi mordida pelo nosso cão… Uma hora depois ela estava correndo pelo hospital e rindo. E me dizia: mamãe fica triste não! Aprendi com eles, certas dores são passageiras… Oque precisam mesmo e de uma mamãe com super poderes!

    Comemorando o aniversário na escolinha com a Peppa Pig (festa para menino) | De mãe para mamãe

    25 de Março de 2014 às 11:42Responder

    […] fazer essa comemoração por conta do acidente que aconteceu com Matheus (pode ler sobre o acidente aqui), mas graças a Deus não desisti.  Essa festa alegrou muito o meu dia ♡♡♡ Seguem as fotos. […]

    josyane

    25 de Março de 2014 às 15:06Responder

    linda te acompanho pelo insta, e resolvi dar uma olhada no que ouve fiquei preocupada com seu príncipe, aconteceu algo parecido com meu pequeno quando tinha 2 anos, só que foi um pouquinho mais grave… ele caiu do bendito e conhecido trepa trepa na escolinha até hoje não intendo como colocam um brinquedo desses em uma escola e não cuidam quando a criança vai brinca… ele subiu e escorregou e caiu quando caiu foi batendo em todos os degraus quando me ligaram disseram que tinha acontecido um pequeno acidente com ele mas já tinham chamado o resgate imagina um pequeno acidente mas já chamamos o resgate o que a mãe pensa…. quase enfartei quando cheguei no hospital meu filho tava no colo de uma tia com o uniforme da escola coberto de sangue tinha sangue até no tênis dele, fizeram raio x não tinha quebrado nada mas rasgou a parte interna da boca e teve que da ponto corto o lábio também ficou igualzinho o do mateus so que bem mais inchado não gosto nem de lembrar o desespero e nesta época meu marido trabalhava fora eu tive que me virar sozinha… depois de passado o susto levei no dentista fez raio x não tinha afetado a raiz do dente mas ficou escuro e recuado pra traz… ele fez 6 anos e ja caiu alguns dentinhos semana passada passamos no dentista para ver se o dentinho escuro vai cair sozinho ou teria que arrancar mas ela falou que vai cair sozinho… o corte da boca cicatrizou até que rápido e o corte do lábio que é sua preocupação também a própria saliva ajuda a cicatrizar e nem ficou marca nem uma… agora e esperar e dar bastante amor pro seu pequeno… melhoras e beijos adoroooo suas publicações

    Carol- Blog Laços Maternos

    25 de Março de 2014 às 15:36Responder

    Olá Mirela,
    Entendo exatamente o que você sentiu! Tb foi um sentimento novo para mim quando minha filha se machucou pela 1a vez. É angustiante não poder fazer nada e ainda se sentir culpada. Mas faz parte do papel de ser mãe. É dificil manter a calma e no meu caso ainda pior pois eu não posso ver sangue que quase desmaio…
    Melhoras pro Mateus.

    Lorena flores

    25 de Março de 2014 às 16:01Responder

    Espero que tudo de certo. Mesmo n sendo o meu filho, senti uma pontinha de dor pensando q poderia ser. Essas coisas acontecem mas n deveria. Não se culpe… Melhoras para o Mateus.

    Alessandra

    25 de Março de 2014 às 16:05Responder

    OLá! É a primeira vz que escrevo e o faço pq entendo mto teu sentimento! Minha filha caiu ano passado, ao pular ela escorregou e foi com a boca no chão – sem apoio algum! Foi mto sangue…e dps que ela se acalmou eu corri para o quarto e chorei mtooo… Até hj eu lembro e fico agonidada com a cena pq eu estava há um metro dela e não consegui ajudar… cortou a boca, sangrou e ela ficou em observação com o dente, que não escureceu! Graças a Deus! Mas entendo mto tua angústia e digo para ter força porque daqui a pouco vai passar e ele ficará ótimo! Bjs!

    Taiane Brito

    25 de Março de 2014 às 22:05Responder

    Imagino o quanto isso doeu em você, eu lendo fiquei agoniada… Estou gravida de 32 semanas e lendo isso fiquei pedindo a Deus que nunca aconteça nada parecido com minha filha, mas é bem como você disse, não temos como coloca-los em uma redoma, ficar em cima, acidentes acontecem.
    Fique tranquila mamãe, logo logo esse machucado cicatriza, o importante é seu meninão estar bem e tudo não ter passado de um susto. Acalme seu coração que sei que está apertadissimo.
    Beijo em você e no Teteu.

    Tatyana Palms

    25 de Março de 2014 às 23:47Responder

    Já passei por algo parecido e posso dizer o quanto é triste e angutiante….sem falar a sensação de culpa q sentimos mesmo!!!! A diferença é q foi na testa e eu q tive q manter a calma, lavar o sangue e levar para meu pai (médico) ver se precisava de pontos pq meu marido travou!!! Graças a Deus não precisou de pontos e a cicatriz nem se percebe!!! Tenho certeza q Matheus ficará bem e vc, aos poucos vai voltar ao “normal”!!!! Bjos e adoro seu blog!!! Ps. Fiquei umas noites com insônia de tão chateada!!!!

    Danielli

    26 de Março de 2014 às 9:29Responder

    Já passei por uma situação parecida como está minha filha (2 anos) um acidente doméstico em casa e por um segundo eu não estando perto dela, ela tropeçou e acabou perdendo um dentinho da frente. Sei bem o que está sentindo (insegurança, medo, insônia,enfim..) me pergunto ate hoje o “porque” isso com minha princesinha, pq não evitei, pq com ela, mas Deus confortou meu coração assim…foi so um dentinho (claro queria não fosse), mas tentamos de tudo para evitar acidentes com os pequenos, mas com o tempo eles vão ganhar um dentinho lindo e novo, e não é um caso de doença grave!! E hoje depois de passado 7meses do acontecido ela faz tudo e come de tudo como uma criança da idade dela super normalmente..Que Deus cuide do seu pequeno, e que ele se recupe logo…bjosss =)

      Mirela

      26 de Março de 2014 às 11:07Responder

      Obrigada pelo carinho, de fato é uma sensação horrivel mas pelo que estou vendo é bem mais comum do que a gente imagina né?

      Bjoos

    Carla

    26 de Março de 2014 às 10:38Responder

    Mirela, meu filho caiu exatamente como o Mateus, mas não machucou o lábio, machucou a lingua!! Na queda ele enfiou os dois dentinhos da frente na lingua e fez um corte bem fundo. Sangrou demais, assim como aconteceu com o mateus. A gente correu com ele para o banheiro com o rosto e o corpo cheios de sangue. Na hora minha reação foi igualzinha a sua.. fiquei toda me tremendo.. não conseguia sequer ajudar meu filho. Minha mãe foi a ajuda nessa hora, já que meu marido não estava em casa. Na hora liguei para o pediatra que me receitou muito gelo e uma pomadinha pra aliviar a dor da lingua que ficou bem inchada. O Guilherme passou dias sem aguentar engolir nem saliva. Depois um cirurgião bucomaxilo me falou que ele deveria ter levado pelo menos quatro pontos. Hoje ele tem uma cicatriz na lingua.. um buraquinho!!! O susto foi grande!! A gente não tem como controlar nossa reação.. somos mães, cuidamos dos nossos filhos com o maior amor e cuidado do mundo, e ver qualquer queda já é ruim demais, imagine você ver seu filho com o rosto coberto de sangue!! Existem muitas crianças em situação pior, sim.. ninguem ta aqui pra avaliar o problema de ninguém.. se você for deixar de se preocupar, sofrer e amar se lembrando dos problemas, perdas e ganhos alhieos, você não vive!!! É isso que nos torna humanas.. somos frágeis sim, principalmente como mães!!! Ver você expondo sua fragilidade em seu blog nos faz ver que somos NORMAIS!!! Como toda mãe que ama, cuida, chora, se estressa, sente medo e alegrias!!! Parabéns, Mirela…

      Mirela

      26 de Março de 2014 às 11:06Responder

      Poxa, o teu tmbém foi um susto enooorme ein??? Mas já passou. É uma sensação que não dá nem para explicar. parece que perdemos o chão=(

      Bjos e obrigada pelo carinho e por me mostrar que a minha reação foi normal =)

    Ana Carolina Fernandes

    26 de Março de 2014 às 11:21Responder

    Oi Mirela… Eu adoro te seguir… mas, achar seu comentário um exagero não necessariamente deveria te ofender… ofende quando dizem que quem acha não sabe ser mãe… só por isso estou comentando, para me defender de mim mesma pq tb achei exagero, mas a dor é sua e só quem sente sabe. Eu tenho uma menina pouco mais velha que seu filho e um menino de 5 meses, que nasceu com pé torto congênito bilateral, iniciamos tratamento com 16 dias de vida, suas perninhas foram engessadas da virilha até as pontas dos pés… passou por cirurgia… usa órtese para retenção e o tratamento vai até os 4 anos… então eu tbm sei o que é sentir a dor do filho, mas sempre agradeci a Deus pq no mais, meu filho é saudável… Não acho que você deve deixar de postar o que sente, mas entender que existirão minorias com opiniões divergentes. Neste caso, graças a Deus, minoria serão as mães que sofrem por causas graves em seus filhos.

      Mirela

      26 de Março de 2014 às 12:01Responder

      Mas eu entendo agora tenho direito a me defender né? 

      É chato você não poder ficar a vontade para poder vir no seu blog fazer um desabafo… Sei que muitas mães tem muitos mais motivos para sofrer do que eu, que muitas crianças vieram com problemas de saúde graves e que isso comparado com o corte “besta” que Matheus teve exagero, mas eu nunca tinha passado por nada semelhante e nunca tinha vindo aqui mostrar que quando um filho se machuca, a dor que sentimos é algo inexplicável. Doi milhões de vezes mais do que se fosse na gente. Acho que isso e super válido de contar aqui, e também é valido eu me defender e me magoar. Não sou de ferro poxa… =( e o blog serve de ajuda para mim mesma. Ver que não foi só com o meu filho me ajudou bastante a ficar melhor com o que aconteceu. E acredite, o corte foi muito feio =(
      Bjos e obrigada pela sinceridade e pela forma carinhosa que explicou o seu ponto de vista.

       

        Ana Carolina Fernandes

        26 de Março de 2014 às 12:33Responder

        Você tem que postar sim, pq o importante mesmo é o objetivo do blog… só comentei pq me atingiu a fala de que quem acha exagero não sabe ser mãe… :( E fiquei de coração partido com o machucado do Matheus tbm, não sou insensível… mas fiquem bem… essas coisas acontecem… principalmente nessa fase que eles não entendem que não são super heróis…

    Graziele

    26 de Março de 2014 às 11:33Responder

    mirela, só de imaginar isso eu ja me arrepiei! Sempre que meu bebe cai quase tenho um treco! Tadinho!!!

      Mô Borgias Cordeiro

      27 de Março de 2014 às 21:50Responder

      A gente sempre acha que só acontece com o filho dos outros e com o nosso nunca, me deu um medo enorme teu desabafo, e como todos os teus posts, um grande alerta pra nós!! Melhoras pro teu principe e que Deus tire essa angustia que tais sentindo, és uma mãe maravilhosa, não se sinta culpada!! Um grande beijo

    gabriela

    27 de Março de 2014 às 23:17Responder

    Meu filho de quatro anos tb caiu e aconteceu o mesmo que o seu filho. O dente dele voltou para o lugar sem ajuda do dentista ,só ficou escuro. Levei para dentista e radiografou mas não foi preciso fazer canal.

    Maria Carol

    28 de Março de 2014 às 7:06Responder

    Ô dò! Minha filha ajoelhou no caco de vidro… Ela tem um ano e meio. Até senti o peito doer novamente enquanto lia sobre o acidente do seu pequeno. Maria passa na frente. Dará Td certo. Bjins!

    Aline

    14 de Julho de 2014 às 2:12Responder

    Nossa aconteceu praticamente a mesma coisa com a minha princesinha Manu hj e sao 2 da madruga e nao consigo pregar o olho, a todo momento olho a boquinha dela e so vejo ela toda inchada, cortada por dentro e com sangue que coagulou. Me diz uma coisa, como e o nome da pomada que vc usou no Mateus, ela alivia a dor? Quero fazer alguma coisa pra amenizar o sofrimento da minha pequena. Estou mto triste com tudo isso =\

      Mirela

      14 de Julho de 2014 às 15:32Responder

      Oi Aline,
      lamento muito o acontecido.
      Não lembro do nome da pomada, mas liga para a pediatra da tua pequena e pede. tenho certeza que ela irá te receitar algo.

      Mil beijos e melhoras para ela.

      Alessandra

      15 de Janeiro de 2015 às 19:13Responder

      Oi mamãe! Passei por isso a poucos dias, longe de casa. Fomos pra ilha de Itaparica e meu baby de 1 ano e 3 meses caiu e cortou feio o lábio. Fui numa UPA e o médico passou oncilon oral base A e mel rosado.

    Ana

    21 de Agosto de 2014 às 11:06Responder

    Mirela, aconteceu com o meu filho hoje. Que pomada você passou?

    Carmen Delabio

    8 de Setembro de 2014 às 13:11Responder

    Sou uma “Galinha Choca” assumida.! Sei que não é saudável nem pra mim e muuuuuito menos pro meu Pedro de apenas 3 aninhos, fato é que eu acabo sufocando meu bebê, em cima o tempo todo com “aquela” ansiedade e neura de que á qualquer momento algo terrível pode acontecer com meu filhinho.! Meu marido se irrita com meu excesso de proteção, até mesmo o Pedro fica desconfortável eu sei, mas toda vez que eu tento ser uma mãe desapegada e confiante, deixar o Pedro brincar e descobrir o mundo alguma coisa acontece e me sinto a mãe mais irresponsável do mundo, carrego uma culpa “capital” que me tira o sono por dias. Assim como vc Mirela eu fico me culpando e me martilizando, uma vez banquei a mãe desapegada e meu bebê prendeu o dedo na porta com tanta força que atrofiou o ossinho do dedo e agora estou passando ele no ortopedista para endireitar a posição do dedo e desta última vez foi mais incompreensível ainda, escovando o dente do meu filho na hora que fui virá-lo para enxaguar boquinha ele bateu a gengiva na beira da pia, foi tanto sangue que eu paralisei, não sabia se chorava junto, se socorria, entrei em pânico, abracei ele com tanta força que quase sufoquei meu filho. Mais calma, terminei de lavar a boca e fui ver o tamanho do estrago, tinha um corte enorme por cima de um dos dentes da frente, mas aparentemente era superficial, só que percebi que o mesmo dente da direção do corte estava lascado na ponta e o a ponta do dente canino tinha quebrado, claro que não foi naquele momento, mas serviu pra que eu questionasse minhas habilidades como mãe. Agora entrei em pânico total e já marquei dentista pra ver o que pode-se fazer além de me culpar e chorar.! Adorei seu post e me identifiquei 100% com suas atitudes e sua forma de pensar, seu emocional se parece muito com o meu, agora é esperar pra ver o que acontece.!
    Bjos

    Bruna Casemiro

    5 de Novembro de 2014 às 23:49Responder

    Nossa hoje passei por esse susto/trauma com minha princesa, ela te 8 meses e meio.. Está naquela fase que não para, se estica, se joga, para pegar o que quer..e hj estávamos prestes a sair,quando eu a coloquei sentada sobre a mesa para arrumar os cabelos..Um INSTANTE..UM DESCUIDO…e mal tive tempo de respirar …e ela virou para pegar um brinquedinho que estava atrás dela e se desequilibrou e caiu com a boquinha em cima da sua latinha de leite que havia acabado colocado ali para não esquecer , na hora nem me passo na cabeça que ela iria se vira..e não deu tempo nem de retirar a lata nem com segurar foi muito rápido ..quando peguei já logo vi o sangue e a boquinha inchando, ela deu um grito e levou a mão no local, e o choro sumiu e começou a ficar roxa..e bateu o desespero , e eu sozinha com ela , comecei a chacoalhar ela para ela voltar e nada..comecei chorar junto e chamando ela, UFA! Ela voltou a chorar corri pegar um pano, p estancar o sangue, levei até a Pia passei bastante agua, e como não tinha gelo usei um colher e pressionei contra o freezer e coloquei sobre a boca, ela chorando e eu comecei a conversa. com ela e foi se acalmando e um olharzinho brilhoso e fixo em mim…olhar de confiança que eu ia cuidar dela…e eu ali com meu coração em pedaços como se a dor fosse em mim, uma culpa sem fim, e me perguntando como deixei isso acontecer. Ainda não sei? Mas a dor ainda não passou, vejo ela com a boquinha roxa e o corte e me culpo por tamanho descuido, tive a plena sensação de impotência, de não ter podido evitar e pior ainda tirar a dor dela, pior sensação e sentimentos do mundo, mas pensando por outro lado me surpreendi comigo mesma, apesar do desespero ter conseguido ter o mínimo de calma para atender ela e controlar o sangue, afinal da onde tirei de por uma colher no ferimento para desinchar (ando assistindo muito filme).mas. Graças a Deus foi só o susto e logo minha pqna vai estar boa e pregando peças na mamãe aqui.

    Taynara

    7 de Novembro de 2014 às 16:09Responder

    Aee, Mãe Mirela passei por isso ontem, fiquei tão mal, minha pernas tremiam eu fiquei mas nervosa do que minha filha ela tem 1ano e 7meses, caiu de uma escada 5 degraus e bateu a boquinha ta inchado vou leva-la hj na emergencia pra ver se aconteceu algo ..
    mas obrigada por compartilhar sua experiência, espero que ele ja esteja bem, e parabéns ele é lindo..

    Aline

    19 de Novembro de 2014 às 11:44Responder

    Te entendo perfeitamente. Minha filhinha, Alice, de 4 aninhos caiu ontem da escada de 12 degraus e quebrou um bracinho e cortou a boca que ela bateu em um dos degraus. Me sinto a pior mãe do mundo :(

    Romulo Santos

    24 de Dezembro de 2014 às 13:11Responder

    É o segundo Natal que sou impedido de ficar com meus filhos, entrei com a ação sancionada agora de guarda compartilhada, mais a Dor é um pesadelo, minha ex esposa me pude com a ausência das crianças, não sei mais o que fazer… Ela fala coisas ruis de mim para as crianças induzindo eles a me esquecer… Um desespero sem tamanho, não consigo mais chorar, pois acho que todas as lagrimas se foram… Porque acham que o Amor é só da Mãe? Sou Pai tenho um amor incondicional pelas crianças mais me parece que todos vem o pai como segundo plano na vida das crianças, eu cresci sem Pai e foi um tormento não ter a figura paterna na minha vida… Eu não quero que meus filhos passem pela mesma situação, mais ninguém liga… Somos somente a ponta solta do relacionamento… Isso me decepciona com relação ao ser humano…

      Mirela

      26 de Dezembro de 2014 às 11:54Responder

      Romulo, ler a tua mensagem me faz sentir uma dor imensa no coração!
      Tanta gente querendo que os filhos tenham pai, e você sofrendo porque a mãe dos seus filhos não o permite…
      Nem sei o que dizer a não ser que colocarei você nas minhas orações. Pedirei a Deus para que a mãe das crianças ganhe consciência dos seus atos e reverta as atitudes.

      Fica com Deus e sempre que quiser, pode vir aqui desabafar =)

    João Paulo

    28 de Dezembro de 2014 às 13:54Responder

    Mirela, por favor, me diga como está seu pequeno hoje? Como ficaram os Dentinhos? O meu, de 3 aninhos, tomou uma joelhada do irmão, sem querer, que arrebentou a boca cortou a gengiva e o lábio…
    Estou muito aflito.

    leticia

    22 de Março de 2015 às 0:44Responder

    minha maria fernanda de 11 mese caio da cadeirinha tava colocando no carro quando me virei ja vir ela no chao, cortou a boca toda por dentro to em desespero e uma dor horrivel so quero chorar , nao paro de chorar , to muito preocupada nao sei a gravidade o medico nao quis pontear pela a idade , a nariz ta vermelho ele nao falou nada, so dipirona ,ela chora muito nao sei o que fazer..

    Liliane

    27 de Março de 2015 às 12:16Responder

    Nossa meu filho de 6anos ontem caiu de boça no chão eu nem sei como foi não vi tava na cozinha ele na sala fala que escorregou estava de meia e estava elétrico onten estou com o coração apertado foi para a escola e fica período integral o lábio superior super inchado coloque gelo na hora passei Agua oxigenada mas não é fácil ufa não vejo a hora de ver ele mais tarde !!!

    Giseli Stolf

    3 de Abril de 2015 às 19:17Responder

    Mirela, boa noite.

    Por gentileza, poderia me dizer o nome da pomada que usou na boquinha do seu filhinho?

    Agradeço desde já…

      Mirela Acioly

      19 de Abril de 2015 às 17:33Responder

      Oi Giseli, tudo bom?
      Já faz tempo, infelizmente não lembro =(

    Tatiana

    13 de Abril de 2015 às 23:19Responder

    Ola Mirela! no sábado aconteceu o msm caso com minha filha de 2 anos, mas acho q foi pior, um pouco de descuido ela passou na frente de um balanço e pegou bm na boca, teve dois corte no labios e um dente entrou na gengiva. Fiquei desesperada com tanto sangue mas qdo vi os dentes comecei a ficar mais desesperada ainda e comecei a chorar junto e pedindo mil desculpas a minha filha pelo descuido. Nao sei como consegui levar no medico estava em prantos e minha roupa toda suja de sangue. Depois levei no dentista pra ver se era grave, mas graças a Deus nw era nd apenas susto, mas hj ela teve febre e o rosto ficou um pouco roxo e inchado..
    O meu sentimento foi exatamente parecido com seu
    obrigada por compartilhar adorei o seu blog
    bjs

    Deixe um comentário