21Out/14

É viajando que minha vida anda

POR: MirelaCATEGORIA: Matheus, Papo de Mãe(0) COMENTÁRIOS

IMG_0892.JPG
Desde que me lembro, viajar é um dos meus maiores prazeres. Não aguento ficar muito tempo parada sem conhecer outros lugares, outras culturas e quando solteira viajei o mais que pude. Sempre que podia, lá ia eu para algum lugar novo.
Graças a Deus, casei com uma pessoa que tem o mesmo gosto por viagens que eu e por isso consegui continuar viajando como sempre viajei, e sempre dissemos que quando tivéssemos filhos nada mudaria. Nossos filhos seriam, não um empecilho mas sim novos companheiros de viagem e assim foi.
Matheus com 3 meses fez a sua primeira viagem. Acompanhou-nos para Gramado onde se comportou muitooo bem!
Não deixamos de fazer nada por tê-lo junto e com ele tudo pareceu ainda mais mágico.
Aos 4 meses eu viajei com ele sozinha para Portugal para apresentá-lo à minha família e mais uma vez ele foi nota mil. Foram 17 maravilhosos dias com ele sempre risonho e comportado.
Com um ano e pouco mais de 5 meses visitamos à Suíça e foi nessa viagem que ele mais que nunca nos mostrou o quanto é parceiro. Na Suíça chegamos a sair para passear com -14º de temperatura e o meu filho, nascido e criado em terras onde o sol esquenta o ano todo, brincou e fez todos brincarem com a neve como se fosse algo familiar para ele. Foi inesquecível.
Este ano vamos para Londres com ele e eu não caibo em mim de ansiedade.
Cada ano é uma aventura pois as fases vão mudando e este ano a fase em que estamos não é das mais fáceis, mas eu tenho certeza de que ele, apesar de mais exigente com certas e determinadas coisas vai mais uma vez nos surpreender pela positiva.
Por enquanto estamos em Portugal e até agora, tirando a teimosia, ele tem sido magnífico. Resta apenas esperar para ver como será por terras da Rainha.
A única coisa que me preocupa de verdade é a comida de lá pois ele não anda a querer comer bem, mas já andei vendo por alguns grupos da internet sobre dicas de comida para criança em Londres e tenho fé de que vou me safar kkkk
Antes que me perguntem, um dos grupos onde vocês podem tirar também esse tipo de dúvidas é no “Minha vida anda” no Facebook.

Esse grupo é um movimento criado pelos calçados Bibi que tem como objetivo reunir o maior número de mães e pais possível l, para assim fazê-los compartilharem o máximo experiências possíveis e se ajudarem o mais que puderem.

Que tal se juntar a esse movimento?
Estão todos convidados. Basta participar do grupo no Facebook clicando aqui e solicitar a participação.

De vez em quando ando por lá.

Vem, pode ser que troquemos outras ideias sobre viagens com filhos.

Te espero lá!
Bjs

Mi

     
    TAGS , , ,
    11Out/14

    Uma noite no avião

    POR: MirelaCATEGORIA: Dicas(2) COMENTÁRIOS

    IMG_0135.JPG
    Entramos no avião eram 23:25h.
    Matheus veio no carro dormindo mas na hora de passar pela alfândega ele acordou e eu achei ótimo porque vinha com ele no braço e já estava pedindo “arrego” kkkk

    #Pausa
    Eu não contei para vocês que tive de trocar o carrinho que mostrei no último post. Matheus ficou apertado nele, como tal decidi comprar o carrinho aqui em Portugal e por isso vim com ele no braço #LoucuraPura

    #Despausa
    Ele despertou na sala de embarque e dai a entrar no avião não demorou muito.
    Quando ele viu que estávamos indo pro aviao, ele se animou de um jeito que mandou todo o sono pro espaço, e eu nem me preocupei porque tava tão entusiasmada quanto ele #OuMais
    Queria ter filmado tudo mas infelizmente Deus só me deu duas mãos kkk
    Matheus estava tão encantado que falava alegremente com todo o mundo (o que não é comum).
    Expliquei como tudo funcionava, sentei o woody do seu lado apertei o meu cinto, apertei o dele e milagrosamente ele não reclamou. Entreguei a chupeta para ele, rezamos e o avião levantou voo.

    #Pausa
    Essa não foi a primeira vez que o Matheus andou de avião. Na verdade, a primeira vez ele tinha 3 meses quando fomos passar uns dias em Gramado, a segunda ele tinha quatro meses (vim sozinha com ele pra Portugal para a família o conhecer). No ano passado ele também veio pra cá mas este ano foi a primeira vez que ele curtiu tudo de verdade porque já tem mais consciência das coisas.
    Com essas viagens, eu aprendi alguns truques. O mais importante é o que eu vou contar agora:
    Para o seu bebê não sofrer com a pressão do avião, na hora de decolar e aterrizar, dê algo para ele sugar. Pode ser chupeta ou mamadeira com água. Se toda a mãe soubesse disso, com certeza os voos com crianças seriam mais tranquilos).

    #Despausa
    Matheus pediu pra deitar no meu colo ainda o avião estava ganhando altitude.
    Me entretive falando com o passageiro do lado que nos cedeu o lugar para irmos no corredor e quando vi, Matheus já estava dormindo.
    Ajeitei ele e advinha?
    Dormiu o voo todo! Mas gente, foi o voo todo literalmente.
    image
    O avião pousou e eu tive que acordar ele porque precisava sair do avião kkkk se não fosse isso ele continuava dormindo e isso foi com uma criança chutando a cadeira do Matheus o tempo todo…
    Por sinal, vou aproveitar aqui para terminar o post falando:
    Se você viajar com o seu filho, eu sei que nem sempre a gente consegue controlar tudo e nem toda a criança se comporta como Matheus se comportou dessa vez, mas NÃO DEIXE O SEU FILHO CHUTAR A DROGA DA CADEIRA DA FRENTE!!!
    Gente, isso me tira do sério porque meu filho também tenta aprontar às vezes mas eu faço DE TUDO pra incomodar o mínimo possível os outros passageiros.

    E é isso…
    Vou tentar vir aqui o mais que conseguir mas peço paciência porque só venho a Portugal uma vez por ano e quero aproveitar o mais que conseguir :) mas sempre que der venho Mirelar por aqui ;)

    Bjooos

       
      TAGS , , , , , ,
      7Out/14

      Trocando o Quinny Zapp Xtra por um “guarda chuva”

      POR: MirelaCATEGORIA: Dicas, Papo de Mãe(11) COMENTÁRIOS

      Oi gente, seguinte:

      Sou apaixonada pela marca Quinny. Acho os carrinhos deles lindos, super resistentes, e com um design perfeito #EuAcho.

      O Buzz (que é o modelo maior) era meu sonho de consumo, e cheguei a comprá-lo, mas ele de pratico tem muito pouco devido ao tamanho. Basta dizer que fechado, ele ocupa mais da metade do espaço da mala de uma SUV, e para quem gosta e viaja muito de carro, espaço na mala é uma coisa que toda a mãe sabe que precisa e MUITO.
      Na altura que fiz o enxoval, eu tinha um Kia Picanto, e no dia que o comprei, uma amiga minha perguntou-me se eu já havia tentado coloca-lo na mala do meu carro. Respondi que não e ela me informou que na mala do Ford Fiesta dela não cabia. Na mesma hora, Saulo olhou para mim e disse que no dia seguinte iria trocar o carro porque ele não caberia nem quebrado no Picando, e como estávamos em Portugal, trazê-lo no avião seria uma enorme dor de cabeça.
      Não preciso dizer que quase morro de desgosto, mas tive que dar o braço a torcer e aceitar.
      Trocamos pelo Zapp Xtra e advinhem: Foi a melhor coisa que fiz.
      Vejo imensa gente amar o Buzz, mas reclamar do tamanho e por esse motivo meio que se arrepender pois desiste de o carregar atrás.

      O Quinny Zapp Xtra é super prático, fica de um tamanho consideravelmente pequeno quando fechado, e a maior vantagem dele era o bebê conforto poder encaixar no esqueleto do carrinho, facilitando assim a vida, pois bastava tirar o bebê conforto do carro e encaixar no carrinho sem grandes preocupações.
      Andei e viajei muito com ele, inclusive Matheus cabe nele confortavelmente até hoje, mas ele tem um defeito: Quando fechado, ele vira duas peças em separado o que termina ocupando um pouco de espaço, e não é confortável de transportar na mão, principalmente se uma mãe resolver viajar sozinha com o filho, onde tem que abrir e fechar várias vezes a “viatura”.

      E foi exatamente por isso que hoje eu fui procurar um carrinho guarda-chuva!
      Estou indo viajar sozinha com Matheus esta quinta feira. Podia até ir sem carrinho já que ele já aguenta andar um pouco, mas com certeza iria fugir de mim mil vezes, eu iria enlouquecer porque iria precisar largar as bagagens para o pegar rsrs, mas o principal é que o Saulo vai chegar lá em Portugal uma semana depois de nós e quando chegar passaremos 6 dias em Londres turistando.
      Como eu já sei que lá me espera com relação a entra e sai de metro e ônibus, e vamos andar MUITO pela cidade, o Quinny ia ser uma dor de cabeça (porque ele vira duas peças, lembram?) e não iria ser pratico de carregar. Corri atrás de um “guarda-chuva” e achei esse no carrefour por R$129 e olhando para ele e vendo como parece bonzinho, me perguntei porque danado a gente faz tanta questão de gastar tanto dinheiro em coisas durante o enxoval? #QueOMeuMaridoNãoMeLeia

      Tá, eu usei pra caramba o meu Quinny e valeu o que paguei por ele (na altura paguei R$700 em Portugal), mas se não tivesse comprado o Quinny, um destes com certeza teria me servido.
      Da ultima vez que fui aos EUA´s fiquei com vontade de trazer um carrinho desses “guarda-Chuva” pois tavam por US$19, mas relutei e não trouxe #MeArrependi

      Por isso mamãe, se você está grávida e sabe que não vai usar assim taaaanto o carrinho porque vai ter uma babá, pegue um desses.
      Se o seu filho tem menos de 3 anos e você vai viajar com ele, pegue um desses.
      Se você vai viajar pros EUA´s, não leve nada e compre lá um desses.
      Se você tá folgada de dinheiro e quer porque quer um Quinny, compre, mas saiba que quando fizer uma viagem tipo essa que eu vou fazer, você vai lembrar do que te falei e querer comprar um desses kkkk só tenha em atenção porque alguns desses são muito estreitos e crianças como o Matheus ficarão desconfortáveis e apertadas no carrinho.

      O Quinny Zapp Xtra tem a enorme vantagem de durar mais tempo porque a cadeira é maior para a criança (e claro, é mais resistente), mas com 4 anos eu acho que eles já aguentam andar mais e não vão gostar muito de andar de carrinho “de bebê”. #EuAcho

      Olhem as fotos:
      foto 1

      foto 2-2

      foto 4

      foto 5

      Bem, ficou aqui a minha opinião.
      Deixe também a sua opinião aqui nos comentários.
      Ela é super importante para ajudar as outras mamães a formarem opinião com relação a esse assunto.

         
        TAGS , , , , , ,
        2Out/14

        Como ser a melhor mãe do mundo

        POR: MirelaCATEGORIA: Mamãe Indica(1) COMENTÁRIOS

        Eu queria um dia conseguir fazer todos entenderem de uma vez o quanto é chata a intromissão constante das pessoas próximas e distantes quando o assunto é decisão de mãe e pai. Queria fazer com que todos entendessem o quanto é mau para uma mãe se sentir pressionada, cobrada, e avaliada o tempo todo. Mas queria mesmo era fazer todas as mães acreditarem nas suas próprias decisões, nos seus instintos mais do que o fazem (muito mais).
        Queria muito que as mães não fossem tão inseguras, tão dependentes das opiniões alheias. Que não se importassem tanto com o que os outros possam vir a pensar ou dizer…
        Queria de verdade que entendessem que os outros são isso mesmo, os outros. Cada um com uma experiência única e por isso diferente.
        Vejo muita gente dizer que a sociedade “acusa” e cobra demais das mães.
        Quer saber o que eu acho?
        Eu acho que as culpadas disso somos nós mesmas. As mães. Importamo-nos demais com a sociedade. Damos abertura demais para que se intrometam quando pedimos ajuda a todos que encontramos pelo caminho e tudo porque temos medo de agir sozinhas, de tomar decisões por conta própria e arcar com a culpa caso algo dê errado.
        Temos medo de admitir erros, de admitir fracassos. E por isso nos escondemos atrás das desculpas. Acho que nós é que metemos na cabeça que existe um perfil de mãe perfeito. Nós somos também culpadas por isso.
        Temos a mania de exigir demais de nós mesmas e consequentemente nos esquecemos disso e exigimos demais dos outros também. Esqueça os outros…
        Você é a melhor mãe que consegue ser e isso já faz de você a melhor mãe do mundo, independentemente dos erros que cometa. Erros são ótimos para aprender. Então não tenha medo de os cometer e dane-se o que os outros vão pensar! #NãoEsqueçaIsso #boaNoite

           
          TAGS
          29Set/14

          #MatheusEPepeu РQuando a amizade come̤ou

          POR: MirelaCATEGORIA: Diversos(2) COMENTÁRIOS

          Pepeu é o irmão mais velho. O nosso primeiro filho, só que filho canino.

          Quando eu menos esperava e mais precisava, o Pepeu chegou tímido e muito calmo, e, com o seu jeitinho especial, foi conquistando toda a família. Conquistou até os que não queriam nada com ele.

          Pepeu tinha um ano quando engravidei do Matheus. Até então, ele era tratado como um bebê, atitude típica de mulher que está louca para ser mãe e compensa seu instinto com o cachorro, sabe como é? Ele era tão mimado que, inclusive, dormia comigo na minha cama.

          Jurei que o cachorrinho nunca seria deixado de lado depois que o Matheus nascesse e que a presença dele seria extremamente importante para o desenvolvimento do meu filho, assim como a amizade dele era merecedora da minha lealdade. Foram nove meses de juras de amor eterno para o meu melhor amigo, que insistia em ficar ao meu lado não ligando para as minhas inesperadas variações de humor.

          Os meses passaram e eu confesso que em momento algum tive interesse em preparar o meu amigo para a chegada do novo membro da família. Eu o conhecia muito bem e sabia que ele estava pronto, desde a sua própria chegada, para aquele dia e para o resto da sua vida. Eu tinha certeza de que ele seria tão bom com o meu bebê quanto tinha sido comigo.

          Era uma sexta-feira quando chegamos em casa com o Matheus pela primeira vez. Lembro-me como se fosse hoje, o Pepeu correu na minha direção e, instintivamente, se acalmou quando chegou perto. Tentou ficar em pé para cheirar o novo amigo, mas imediatamente eu o afastei e, naquele momento, comecei uma nova fase com ele.

          Não sei o que aconteceu comigo, o que me deu, mas eu não o queria perto de mim nem do pequeno. O Pepeu, para mim, parecia representar um mundo de bactérias e eu, talvez por instinto, o quisesse bem longe da minha cria.

          O cachorrinho, que até pouco tempo atrás dormia na minha cama, passou a ser proibido de sequer passar da porta da cozinha… E eu estava tão hipnotizada pelo meu rebento que sequer enxerguei o quanto estava destratando e falhando com o meu tão amado primogênito.

          Pepeu e Matheus, uma dupla perfeita

          Acho que essa “malvadeza” durou uns cinco meses. Chamo de “malvadeza”, mas, hoje, apesar de não me perdoar, consigo me justificar. Eu estava enlouquecida com a alteração hormonal e aprendendo a dominar o meu instinto protetor, que, nessa fase, quase sempre está completamente fora de controle.

          Naturalmente, o Pepeu, com toda a sua sabedoria canina, reconquistou o seu espaço e conseguiu o que todos no fundo esperavam ansiosos: conquistar o Matheus e recuperar a minha confiança.

          Primeiro ele ficava de longe, só olhando, depois foi se aproximando, aproximando e, quando vimos, o Matheus estava aprendendo a engatinhar com o Pepeu do lado. Ouso dizer que foi ele que mais encorajou nosso pequeno a desbravar este mundo sobre “quatro patas” e mais tarde sobre duas pernas.

          Hoje, escrevendo este texto, queria ter o poder de imprimir as imagens lindas que tenho do começo da amizade desses dois e mostrar aqui para vocês poderem ver como cachorro é um animal especial. Ainda que temporariamente rejeitado, ele soube esperar a “tempestade” passar, e conseguiu recuperar o seu espaço na nossa vida.

          Posso dizer que perdi o meu melhor amigo, mas digo sorrindo porque o perdi para o meu filho.

          Hoje, o Pepeu prefere dormir no quarto do Matheus. Não acho que ele me trocou por mágoa, até porque cachorro não tem esse tipo de sentimento. Só acho que ele escolheu alguém mais divertido para acompanhá-lo nas aventuras.

          O Matheus tem um apego por ele tão grande que no dia que é para o bichinho tomar banho, o escândalo e o drama rolam soltos por aqui! “Não leva o meu Pepeu!” é a frase escolhida nessas horas. Hahahaha

          Tenho fotos, vídeos e histórias para mais tarde recordar. Mas sempre que dou uma olhada em todas essas memórias, o meu coração aperta. Infelizmente, eu sofro de um sintoma bem comum entre as mães: ”Saudade antecipada”.

          Olho para algumas fotos que tenho deles juntos e consigo me ver lá na frente morrendo de saudades do Pepeu. Isso porque sei que pela lei natural da vida, ele não ficará aqui o tempo que gostaríamos e que a vida não será a mesma sem ele presente.

          Mas, graças a Deus, essa “saudade”, um tanto doída, só aparece por aqui vez por outra, e, se tudo der certo, ainda tenho muitas aventuras da minha dupla favorita para registrar.

             
            TAGS
            29Set/14

            Festa só para meninas – 7 anos de Amanda

            POR: MirelaCATEGORIA: Papo de Mãe(5) COMENTÁRIOS

            18

            Oi Gente,
            estava louca para mostrar para vocês as fotos do aniversário da Amanda que a Laurinda da Bebê Flash tirou (por sinal, parabéns a ela pela rapidez de entrega e pela qualidade top das fotos!).

            Este ano não íamos fazer nada de especial para comemorar o nascimento da Amanda, mas à ultima da hora resolvi mexer uns pauzinhos e decidi tentar proporcionar junto com a mãe dela, um aniversário só para meninas =) e graças a gente linda e disposta a ajudar, conseguimos em pouco mais de duas semanas organizar uma festa inesquecível.

            Já tinha visto uma festa de aniversário no Camarim Vip e achei tão lindo que nem imaginei a festa noutro local. Tinha que ser lá.
            As convidadas foram as colegas de turma de Amanda, e como meninas que são, amaram poder fazer escova, ser maquiadas e fazer unha, com profissionais cheios de carinho e paciência.

            A decoração ficou por conta da Celebrart uma loja lindaaa de artigos de festa que abriu as portas neste sábado e que veio para arrasar com a concorrência porque os preços sem duvida são imbatíveis (Como falei no instagram, não é publicidade, é carinho e amizade e sinceridade =P). Elas decoraram e fizeram também todos os personalizados. Ficou lindo demais!
            E por fim mas não por ultimo, os doces foram todos da LoveCakes inclusive o bolo que estava lindo de viver. A LoveCakes faz coisas deliciosamente irresistíveis e foi como a cereja no topo do bolo.

            As lembrancinhas ficaram por conta da mãe da Amanda que foi no centro da cidade e comprou um montão de coisinhas de beleza para as meninas. Não colocou docinhos nenhuns porque já deu essa coisa de entupir a criançada de besteira só para encher sacola hahaha

            Seguem as fotos.
            Sei que vão gostar pois a Laurinda é top no que faz e como sempre registrou tudo com imenso carinho.

            12
            11

            10

            9

            5

            6

            7

            8

            4

            3

            21

            15

            16

            17

            23

            22

            Para saber mais sobre os serviços dos parceiros, sigam os seus perfis no instagram:
            Fotografia @bebeFlash
            Decoração @celebrart
            Doces @lovecakesrecife
            Salão de beleza @CamarimVip

               
              TAGS , , , , , ,
              10Set/14

              Manter a moral ás vezes pode doer

              POR: MirelaCATEGORIA: Confessionário, Diversos, Papo de Mãe(8) COMENTÁRIOS

              Sabe aquele momento que você perde o controle e exagera na forma como briga com o seu filho?
              Acho que toda a mãe já viveu nesse instante…
              E como dói!
              Como dói errar e ter que segurar a postura mesmo sabendo que exagerou… Como dói ter que encarar de frente a realidade de saber que seres humanos erram, mães são seres humanos, logo erram também.

              Hoje eu exagerei… Errei, me arrependi e não pude pedir desculpa porque de certa forma o meu erro foi para educar, mas sei que exagerei e se pedisse desculpa deitaria por água a baixo o pouco benefício que aquele exagero pode trazer.
              A teimosia é o que me faz tirar mais do sério e Matheus é teimoso como eu nunca vi na vida.
              Faz uma vez, é avisado que não pode, faz que não ouve e repete sei lá quantas mais vezes. Na maioria eu consigo contornar, distrair e corrigir, mas tem hora que a paciência tá lá na casa de chapéu por mil e um motivos e é nessa hora que vem explosão e a cagada acontece.
              Hoje eu explodi e a minha mão estralou na mão dele acompanhada de um firme e sonoro “já falei que NÃO!”
              No mesmo instante que escutei o estalo, escutei também o peso da consciência gritar comigo mesma!
              Caramba, na mesmo hora quis voltar atrás e abraçá-lo para pedir desculpa pela péssima atitude que tinha tomado, mas não pude fazê-lo porque senão não iria aproveitar nada benéfico dali… tipo, já que tinha feito a besteira, voltar atrás seria maior besteira ainda.
              Antes que falem, aprendi a ser contra a palmada, ou melhor, o meu filho me ensinou a ser contra e não tenho problema algum em pedir desculpa quando erro e peço todas as vezes que forem necessárias, até porque acho um ótimo ensinamento para ele, mas tem hora que não posso mostrar que errei pois perco aquele negócio tão difícil de conquistar e tão fácil de perder: A moral!

              É, não é fácil ser “humãe”!

                 
                TAGS , , , , , , , , , , ,
                29Ago/14

                Texto Marcos do Bebé até 1 Ano

                POR: MirelaCATEGORIA: Dicas, Educação, Papo de Mãe(3) COMENTÁRIOS

                Mãezonas !

                O primeiro ano de vida do nosso Bebê é para comemorar todas as mudanças motoras que aconteceram ate aqui !
                Concordam??
                E Como nosso baby cresce rápido ne?! E como falamos nisso!

                Um pouco repetitivo, mas é pura verdade e com passar de mágica já chegou o 1º aninho!!
                E o que aconteceu de desenvolvimento motor?! Pararam para pensar?!

                Vamos falar um pouquinho sobre o 1º ano dos nossos filhos! Trago uma pequena referência rápida das etapas motoras.

                Gente, Rápida, ok?
                É apenas uma média de aquisições.
                Se o seu bebê estiver ligeiramente fora dessa médias não se estresse. Cada bebê desenvolve de modo diferente da outra e de forma particular.

                Sempre consulte o médico pediatra ou um #terapeutaocupacionaldo seu filho se você tiver dúvidas.

                -Do Nascimento a 2 meses

                Bebê levanta um pouco a cabeça, quando colocado de bruços
                Alterna chutes nas pernas
                Mãos fechadas

                -3 Meses a 5 Meses

                Quando de bruços e apoiado nos antebraços levanta cabeça e o peito
                Observa os brinquedos
                Rola para um lado
                Traz as mãos na linha média
                Apreende objetos voluntariamente
                Transferências brinquedos de mão a mão

                -6 Meses a 8 meses

                Senta-se independentemente
                Alcança objetos quando de bruços
                Rola para os dois lados
                Gira sobre si mesmo
                Arrasta-se
                Pode começar a se puxar para ficar de pé

                -9 Meses a 11 Meses

                Puxa para ficar de pé
                Engatinha
                Fica sozinho por um breve período de tempo
                Deambulação precoce pode começar
                Pode começar a subir escadas de 4 apoios

                -12 meses a 15 meses

                Fica de pé sem apoio
                Começa a andar
                Desloca-se segurando em móveis
                Capaz de iniciar caminhada, parar e virar sem cair

                Ate a Próxima, uma Mamãe bem informada, é uma mamãe que Cria e Brinca!

                IG @MamãeCriaEBrinca / Fan Page
                Raquel Jaskulski
                Terapeuta Ocupacional
                CREFITO 5/6124
                Membro ABRATO/ Associação Brasileira dos Terapeutas Ocupacionais

                   
                  TAGS , , , , , , , , , , , , , ,
                  29Ago/14

                  Video do curso de gestante – Plano BB

                  POR: MirelaCATEGORIA: Dicas, Durante, Papo de Gestante, Papo de Mãe(4) COMENTÁRIOS

                  Bom dia mamães,

                  Hoje vocês vão poder ver como foi o curso de gestantes que eu e a Pediatra Dra. Marina Rocha Azevedo fizemos no mês passado. Contei tudo sobre ele e mostrei as fotos aqui, mas agora o video ficou pronto e está tão perfeito e emocionante que eu preciso mostrar para vocês e contar que muito em breve abrimos inscrições para o próximo.

                  http://youtu.be/izLwud6qX2M

                  Não deixem de comentar e compartilhar,
                  além de adorar a participação de vocês aqui, fazendo isso vocês ajudam o blog a crescer =)

                  Beijos
                  Mi

                     
                    TAGS , , , , , , , , , , , , , , , ,
                    28Ago/14

                    Ter cachorro em casa faz a nossa vida andar

                    POR: MirelaCATEGORIA: Matheus, Papo de Mãe(4) COMENTÁRIOS

                    Quando Matheus nasceu, infelizmente muitas coisas que falei que não iriam acontecer aconteceram.
                    Dentre muitas, a que mais me surpreendeu foi o relacionamento com o meu cachorro.
                    Jurei a gravidez toda que não iria escantea-lo, que o trataria da mesma forma que sempre havia tratado e que não era por ter um bebe em casa que a vida de Pepeu iria mudar… falei isso até estar prestes a ter Matheus mas foi só colocar os pés em casa com um bebe a tira colo que tudo mudou.
                    Pepeu sequer pode chegar perto do meu pequeno. Mandei que o colocassem logo na cozinha e nem pensei que isso poderia magoa-lo..
                    Olhava para o meu filho e o via tão frágil e indefeso que só ficava imaginando as doenças que Pepeu poderia lhe passar… Até hoje não consigo explicar o que foi que me deu. Acho que deixei o instinto protetor atingir o nível máximo e perdi o controle da “coisa”, não sei… só sei que a minha atenção estava completamente voltada para o meu bebê, e estava disposta a fazer de tudo para o manter protegido… qualquer coisa, inclusive desiludir o meu grande amigo canino.
                    Pepeu que até então dormia no nosso quarto, na nossa cama, de repente passou a ter que dormir na área de serviço. Acostumado a ter toda a atenção da casa, de um dia para o outro, passou a não ter ninguém muito interessado na sua companhia, e só hoje quando penso nisso é que sinto dor, mas na altura quase esqueço da sua existência.
                    Foram quase 5 meses assim… ignorando a presença de Pepeu, e quando me cruzava com ele, dava por mim me questionando até quando iria continuar deixando o instinto protetor me dominar. Um lado meu sonhava com os dois brincando juntos mas o outro lado não conseguia sequer ver essa cena devido ao medo de Matheus adoecer.
                    Quanta besteira hoje eu vejo no meu então comportamento, mas como era quase impensado, por isso hoje me culpo menos quando recordo.
                    Um dia, enquanto Matheus brincava no tapete de atividades na sala, observei Pepeu abanando o rabo tentando se aproximar e me segurei. Precisava tentar permitir o primeiro contato e ver como seria a reação dos dois.
                    IMG_8284
                    Sabia que o meu cachorro não tinha raiva do meu bebê. Eu conhecia o meu amigo canino. Ele era meigo e gentil, calmo e cheio de vontade de conquistar uma nova amizade, talvez a melhor da vida dele e por isso permiti.
                    Pepeu lentamente se aproximou e Matheus curiosamente fez o mesmo. Ficaram se olhando e eu soube ali naquele momento que o meu stress com Pepeu tinha sido ultrapassado.
                    Podia ter sido diferente? Podia, mas não consegui que fosse. Era mais forte que eu. Felizmente passou e ainda bem que passou porque quem mais ganhou com essa amizade foi Matheus que aprendeu a engatinhar com Pepeu do lado, deu os seus primeiros passos para o pegar e hoje tem um parceiro para brincar sempre que quer, ou simplesmente para poder lhe fazer companhia.
                    Só de pensar que um dia cogitei dar Pepeu, o meu coração dói, mas através de trocas de experiência com outras mães na internet, descobri que o que eu passei é extremamente comum de quem tem cachorro passar.
                    Infelizmente muitas famílias se precipitam e terminam passando o seu filhote canino para outra família e perdem a oportunidade de ver os filhos desfrutarem de uma amizade única. Não condeno quem toma essa atitude, mas gostaria de poder mostrar através da minha experiência, que com paciência tudo passa e fica bem.
                    Que filhos caninos e filhos humanos podem se dar muito bem e construir um laço para a vida e que esse laço só trás benefícios.
                    IMG_9100

                    Hoje estou aqui pra contar sobre o Movimento “Minha vida Anda” , uma iniciativa dos Calçados Bibi, que retrata justamente isso; uma busca constante do bem estar e qualidade de vida para as famílias.
                    Todos estão convidados a participar do grupo (www.facebook.com/groups/minhavidaanda), que de uma forma natural e saudável, tem como principal objetivo simplificar nosso dia a dia, possibilitando a troca de experiências com outros pais. Basta clicar no link e solicitar a participação!!!
                    Convidem os papais e outras mamães também.
                    Dia 2 às 14H eu vou estar lá, conversando online com todos os participantes do grupo sobre vários temas.
                    Marca na tua agenda e vem conversar comigo e com as outras mamães. Vai ser uma experiência diferente e bem legal.

                    Juntos somos melhores!
                    E garanto que a caminhada fica mais fácil quando compartilhamos!!!
                    IMG_5763

                       
                      TAGS